Pague Menos

Avaliação dos usuários
Empresa
  5 de 5
Gestão
  5 de 5
Ticker PGMN3
Fundador Francisco Deusmar de Queirós
Presidente da empresa Mário Henrique Alves de Queirós
Alavancada? Não
Registra lucro? Sim
Histórico de distribuição de dividendos

A empresa distribuí proventos consecutivamente desde 2016. Acesse para conferir o histórico de pagamento de dividendos.

Prêmios Prêmio Destaque Empresarial – segmento Farmácia - ES / Troféu Top of Mind – BA / 18° Top of Mind 2019 – RN / 22° JC Recall de Maras 2019 – PE / 16° Prêmio Ebit Melhores do E-commerce – Categoria Saúde 2019 / Prêmio Top of Wellness 2018 / Marcas Preferidas 2017 (Recife - PE)
Participação do Estado 0%
Ano de fundação 1981
Ano do IPO 2020
Setor de atuação Saúde
Recuperação judicial? Não
Tamanho da empresa Small Cap
Links úteis
  1. RI da empresa
Principais produtos

A Pague Menos é uma empresa do varejo farmacêutico que atua com uma rede de lojas em todo Brasil. Portanto, seus principais produtos são:

  • Medicamentos de referência (marca) e genéricos, sujeitos à prescrição médica;
  • Produtos OTC (over the counter – produtos fora do balcão), incluindo medicamentos isentos de prescrição e produtos polivitamínicos;
  • Artigos de higiene e beleza;
  • Medicamento Manipulados.

O que a empresa faz?

A Pague Menos é uma empresa do varejo farmacêutico, sendo a terceira maior rede de farmácias em termos de quantidade de lojas no Brasil. De forma geral, a companhia é gerida sobre o conceito de drugstore, ou seja, possui tanto medicamentos de marcas como genéricos. Além disso, a Pague Menos também oferece produtos de higiene e limpeza, bem como produtos polivitamínicos e itens de perfumaria.

Pague Menos - PGMN3

Nos mercados do Norte e do Nordeste, por exemplo, a Pague Menos é líder em market share. Além disso, a rede conta com 1.112 lojas, em 327 municípios brasileiros. Portanto, seus principais produtos são:

  • Medicamentos de referência (marca) e genéricos, sujeitos à prescrição médica;
  • Produtos OTC (over the counter – produtos fora do balcão), incluindo medicamentos isentos de prescrição e produtos polivitamínicos;
  • Artigos de higiene e beleza;
  • Medicamento Manipulados.

O modelo de negócios da empresa é estruturado na venda de produtos e serviços que atendem à saúde e bem-estar dos clientes. Neste caso, a Pague Menos realiza a venda de medicamentos formulados por farmácias de manipulação, ou seja, produtos sob medida para clientes que buscam por itens personalizados.

Pague Menos - PGMN3

Além dos medicamentos produzidos por farmácias de manipulação, a rede de farmácias Pague Menos também possui mais de 1,3 mil produtos exclusivos, além dos produtos de marca própria. Em relação aos produtos de marca própria, a rede de farmácias trabalha com as marcas Pague Menos, Power Vita, Amorável e Daufe, com foco principal em artigos de higiene, perfumaria, conveniência e vitaminas.

Modelo de negócios

Em síntese, o modelo utilizado pela Pague Menos é multicanal, ou seja, com possibilidade de vendas por site, aplicativo ou celular. Além disso, a rede de farmácias é conhecida por trabalhar com um modelo de negócios inovador, o hub integrado de saúde ou o Clinic  Farma, como é chamado pela rede de farmácias.

Pague Menos - PGMN3

Ou seja, por meio desse sistema, é possível que os clientes tirem dúvidas sobre os medicamentos disponíveis na farmácia, além de entender mais sobre problemas de saúde corriqueiros. Outra possibilidade do sistema é que os clientes podem revisar a medicação prescrita pelos médicos, além de:

  • fazer avaliação corporal;
  • exames laboratoriais;
  • vacinação;
  • serviços de aferição de pressão e glicemia, etc.

