Log-In Logística Intermodal

Avaliação dos usuários
Empresa Ainda não foram feitas avaliações
Gestão Ainda não foram feitas avaliações
Ticker LOGN3
Presidente da empresa Marco Antonio Souza Cauduro
Alavancada? Sim
Registra lucro? Sim
Histórico de distribuição de dividendos

A Log-In distribuiu dividendos nos anos de 2008 e 2009. Acesse para conferir o histórico de pagamento de dividendos.

Prêmios Prêmio ILOS de Logística 2009, 2013 e 2015 / Prêmio Segurança no Mar 2015 / Prêmio Maiores e Melhores do Transporte e Logística 2009
Participação do Estado 0%
Ano de fundação 1973
Ano do IPO 2007
Setor de atuação Bens Industriais
Recuperação judicial? Não
Tamanho da empresa Small Cap
Links úteis
  1. RI da empresa
  2. Fundamentos Log-In
Principais produtos

A Log-In planeja, gerencia e opera as melhores soluções para a movimentação de cargas, desde a coleta do produto na origem até a entrega no destino, por meio da Cabotagem, complementada por transporte rodoviário.

O que a empresa faz?

A Log-in Logística Intermodal atua no planejamento, gerenciamento e operação de soluções para movimentação de cargas através da Cabotagem, complementada por transporte rodoviário.

Sendo assim, através de soluções customizadas que vão desde o planejamento logístico até a entrega dos produtos, a empresa consegue proporcionar uma redução de custos logísticos para os clientes.

Log-In Logística Intermodal - LOGN3

Desse modo, dentre as vantagens que a empresa proporciona para os clientes temos:

  • Redução da emissão de CO2 na atmosfera;
  • Integridade da carga;
  • Flexibilidade e confiabilidade;
  • Redução de custos logísticos.

A Log-in Logística Intermodal atua por meio da sua rede integrada que facilita a movimentação portuária e também o transporte porta-a-porta.

Sendo que isso é possível pois ela conta com uma extensa malha intermodal o que possibilita a abrangência geográfica de todo o Brasil e do Mercosul. Enfim, os serviços da Log-in Logística Intermodal são:

  • Terminal Portuário: Envolve a administração e operação de um terminal portuário de contêineres, localizado no Espírito Santo, o Terminal de Vila Velha (TVV).
  • Terminais Intermodais: Operações de terminais terrestres intermodais integrados aos serviços da Navegação Costeira;
  • Navegação Costeira: É o transporte marítimo que compreende portos localizados na costa brasileira e no Mercosul. Ele é integrado com o serviço contratado para transporte rodoviários de curta distância.

Log-In Logística Intermodal - LOGN3

Em relação à navegação costeira a empresa atua com contêiner e veículos. No primeiro caso, ela oferece o serviço de transporte de contêineres na costa brasileira e Mercosul.

Ela faz isso por meio do: Serviço Amazonas (SAM), que percorre a rota regular entre as regiões Sul e Norte do Brasil e o Serviço Atlântico Sul (SAS) que faz a rota que liga o Brasil aos países do Mercosul.

Hoje em dia a Log-in Logística Intermodal opera com uma frota composta com 6 navios porta-contêineres, sendo 4 navios próprios e 2 sendo construídos em estaleiro brasileiro.

Já na navegação costeira com veículos, a empresa faz a operação de veículos em navios Roll On Roll Off. Ou seja, os veículos são transportados por empilhadeiras para dentro do navio.

O Terminal de Vila Velha, é um terminal focado na movimentação e armazenação de contêineres e carga geral. Sendo que ele conta com uma boa infraestrutura para distribuição interna de cargas por meio de modais rodoviários, ferroviários e marítimos.

Além disso, o terminal possui uma boa área de armazenagem e conta com uma área destinada para produtos alimentícios e de saúde não refrigerados. Por fim, em relação aos terminais intermodais, a Log-in possui o Terminal de Itajaí e o Terminal do Guarujá.

Log-In Logística Intermodal - LOGN3

No terminal de Itajaí são oferecidos os serviços de armazenagem, separação e crossdocking. Ele tem uma área total de 44 mil m² e está localizado a 12 km do porto de Navegantes, em Santa Catarina.

Por outro lado, o Terminal do Guarujá está situado dentro da planta de um cliente e tem como objetivo suportar as suas operações.

Enfim, a Log-in Logística Intermodal atende mais de 1,5 mil clientes compostos por empresas brasileiras e multinacionais com operações tanto no Brasil, quanto no Mercosul. No total, já foram mais de 2,5 milhões de coletas e entregas.


