Ambev

Avaliação dos usuários
Empresa
  3,9 de 5
Gestão
  4,2 de 5
Ticker ABEV3
Fundador Jorge Paulo Lemann, Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira
Presidente da empresa Jean Jereissati Neto
Alavancada? Não
Registra lucro? Sim
Histórico de distribuição de dividendos

A empresa distribuí dividendos consecutivamente desde 2006. Acesse para conferir o histórico de pagamento de dividendos.

Prêmios International Beer Chellenge / World Beer Awards (WBA) / Copa Cervezas de América / Australian Internacional Beer Awards 2018 / Selo de Direitos Humanos e Diversidade da Prefeitura de São Paulo / Empresas Mais Admiradas, Revista Carta Capital (2014)
Participação do Estado 0%
Ano de fundação 1998
Setor de atuação Consumo não Cíclico
Recuperação judicial? Não
Tamanho da empresa Blue Chip
Links úteis
  1. RI da empresa
  2. Fundamentos Ambev
Principais produtos

Os principais produtos da Ambev são:

Cervejas

Chopes

Bebidas Mistas

Refrigerantes

Sucos

Isotônicos

Energéticos

Águas

Chás

Acesse para conferir os produtos e marcas oferecidos pela empresa.

O que a empresa faz?

Ambev - ABEV3

Ambev é sinônimo de uma empresa gigante quando se trata do segmento de bebidas. Com uma ampla atuação nacional e reconhecimento internacional ela possui um vasto portfólio de produtos desse mercado de bebidas no geral. Com mais de 30 marcas fortes e de referência mundial a Ambev atua na produção de variados itens, dentre eles:

  • Cervejas
  • Chopes
  • Bebidas Mistas
  • Refrigerantes
  • Sucos
  • Isotônicos
  • Energéticos
  • Águas
  • Chás

Vantagens competitivas

Ambev - ABEV3

A Companhia possui não só uma sólida estrutura operacional, mas também importantes vantagens competitivas, das quais:

  • Ampla capacidade de produção
  • Diversidade de produtos em todas as categorias
  • Logística e Distribuição em vários países
  • Marketing agressivo de suas marcas
  • Gestão, cultura e organização empresarial com imensa expertise no ramo

Produtos Ambev

Cervejas

Ambev - ABEV3

É indiscutível o fato de que a Ambev é especialista no que diz respeito ao mercado cervejeiro. Com uma longa experiência nesse negócio, a empresa possui linhas que contemplam várias categorias e uma extrema penetração nos mercados nacionais e internacionais, nas mais diversas classes sociais. Ou seja, tento cervejas voltadas ao consumo em massa quanto produtos de patamar Premium, com maior valor agregado.

O segmento de bebidas alcoólicas da empresa é dividido em três subespécies, por assim dizer. A construção de tais segmentos permitem uma variedade de produtos, tomando conta de 80% do mercado brasileiro, justamente por conta deste fator. Ao segmentar seus produtos a empresa consegue uma maior escalabilidade e abrangência de mercado, no sentido de que a maioria das marcas concorrentes entre elas, e presente no mercado, são da própria empresa.

Os 3 segmentos são os seguintes:

  • Premium (maior valor agregado): Stella Artois, Budweiser, Corona, Wäls, entre outras;
  • Intermediário (core business): Bohemia, Brahma, Skol, Serra Malte, Original, Antarctica, entre outras;
  • Value (valores mais acessíveis): Nossa, Legítima, entre outras.

Ambev - ABEV3

Para fornecer essa ampla variedade de cervejas, a empresa utiliza principalmente das matérias-primas cevada, malte, lúpulo e fermento. Nesse sentido, a Companhia busca ter uma relação muito próxima com os agricultores, fornecendo incentivo ao plantio, sementes selecionadas e fertilizantes para alguns agricultores de menor porte. Apesar de todo esse trabalho, a Ambev ainda precisa importar cevada para suprir sua produção de cerveja. Então, os grãos de cevada, colhidos ou importados, são transferidos para suas maltarias e depois distribuídos para as fábricas.

Ambev - ABEV3

A partir da obtenção dos itens necessários, toda produção de cerveja é feita na empresa, em basicamente 5 fases: brasagem, adega, filtragem, degustação e envase. Ao final, após um processo que demanda muita gerência, inspeção e qualidade técnica, a linha é organizada para ser transportada a fornecedores diversos, como supermercados, bares e restaurantes.

Chopes

Ambev - ABEV3

Por fim, a empresa conta com a fabricação de chopes, com suas linhas principais: Chopp Brahma Claro e Chopp Brahma Black. O Chopp é a linha não pasteurizada da Companhia e está muito presente não apenas em bares e restaurantes como também é marca registrada em grandes eventos e festivais no país.