Produtos e-commerce

A Pague Menos ampliou a oferta dos produtos disponibilizando o catálogo de medicamentos de forma online, ou seja, um serviço de telemedicina onde os clientes conseguem adquirir prescrições médicas de forma digital. O Clinic Farma, por exemplo, está disponível no serviço de telemedicina, ampliando ainda mais os benefícios da Pague Menos aos clientes.

Pague Menos - PGMN3

Outro diferencial da rede de farmácias Pague Menos é a solução omnichannel, onde a empresa realiza as vendas virtuais integradas às lojas físicas. As vendas feitas pelo site, por exemplo, são entregues por lojas especializadas, que são utilizadas como pontos “last mile”.

Cartão Pague Menos

A rede de farmácias Pague Menos conta, ainda, com um cartão próprio, o Sempre Pague Menos. A proposta da rede farmacêutica com o cartão é disponibilizar descontos diferenciados nos produtos que são vendidos pela empresa, que já conta com mais de 35 milhões de pessoas cadastradas no programa de fidelidade.

Pague Menos - PGMN3

Além disso, a Pague Menos possui 5 centros de distribuição espalhados pelos Brasil, localizados em Fortaleza, na região Norte, em Pernambuco, Goiás, Bahia e Minas Gerais, na cidade de Contagem.


Breve história da empresa

A história da Pague Menos teve início, em 1981, com a abertura da primeira Farmácia Pague Menos, em Fortaleza, capital do Ceará. Desde a fundação da empresa, fundada por Francisco Deusmar de Queirós, o desenvolvimento da farmácia sempre foi baseado nas palavras “Inovação”, “Conveniência” e “Cidadania”. Com isso, a empresa farmacêutica logo conquistou a preferência do mercado cearense.

Pague Menos - PGMN3

Não demorou muito para que o Brasil começasse a voltar os olhos para as ações inovadoras da Pague Menos. Na época da abertura da primeira farmácia Pague Menos, as ações da farmácia eram ousadas para o setor que, até então, não contava com um loja exclusiva para venda de remédios.

Em 1985, a Pague Menos começou a investir em programas sociais e, assim, criou o Programa de Doação de Cadeiras de Rodas, além do Programa de Doação de Ambulâncias. No mesmo ano, a farmácia criou o conceito de “drugstore”, onde passou a oferecer um ambiente de loja diferenciado aos clientes.

Inovação e crescimento

Em 1989, a Pague Menos inovou ao oferecer, como serviço nas lojas físicas, a opção de pagar contas de luz, telefone, água, além da venda de vale-transporte. Com isso, a farmácia contribuiu com os bancos da época, já que o serviço de pagamento de contas simples era feito apenas pelas instituições financeiras.

Pague Menos - PGMN3

Após alguns anos, em 1993, com o intuito de produzir medicamentos e cosméticos manipulados, foi inaugurada a Farmácia de Manipulação Pague Menos. Já em 1998, a Pague Menos o próprio cartão de crédito, destinado à contribuir com descontos nos medicamentos oferecidos pela farmácia, além de poder ser utilizado em diversos estabelecimentos do país.

Com a chegada dos anos 2000, mais uma inovação promovida pela Pague Menos. Dessa vez, a criação do SAC Farma, um atendimento gratuito, destinado à prestação de informações sobre medicamentos e situações de emergência corriqueiras. Em 2003, a Pague Menos criou mais um programa social, o Programa Infância Feliz Pague Menos.

Pague Menos - PGMN3

Farmácia popular e responsabilidade social

O conceito de farmácia popular foi implantado pela Pague Menos, em 2006, por meio de uma parceria com o Governo Federal. Com isso, o programa foi implementado em todas as lojas da rede de farmácias espalhadas pelo Brasil, oferecendo medicamentos específicos de forma gratuita e descontos de até 90%.

Pague Menos - PGMN3

No mesmo ano, a Pague Menos ciou a AME, estrutura especializada em fornecer medicamentos especiais para quem necessita de cuidado para tratamento de patologias específicas. Além disso, a rede de farmácias intensificou as ações do projeto Doação de Ambulâncias e beneficiou diversas instituições sociais em todo o país.

