Dólar subiu com desafios da inflação nos EUA e a posição do Fed, tem mais um cliente para o frango brasileiro e o preço do petróleo sobe enquanto a Copel renova concessões

Ouça as notícias pelo nosso podcast! Bom dia, Investidor Sardinha. Este é mais um Soco Matinal com as principais notícias do dia no mercado financeiro e no mundo, tudo em 5 minutos, para você já começar o dia zonzo. Hoje é sexta-feira, dia de maldade Dia de receber SMS do chefe antes do horário do […]

13 de outubro de 2023 - por Evelyn


Ouça as notícias pelo nosso podcast!

Bom dia, Investidor Sardinha. Este é mais um Soco Matinal com as principais notícias do dia no mercado financeiro e no mundo, tudo em 5 minutos, para você já começar o dia zonzo.

Hoje é sexta-feira, dia de maldade

Dia de receber SMS do chefe antes do horário do trabalho

E fingir falando que não viu porque o celular fica silenciado

Hoje é sexta-feira, dia de maldade

Dia de levar marmitinha fitness pro trabalho, mas comer na feirinha

De comprar pastel, caldo de cana ou coxinha

E ainda passar no mercado na volta pra comprar mais uma bobeirinha

IBOVESPA

E voltamos do feriadinho com más notícias: enquanto a gente estava curtindo, as bolsas por aí não deram bons resultados.

Entretanto, antes de mais nada, vamos ver o que rolou no nosso último pregão por aqui? O Ibovespa (IBOV) até teve um aumentinho no dia 11/10/2023: alta de 0,27%, fechando em 117.050 pontos. Não teve muita negociação, por conta do volume negociado, R$ 18 bilhões. Bem baixinho na véspera de feriado.

Tudo o que tivemos foram as questões sobre a inflação aqui no Brasil e a ata do Fed falando sobre a manutenção da taxa de juros dos EUA e a percepção sobre aumento da taxa, mas com cautela.

Por outro lado, ontem tivemos os dados de inflação nos EUA que vieram acima das expectativas e lá vem: dólar pra cima até o momento, assim como os índices futuros da nossa bolsa já se mostram negativos.

AO MESMO TEMPO TIVEMOS OS SEGUINTES DESTAQUES DO ÚLTIMO PREGÃO

De antemão, as ações que se saíram bem dentro do índice:

  • Gol (GOLL4): R$ 7,11 (+4,56%)
  • Carrefour (CRFB3): R$ 9,79 (+3,27%)
  • Alpargatas (ALPA4): R$ 7,69 (+2,67%)
  • BTG Pactual (BPAC11): R$ 31,89 (+2,57%)
  • Azul (AZUL4): R$ 13,64 (+2,33%)

Por outro lado, os tickers com os piores desempenhos:

  • IRB (IRBR3): R$ 40,97 (-6,89%)
  • Magazine Luiza (MGLU3): R$ 1,91 (-4,02%)
  • GPA (PCAR3): R$ 3,61 (-3,73%)
  • Grupo Soma (SOMA3): R$ 6,06 (-3,50%)
  • Rede D’or (RDOR3): R$ 24,31 (-3,34%)

Nesse meio tempo, vamos ver o que rolou nos Fundos Imobiliários:

IFIX

O IFIX encerrou o dia com uma variação positiva de +0.10%, fechando em 3.184 pontos. No acumulado do mês, o índice apresenta uma queda de 1.1%, enquanto no acumulado do ano registra um aumento de 11.04%.

Nos destaques positivos do dia, temos:

1. RBRL11: R$ 88.81 (+2.48%)

2. LVBI11: R$ 116.11 (+1.59%)

3. RBVA11: R$ 110.82 (+1.45%)

4. TORD11: R$ 2.11 (+1.42%)

5. RBRX11: R$ 93.51 (+1.37%)

Enquanto nos destaques negativos do dia ficaram:

1. RBRP11: R$ 53.98 (-2.56%)

2. BRCR11: R$ 58.28 (-1.92%)

3. BCFF11: R$ 71.8 (-1.49%)

4. BARI11: R$ 83.87 (-1.44%)

5. KNSC11: R$ 89.87 (-1.37%)

Nesse meio tempo, vamos ver as principais moedas considerando o valor do nosso Real:

CÂMBIO

Dólar EUA: R$ 5,04

Euro: R$ 5,31

Libra esterlina: R$ 6,14

Por fim, saindo um pouco do mercado nacional, vamos falar sobre as bolsas mundiais e os índices de mercado internacional.