Bebidas Mistas

Ambev - ABEV3

A linha de bebidas mistas da Ambev é extremamente popular no cenário nacional. De acordo com a empresa :

“É a marca jovem, ousada, irreverente e inovadora: que desce redondo entre os milhões e mais diversos brasileiros.”

Atualmente, essa categoria inclui as principais Skol Beats: Sense, Secret, Spirit, GT, 150 BPM, entre outras.

Refrigerantes

Ambev - ABEV3

A categoria de refrigerantes da empresa também é muito reconhecida, pra quem pensou que a Ambev só entende de cerveja, bem pensou errado. Com o intuito de diversificar e obter maior escala no mercado nacional. Sua atuação é extremamente acertiva incluindo marcas de grande renome, como por exemplo:

  • Guaraná Antarctica
  • Citrus Antarctica
  • Soda Antarctica
  • Sukita
  • Tônica Antarctica
  • Guaraná Baré

Além disso, a empresa produz e comercializa exclusivamente os produtos da:

  • Pepsico
  • H2OH
  • Pepsi

Sucos, Isotônicos, Energéticos e outros

Ambev - ABEV3

A Companhia também atua no segmento de sucos através da marca Do bem, adquirida em 2016. Outra linha famosa da Companhia é a de isotônicos, pois ela é a responsável exclusiva pela produção e distribuição dos produtos Gatorade no mercado nacional, que possui uma extensa variedade de sabores. Como se não fosse suficiente a empresa também produz e comercializa energéticos.

A categoria de energéticos da empresa inclui sua marca própria Fusion, que mistura taurina com a guaranina, a cafeína natural do guaraná. Mais que isso, a Ambev firmou um acordo em 2019 para distribuição da bebida Red Bull no Brasil. Desse modo, a empresa internacional se beneficia da experiência e das rotas de distribuição da Ambev para expandir a distribuição de suas bebidas energéticas no Brasil.

Ambev - ABEV3

Além disto a Ambev atua com a produção e comercialização de água por meio da marca Ama. Cumprindo um fantástico papel social uma vez que 100% do lucro obtido com suas vendas é revertido para projetos de acesso à água potável no semiárido brasileiro. Por último a Ambev atua na produção de chás com sua marca Lipton. Com várias categorias, a Lipton possui seus produtos nos formatos engarrafados, sachês e em folha solta, em diversos sabores.

Atuação multinacional da Ambev

Ambev - ABEV3

A gigante do setor de bebidas está presente em 18 países. Basicamente, podemos dividir suas operações em 4 regiões:

  • Brasil
  • Canadá
  • América Latina do Sul (LAS): Argentina; Uruguai; Bolívia; Paraguai e Chile
  • América Central e Caribe (CAC): El Salvador; Guatemala; Nicarágua; República Dominicana; São Vicente e Granadinas; Dominica; Antígua e Barbuda; Cuba; Barbados; Panamá e Honduras

Brasil

Ambev - ABEV3

Nitidamente, a Ambev é a líder do mercado de bebidas no Brasil, ainda mais quando se trata do segmento alcoólico. Sob esse ponto de vista, a empresa possui um Market share expressivo, o que garante enorme força competitiva diante dos demais concorrentes.

Diante de uma longa trajetória no país, ela conseguiu desenvolver e consolidar suas marcas em praticamente todas as cidades. Sabemos que sua expansão ainda continua, e sua sólida base inclui a Brahma, Skol, Antarctica, Bohemia, Guaraná antarctica e a Pepsi. Dessa forma, grandes eventos são fundamentados com o incentivo dessas marcas, bem como há enorme marketing com celebridades internacionais.

Ambev - ABEV3

Juntamente a isso, a Companhia busca expandir com escala a categoria Premium, criando um portfólio para liderar essa tendência, e construir uma categoria Puro malte completa. Afinal, a empresa sempre busca ser a número 1 do seu mercado e para isso também vem investindo no trade marketing digital, no e-commerce e no e-retail. Em síntese, a empresa opera com mais de 35 mil colaboradores, 32 Cervejarias, 2 Maltarias e 100 Centros de distribuição direta colocados estrategicamente no Brasil.

Canadá

Ambev - ABEV3

Já neste país, as marcas predominantes são Budweiser, Stella Artois, Bud Light, Corona extra, Labatt Blue e Michelob Ultra. A Ambev tem como estratégia a expansão da sua linha Premium principalmente pelas vendas diretas ao consumidor em seus mercados locais. Ademais, existe um forte marketing por trás dessas grandes marcas, fortalecendo e globalizando ainda mais os produtos, e estabelecendo sua liderança no mercado canadense.

