Mangels

Avaliação dos usuários
Empresa Ainda não foram feitas avaliações
Gestão Ainda não foram feitas avaliações
Ticker MGEL4
Fundador Max Mangels Junior e Heinrich Kreutzberg
Presidente da empresa Fábio Mazzini
Alavancada? Sim
Registra lucro? Não
Histórico de distribuição de dividendos

A empresa distribuiu dividendos no período entre 1998 a 2011 com algumas exceções no período. Acesse para conferir o histórico de pagamento de dividendos.

Prêmios Melhor Fornecedor do Ano Ultragaz / Prêmio de Inovação no Ano Ultragaz / Prêmio GLP de Inovação e Tecnologia - Projeto Botijão P-13 Leve / Prêmio GLP de Inovação e Tecnologia - Projeto Botijão P-10 / Prêmio Época Negócios 360º / 12° Prêmio Top Engenharias / Selo Platina APIMEC (17 anos consecutivos)
Participação do Estado 0%
Ano de fundação 1928
Ano do IPO 1971
Setor de atuação Materiais Básicos
Recuperação judicial? Não
Tamanho da empresa Small Cap
Links úteis
  1. RI da empresa
  2. Fundamentos da Mangels
Principais produtos

Os principais produtos da empresa são:

  • Roda de alumínio
  • Botijões de gás de cozinha
  • Reservatórios de ar
  • Eixo Traseiro

O que a empresa faz?

A Mangels atua como fornecedora das maiores empresas da indústria de automóveis, caminhões, motos, ônibus, eletrodomésticos a todas as empresas de gás do Brasil, além de forte atuação internacional. Os produtos oferecidos pela empresa são:

Rodas: A Mangels produz rodas originais para automóveis e veículos comerciais leves para as maiores montadoras presentes na América Latina. A empresa trabalha com rodas de aros de 13 a 20 polegadas, com vários tipos de acabamentos como, por exemplo, rodas pintadas e diamantadas.

Mangels - MGEL4

Vasilhames GLP: A Mangels foi pioneira, em 1938, na fabricação do botijão de gás liquefeito de petróleo (GLP). Atualmente a maioria dos lares brasileiros e da maioria dos países da América Latina, conta com os botijões da Mangels. 

Além da fábrica onde os vasilhames são produzidos, a empresa conta ainda com um centro de destroca e seis oficinas de requalificação de vasilhames de GLP, onde os botijões e cilindros são recuperados segundo as normas da ABNT e ANP.

Reservatórios de ar: Através dos produtos reservatórios de ar, a Mangels tem atuação no mercado de veículos pesados, compressores de ar e máquinas agrícolas. 

Os reservatórios de ar são essenciais para os sistemas de freios de ônibus, caminhões e máquinas agrícolas. Com este produto, a Mangels atende às principais montadoras de veículos pesados do Brasil e importantes fábricas de compressores.

Eixo traseiro: A Mangels realiza a produção de eixos traseiros para alguns modelos de veículos leves. Com este produto a companhia atende montadoras e empresas sistemistas do mercado automotivo. 

Mangels - MGEL4

Além dos produtos oferecidos, a Mangels atua ainda por meio de um Centro de Serviços de Aços (CSA), localizado no Polo Industrial de Manaus, desde 2008. O local possui cerca de 15.000 de área total e tem capacidade instalada de 25 mil toneladas/ano no processamento de aço plano para estamparia.

Atendendo aos segmentos de motocicletas, eletrônicos e acessórios e componentes para ferragens, a Mangels usa as linhas de corte longitudinal, transversal e recorte para o fornecimento de rolos, blanks e chapas de aço de baixo carbono e alta resistência.


Breve história da empresa

Em 1928 Max Mangels Junior e Heinrich Kreutzberg fundaram a Mangels & Kreutzberg Ltda. A empresa realizava a produção de baldes galvanizados em uma pequena fábrica no bairro da Mooca, em São Paulo. 

Dez anos depois, a empresa atendeu ao pedido da Cia. Ultragaz e passou a produzir botijões de gás liquefeito de petróleo (GLP). Posteriormente, a empresa desenvolveu o P13, um botijão com capacidade de 13 kg de gás, que acabou se tornando o modelo oficial de vasilhame para GLP de uso doméstico no Brasil. 

Mangels - MGEL4

Já em 1958 a Mangels passou a produzir rodas de aço para veículos leves e em 1963 a empresa mudou o seu nome para Mangels Industrial S/A. Em sua trajetória de crescimento, a empresa comprou em 1966 a Bratal Ferro e Aço S/A, um Centro de Serviço de Aço. 

Com essa aquisição, a Mangels passou a ser também uma companhia de serviço e distribuição de aço plano. Com o passar dos anos, para expandir a sua atuação, a empresa também investiu em uma nova fábrica de aço relaminados em São Bernardo do Campo (SP) e uma nova fábrica de cilindros para GLP em Três Corações (MG). 

Um detalhe importante sobre a história da Mangels, é que em 2013 ela teve que recorrer à recuperação judicial para se reestruturar operacional e financeiramente. Sendo que o seu plano foi homologado em dezembro de 2014.

Poucas empresas conseguem sobreviver à uma recuperação judicial. Mas a Mangels conseguiu e em 2017 houve o encerramento da sua recuperação judicial, homologado na 2ª Vara de Falência e Recuperação Judicial de São Paulo. 

Mangels - MGEL4

Desde então a empresa continua com forte atuação no mercado e em 2018 ela recebeu a certificação IATF 16949 e o Upgrade da ISO 9001. Em 2019 ocorreu lançamento da nova linha de pintura com Verniz Acrílico. Sendo que a empresa foi a primeira na América do Sul a oferecer ao mercado esse tipo de acabamento.


Diretoria

Fábio Mazzini (Diretor Presidente)


Conselho administrativo

Robert Max Mangels (Presidente)

Mark Ross Mangels (Vice Presidente)

Susan Jane Mangels Cox

Alan Robert Mangels

Antonio Farina

Cristine Mangels Vieira


Principais concorrentes

Panatlantica (PATI3)

Schulz (SHUL3)


Perspectiva para o futuro

Com a sua recuperação judicial, a Mangels passou por uma série de medidas e agora possui uma gestão mais enxuta, ágil e focada em oferecer produtos inovadores e de alta qualidade.

Com a sua reestruturação a empresa buscou não apenas fortalecer a relação com as empresas parceiras, mas também conquistar novos clientes e desenvolver novos projetos.

Mangels - MGEL4

Com os investimentos realizados e a reestruturação da empresa, espera-se que ela aumente ainda mais a sua atuação no mercado e lance novos produtos, à exemplo da linha de pintura com Verniz Acrílico.


Composição acionária

MGEL4 Acionista Percentual
1 Robert Max Mangels 23,734%
2 Fundo de Investimento de Ações Organon 6,46%
3 José Antonio Bortoluzzo Neto 10,764%
4 Antonio Farina 4,844%
5 André Ricardo Beim 7,93%
6 Mangels S.A. 0,001%
7 Clube de Investimento Valore 7,81%
8 Outros 38,457%

Qual sua opinião sobre a empresa?