Morning call de Índices Internacionais

Dólar subiu com desafios da inflação nos EUA e a posição do Fed, tem mais um cliente para o frango brasileiro e o preço do petróleo sobe enquanto a Copel renova concessões

Imagem: Cifrões de ouro e símbolos de Bitcoin espalhados – Fonte: Segredos do Mundo

Falando do cenário internacional, as bolsas mundiais fecharam no negativo nos EUA, mas misto no mercado europeu. Por fim, no positivo no mercado asiático.

Nos Estados Unidos:

  • DOW JONES: -0,51%
  • S&P 500: -0,62%
  • NASDAQ: -0,63%

Já nas bolsas europeias tivemos os seguintes resultados:

  • DAX (Alemanha): -0,23%
  • FTSE 100 (Inglaterra): +0,32%
  • CAC 40 (França): -0,37%
  • FTSE MIB (Itália): +0,26%

Por fim, nas bolsas asiáticas:

  • Nikkei (Japão): +1,75%
  • Shangai (China): +0,94%
  • KOSPI (Coreia do Sul): +1,21%

Enquanto isso, as criptomoedas nas últimas 24h (10h):

  • Bitcoin: US$ 26.932 (+0,41%)
  • Ether: US$ 1.552 (+0,20%)

Afinal, nas commodities: 

  • Ouro: US$ 1.883/Onça troy (-0,23%)
  • Petróleo Brent (Futuros): US$ 86/barril (+0,21%)
  • Minério de Ferro (Futuros): US$ 117,42/tonelada (-0,75%)

Agora vamos falar de ações e stocks (exterior):

Morning call de ações

Dólar subiu com desafios da inflação nos EUA e a posição do Fed, tem mais um cliente para o frango brasileiro e o preço do petróleo sobe enquanto a Copel renova concessões

Imagem: fotografia de prédio do Banco do Brasil – Fonte: Remessa Online

BRASIL

ANIVERSARIANTE DA PESADA

O Banco do Brasil celebra seu 215º aniversário, com a presidente Tarciana Medeiros destacando realizações no primeiro semestre, incluindo a concessão de linhas de crédito a 4,2 milhões de pessoas e empréstimos de R$ 17 bilhões para mulheres empreendedoras, representando um crescimento de 20% em um ano.

Ele foi fundado em 1808, é o mais antigo em operação no Brasil e um dos mais antigos do mundo. Tarciana Medeiros, a primeira mulher a liderar o banco em sua história de dois séculos, também enfatizou iniciativas de diversidade, com 45% de mulheres no conselho diretor e compromissos com igualdade racial, de gênero e representação étnica em cargos de liderança até 2025. Ela também mencionou a investigação do Ministério Público Federal sobre a atuação do banco durante o período da escravidão no Brasil no século XIX.

E se você não sabe, ele é fifty fifty com o governo, ou seja, economia mista, e conta com subsidiárias como o Banco da Patagônia, BB Seguridade, Brasil Prev, até coisa de consórcio esse safado tem. Aliás, tem um monte de subsidiárias.

COPEL

A empresa de energia Copel não participará do leilão de transmissão de energia programado para dezembro deste ano, pois está focada na renovação das concessões de suas usinas hidrelétricas. As usinas representam uma parte significativa de seu parque gerador e são uma importante fonte de geração de valor para a empresa. A Copel está em processo de renovação das concessões das hidrelétricas Foz do Areia, Segredo e Salto Caxias, após sua privatização em agosto deste ano. A assinatura dos novos contratos de concessão será comunicada ao mercado quando definida.

Além disso, a empresa está buscando aumentar a contratação de energia de suas usinas de geração, especialmente em produtos de prazo mais curto, devido à conjuntura de preços baixos da energia no Brasil. A Copel planeja participar de leilões de transmissão no médio prazo e continua avaliando oportunidades de crescimento nesse segmento.