América Latina do Sul

Ambev - ABEV3

Nos países desse bloco, a Ambev atua principalmente com as marcas Brahma, Stella Artois, Budweiser, Pilsen, Paceña, Quilmes e Pepsi. Nesse contexto, a empresa também vem ampliando seu portfólio Premium e patrocinando grandes eventos para consolidar sua presença. A Companhia é líder de mercado em todos os países dessa subdivisão, com exceção do Chile, onde ocupa a segunda colocação.

América Central e Caribe

Ambev - ABEV3

Nesse conglomerado, a presença da fabricante de bebidas se faz sobretudo pelas marcas Brahma, Budweiser, Cerveza Modelo, Bud Light, Presidente e Pepsi. Diante de um mercado com grande potencial de expansão, a empresa realiza constantes lançamentos de marcas e produtos inovadores, além de investir fortemente em publicidade.


Breve história da empresa

A história da líder cervejeira no Brasil nos remete ao ano de 1853, quando um grupo formado por industriais paulistas adquire um terreno no bairro da Água Branca, em São Paulo. Ali seria constituída a matriz da Companhia Antarctica Paulista. No mesmo ano, a Bohemia, a primeira cervejaria do Brasil, estava sendo fundada em Petrópolis- RJ, por outros empresários.

Ambev - ABEV3

Em 1888, o suíço Joseph Villiger abre uma pequena oficina com o nome de Manufactura de Cerveja Brahma & Villeger & Companhia no Rio de Janeiro -RJ. Seis anos mais tarde, ele se junta à Cervejaria Georg Mascke & Cia e aperfeiçoa sua produção.

Após mais de 50 anos de expansão, em 1904 a Companhia Antarctica Paulista adquire uma grande cervejaria na Mooca, tornando-a sua principal produtora. Na segunda década do século XX, a empresa lança a Soda Limonada Antarctica e a Água Tônica Antarctica. O ano de 1921 foi marcado pelo início da produção e comercialização do Guaraná Champagne Antarctica.

Ambev - ABEV3

Pouco tempo depois, em 1930, a Brahma adquire a Companhia Guanabara, de São Paulo. Esse ano marca o início da produção da cerveja Brahma Chopp no estado. Já em 1941, a Antarctica passa a controlar a Companhia Adriática, do Paraná, produtora da Cerveja Original. Em 1961, a Cervejaria Bohemia passa para o controle da Antarctica.

Ambev - ABEV3

Um grande passo para a expansão global da Companhia se deu em 1976, quando Europa, Estados Unidos e Ásia passaram a importar os produtos da agora grande empresa Antarctica. Apenas dois anos depois, ela segue sua ampliação e assume o controle da Cervejaria Serramalte.

Em 1980, a Brahma, também visando sua expansão, adquire o controle acionário das Cervejarias Reunidas Skol Caracu S.A., fabricante da Cerveja Skol. Um grande marco para sua consolidação no segmento de não-alcoólicos ocorreu em 1984, quando a Pepsi Cola chega ao Rio de Janeiro devido ao acordo entre a Brahma e PepsiCo Internacional para a fabricação, comercialização e distribuição do refrigerante.

O surgimento da Ambev agora passa a ser mais claro, no momento em que as rivais Antarctica, controlada pela Fundação Zerrenner, e Brahma, controlada pelos senhores Jorge Paulo Lemann, Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto da Veiga Sicupira, deixaram de lado sua histórica disputa nacional. Portanto, em 1990, ambas se associaram para disputar, juntas, o consumidor internacional. Finalmente, a multinacional Ambev foi constituída como Aditus Participações S.A. em 14 de setembro de 1998.

Ambev - ABEV3

Seguindo seu desenvolvimento, a Ambev lança a Boehmia Weiss, a Bohemia escura e a Skol Beats em 2003. Nesse mesmo ano, a Companhia acelerou sua expansão internacional através de uma transação com a Quinsa, estabelecendo uma presença de liderança nos mercados de cerveja da Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai. Entretanto, sua fixação como líder global nitidamente ocorre no ano de 2004, quando a Ambev se junta a Interbrew, na Bélgica, dando origem à Inbev.

Em 2004, a cerveja Quilmes chega ao Brasil como resultado daquela parceria entre a brasileira AmBev e a argentina Quinsa.

Com toda certeza, a ampliação rápida e a compra de outras fabricantes sempre esteve no DNA da Companhia. Diante disso, após comprar a cervejaria americana Anheuser-Busch em 2008, a multinacional agora denominada AB Inbev passa a controlar quase metade do mercado de cervejas nos EUA.