Breve história da empresa

A história da Log-in Logística Intermodal começa em junho de 2007, quando ela deixa de ser uma subsidiária da Vale e entra na Bolsa de Valores como a primeira empresa de logística a aderir ao nível de governança de Novo Mercado.

Log-In Logística Intermodal - LOGN3

No início a empresa contava com 5 navios de operação e transportava tudo o que pudesse ser transportado em um contêiner, desde remédios até carros.

Ainda em 2007, a empresa comprou os primeiros navios próprios: o Log-in Amazônia e o Log-in Pantanal. No ano seguinte a empresa deu início a um plano de investimento que envolvia a construção de 7 navios.

Em 2008 a Log-in também lançou o serviço de Cabotagem com escalas em Montevidéu e iniciou as operações próprias de transporte rodoviário de cargas, tendo como foco os serviços complementares ao transporte ferroviário e marítimo.

Já em 2010 novos navios porta-contêineres e graneleiros passaram a ser construídos no Brasil. Em 2011 a empresa lançou ao mar o navio Log-in Jacarandá que além de ser o primeiro navio próprio da Log-in, foi também o primeiro navio porta-contêiner construído no Brasil neste século.

Log-In Logística Intermodal - LOGN3

Ainda em 2011 a foi lançado o Log-in Jatobá. Em 2012 a empresa lançou ao mar o Log-in Tambaqui, o seu primeiro navio graneleiro e também inaugurou as operações logísticas do Terminal de São Francisco do Sul (SC).

No ano seguinte, a empresa lançou o Log-in Tucunaré, o seu segundo navio graneleiro. No ano de 2016 a empresa fechou o contrato de venda dos navios Log-in Tambaqui e Log-in Tucunaré e em 2017 foi feita a venda do navio Log-in Amazônia.

Ainda em 2017 a empresa descontinuou as suas operações no Terminal de São Francisco do Sul para que novas operações logísticas pudessem ser feitas no Terminal de Itajaí, em Santa Catarina.

Em 2020 a Log-in renovou o Contrato de Arrendamento do Terminal Portuário de Vila Velha (ES), por mais 25 anos. O objetivo da empresa é investir mais de meio bilhão de reais em melhorias e modernização durante o período de vigência do contrato.

Log-In Logística Intermodal - LOGN3

Por fim, em 2021 a empresa adquiriu um novo navio porta-contêiner e iniciou as operações em um terminal exclusivo para veículos no Porto de Vitória, com capacidade para armazenamento estático de até 1.600 carros.


Diretoria

Marco Antonio Souza Cauduro (Diretor Presidente)

Gisomar Francisco de Bittencourt Marinho (Diretor Financeiro e de Relações com Investidor)

Marcio Arany da Cruz Martins (Diretor Comercial)

Mauricio Trompowsky Costa Ramos (Diretor de Operações)

Andréa Santos Simões (Diretora de Gente e Gestão)

Ilson José Hulle Filho (Diretor de Terminais)


Conselho administrativo

Eduardo de Salles Bartolomeo (Presidente do Conselho de Administração)

Marco Antonio Souza Cauduro (Vice Presidente do Conselho de Administração)

Fabíola Ribeiro dos Santos

Maurício Menezes

Flavio Souto Boan


Principais concorrentes

Santos Brasil (STBP3)

Wilson sons (WSON33)


Perspectiva para o futuro

Durante a sua trajetória a empresa adquiriu novos navios e buscou aperfeiçoar a sua atuação com o intuito de crescer no mercado. Sendo assim, certamente no futuro ela irá continuar usando essa estratégia de crescimento. 

Por exemplo, em 2019 a Log-in Logística Intermodal fez um follow on de 43.7000.000 novas ações. Com isso, ela teve um aumento de capital de R$ 634 milhões. Sendo que esse montante foi levantado justamente para que a empresa pudesse realizar novos investimentos.

Log-In Logística Intermodal - LOGN3

Além disso, vale destacar que a empresa pode ter um papel de destaque no futuro em relação a sustentabilidade.

Em resumo, fora o desmatamento de florestas, o setor de transportes é o principal emissor de CO2 na atmosfera, sendo que o modal rodoviário é o maior responsável por essas emissões.

Nesse sentido, o uso de transportes marítimos pode contribuir com a cultura da eficiência ambiental e na redução da emissão de gases poluentes.


Composição acionária

LOGN3 Acionista Percentual
1 Alaska Investimentos Ltda. 36,27%
2 Itaú Unibanco S.A. 5,13%
3 Sul América Investimentos DTVM S.A. 4,96%
4 Ações em Tesouraria 1,16%
5 Free Float 52,49%

Qual sua opinião sobre a empresa?