Ao longo os anos, a quantidade de lojas espalhadas pelo Brasil só aumentou. Em 2018, já eram mais de 1000 em Fortaleza, no Ceará. A última farmácia inaugurada da rede Pague Menos, possui três andares e conta com setor de dermocosméticos e área de café, sendo a maior farmácia da América Latina.

Pague Menos - PGMN3

Atualmente, as farmácias Pague Menos estão presentes nos 26 estados Brasileiros e no Distrito Federal, com 1.123 lojas e 822 unidades do Clinic Farma. Além disso, conta com mais de 20 mil colaboradores, responsáveis pela atuação nos 327 municípios brasileiros.


Diretoria

Mário Henrique Alves de Queirós (Diretor Presidente)

Luiz Renato Novais (Diretor Vice-Presidente Financeiro e de Relações com Investidores)

Jorge Alexandre Jubilato Araújo (Diretor Vice-Presidente de Gente, Jurídico e Administrativo)

Marcos Ricardo Colares (Diretor Vice-Presidente Comercial e Supply)

José Carlos Rafael de Assis Vasquez (Diretor Vice-Presidente de Operações, Digital e Expansão)

Pedro Ronaldo de Carvalho Praxedes (Diretor Vice-Presidente de Tecnologia da Informação)

César Heiki Tanaka (Diretor Jurídico)

Thiago da Cunha Peixoto Ladeira (Diretor de Gerenciamento de Categorias e Pricing)

Samir Mesquita Inácio (Diretor de Digital)

Afro José Campos de Vasconcelos (Diretor de Infraestrutura de Tecnologia)

Marcos Antônio Almeida Silva (Diretor de Aplicações de Tecnologia)

Marcos Ricardo Colares (Diretor de Marketing)


Conselho administrativo

Francisco Deusmar de Queirós (Presidente do Conselho)

Josué Ubiranilson Alves (Vice-Presidente do Conselho)

Rosilândia Maria Alves de Queirós Lima

Paulo José Marques Soares

Manuela Vaz Artigas

Patriciana Maria de Queirós Rodrigues

Martin Emiliano Escobari Lifchitz

Pedro Pullen Parente

Carlos Henrique Alves de Queirós


Principais concorrentes

Raia Drogasil (RADL3)

Grupo Dimed (PNVL3,PNVL4)


Perspectiva para o futuro

Como visto, a Pague Menos é a única rede de farmácias que possui lojas em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. Um dos pontos de chamam atenção é o modelo de negócios baseado no conceito de Clinic Farma. Inclusive, modelo que adotado em farmácias de outros países, como Estados Unidos, por exemplo, e que possui grande adesão dos clientes.

Com a adoção da Clinic Farma, a Pague Menos dispara na frente de outras farmácias, principalmente em relação às farmácias menores. Ou seja, como o setor farmacêutico conta com lojas muito parecidas, especialmente na oferta de produtos, qualquer forma de diversificação é um atrativo a mais.

Pague Menos - PGMN3

Nitidamente, além da Clinic Farma, as demais ações adotadas pela Pague Menos contribuem para o crescimento e a adesão de mais clientes, além de aumentar, consideravelmente, o número de vendas. Em relação ao setor farmacêutico, as projeções futuras são promissoras, já que é um mercado com bom crescimento, principalmente nas regiões Sul e Sudeste, onde a Pague Menos ainda não possui muitas lojas.

Portanto, principalmente agora com a recente abertura de capital, a Pague Menos deve investir, de maneira mais centralizada, na expansão da rede de farmácias pelo Brasil, com a abertura de novas lojas, a modernização do parque de lojas e dos centros de distribuição.

Além disso, é possível esperar maior investimento em tecnologia e na Clinic Farma, com a ampliação de acompanhamento individualizado e acesso online de diversos serviços. Por fim, a projeção da Pegue Menos para 2022, por exemplo, é estar presente em 400 cidades do Brasil, com um total de 1.600 lojas em funcionamento.


Qual sua opinião sobre a empresa?