Em 2011, a famosa cerveja Budweiser passa a ser vendida no Brasil e 3 anos mais tarde ocorre a inclusão da marca Corona no portfólio Premium.

O crescimento via aquisição em série não para por aí e incrivelmente em 2015 a Anheuser-Busch InBev compra a SAB Miller.

Ambev - ABEV3

Por fim, em 2016, a Ambev entra no mercado de sucos e chás a partir da aquisição da marca Do Bem.

Mais recentemente, em 2018, a subsidiária canadense da Companhia, Labatt Brewing Company Ltd. estabeleceu parceria com a High Park Farms Ltd., pioneira global na produção e distribuição de cannabis, com o principal propósito de pesquisar bebidas não alcoólicas contendo extratos de cannabis para possível comercialização somente no Canadá. Não sozinha nessa empreitada, a Ambev entra no futuro mercado bilionário de bebidas derivadas de cannabis e continua em passos largos na sua expansão global.

Ambev - ABEV3


Diretoria

Jean Jereissati Neto (Diretor Presidente)

Lucas Machado Lira (Diretor Financeiro, de Relações com Investidores e Serviços Compartilhados)

Eduardo Braga Cavalcanti de Lacerda (Diretor Comercial e de Refrigerantes)

Ricardo Morais Pereira de Melo (Diretor de Gente e Gestão)

Mauricio Nogueira Soufen (Diretor Industrial)

Eduardo Eiji Horai (Diretor de Tecnologia da Informação)

Ricardo Gonçalves Melo (Diretor de Relações Corporativas e Compliance)

Rodrigo Figueiredo de Souza (Diretor de Suprimentos )

Paulo André Zagman (Diretor de Logística)

Leticia Rudge Barbosa Kina (Diretora Vice-Presidente Jurídica)

Daniel Cocenzo (Diretor de Vendas)

Ricardo Dias Mieskalo Silva (Diretor de Marketing)


Conselho administrativo

Victorio Carlos De Marchi (Co-Presidente e Conselheiro)

Carlos Alves de Brito (Co-Presidente e Conselheiro)

Milton Seligman

Roberto Moses Thompson Motta

José Heitor Attilio Gracioso

Vicente Falconi Campos

Luis Felipe Pedreira Dutra Leite

Nelson José Jamel

Cecília Sicupira

Marcos de Barros Lisboa

Antonio Carlos Augusto Ribeiro Bonchristiano

Michel Dimitrios Doukeris

Carlos Eduardo Klutzenschell Lisboa


Principais concorrentes

Cervejaria Petrópolis

Heineken


Perspectiva para o futuro

Como vimos, é inquestionável que a Ambev é uma empresa gigante, com sólida posição e operação nos países em que atua. Evidentemente, suas marcas foram construídas ao longo dos anos e atingiram ótima posição no que diz respeito a sua posição no mercado. Assim, deverá investir maciçamente no comércio online e no aprimoramento de sua distribuição, permanecendo mais próxima de seus clientes. Mais que isso, a empresa objetivará o ganho de escala, reduzindo os custos de produção e vendas, de forma sustentável e eficiente.

Essa transformação tecnológica deu seus primeiros passos com a estratégia de utilização do Venda Certa, Parceiro Ambev, HBSIS e Draftline. Todavia, tal mudança é sempre inovadora e a Companhia possui um futuro desafiador neste negócio.

Quando se trata do crescimento sustentável, a empresa objetiva melhorar a gestão ambiental na agricultura, reestruturar sua matriz energética para fontes renováveis e estabelecer 100% de suas embalagens de forma sustentável. Além disso, a empresa tem como meta eletrificar sua frota de distribuição, contribuindo para menor poluição atmosférica.

Ambev - ABEV3

No mais, a Ambev ainda pode participar com grande presença de um amadurecimento do mercado cervejeiro no Brasil e em alguns países que atua. Isso fica nítido quando vemos que muitos países ainda consomem pouca quantidade de bebidas alcoólicas per capita quando comparados a países mais desenvolvidos. Por fim, a Ambev tende a se beneficiar também de um desenvolvimento da economia e do consumo, tendo em vista uma das características do setor em que se encontra.

Ambev - ABEV3


Composição acionária

ABEV3 Acionista Percentual
1 Interbrew International B.V 53,65%
2 Ambrew S.A. 8,18%
3 Fahz - Fundação Antonio E Helena Zerrenner Inb 10,23%
4 Ações em Tesouraria 0,02%
5 Free Float 27,92%

Qual sua opinião sobre a empresa?