SOQUINHOS
1. Enauta (ENAT3): A produção total da Enauta em setembro de 2023 atingiu 40,6 mil barris de óleo equivalente (boe), marcando uma queda de 86,9% em comparação com o ano anterior e uma redução de 79,4% em relação a agosto.
2. Oi (OIBR3): A Oi afirmou que um novo plano de recuperação judicial deve resultar em valorização das ações. Enquanto isso ela tenta evitar a necessidade de grupamento das ações.
3. Minerva (BEEF3): A Minerva levantou R$ 2 bilhões por meio da 13ª emissão de debêntures simples, com os recursos sendo usados para reembolso de despesas incorridas nos 24 meses anteriores.
4. EcoRodovias (ECOR3): O Conselho de Administração da EcoRodovias aprovou uma emissão de debêntures no valor de R$ 1 bilhão, com os recursos destinados ao refinanciamento de dívidas da empresa e ao reforço de capital de giro.
5. Eztec (EZTC3): A Eztec registrou vendas brutas de R$ 346 milhões no terceiro trimestre de 2023, uma queda de 26,5% em relação ao mesmo período de 2022, com uma velocidade de vendas brutas (VSO) de 11,5%.
6. Raízen (RAIZ4): O Conselho de Administração da Raízen aprovou a distribuição de dividendos intermediários no valor total de R$ 250 milhões, correspondendo a R$ 0,02421046095 por ação.
7. 3R Petroleum (RRRP3): O Goldman Sachs agora detém 12 milhões de ações da empresa, equivalentes a 5,15% do capital da companhia, por meio de derivativos de liquidação física. Além disso, o banco possui mais 9 milhões de ações ordinárias por meio de derivativos de liquidação financeira, correspondentes a 3,87% do capital.
8. CVC (CVCB3): O Goldman Sachs diminuiu sua participação na CVC para 4,86%, detendo 20,7 milhões de ações. Além disso, antes ele informou que possuía 25 milhões de papéis da CVC. Desde 3 de outubro, quando o banco comunicou o aumento de sua participação acionária, as ações da CVC subiram 26%, impulsionadas pelo alívio nas taxas de juros.
9. Sabesp (SBSP3): A Sabesp assinou contrato para operar os serviços de saneamento nos próximos 30 anos em Olímpia, com investimentos em abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto e controle de perdas de água.
10. GetNinjas (NINJ3): A gestora de ativos Reag alcançou uma participação de 25% na GetNinjas e acionou um mecanismo que obriga a realização de uma oferta pública de aquisição de ações (OPA) aos demais acionistas.
11. Jalles Machado (JALL3): A Jalles Machado divulgou o prospecto da quarta emissão de debêntures, no montante de R$ 300 milhões, podendo chegar a R$ 375 milhões se for exercido o lote adicional.

EXTERIOR

TESLA

Os esforços de transição energética impulsionaram as vendas de carros elétricos no mundo, com as vendas atingindo 6,2 milhões no primeiro semestre de 2023, um aumento de 49% em comparação com o mesmo período de 2022. A Tesla, liderada por Elon Musk, é a mais famosa fabricante de carros elétricos, mas agora outras montadoras estão chamando a atenção dos investidores.

Comprar ações de montadoras de carros elétricos é visto como um posicionamento estratégico a longo prazo, embora haja desafios no curto prazo devido ao cenário macroeconômico. A maioria das empresas do setor precisa de um alto nível de endividamento para manter suas operações, o que se tornou desafiador com políticas monetárias restritivas e altas taxas de juros nas principais economias.

E A CONCORRÊNCIA?

Duas empresas que se destacam são a Tesla e a BYD, que possuem posições de passivos relativamente melhores. No entanto, mesmo com essa vantagem, enfrentam desafios em um mercado competitivo e dependente de matérias-primas escassas.

Enquanto a Tesla tem uma vantagem de marca forte e  infraestrutura de carregamento estabelecida, ela enfrenta concorrência. Por outro lado, a BYD é líder em alguns mercados, mas é mais relevante em países emergentes.

Para os investidores, a Tesla ainda é vista como a favorita no setor de carros elétricos, apesar do aumento da competição. As montadoras tradicionais também estão investindo em carros elétricos, mas suas perspectivas são menos unânimes, com desafios relacionados à transição energética.

Assim, a escolha de investimento no setor de carros elétricos depende da saúde financeira, posição de mercado e potencial de crescimento de cada montadora, com destaque para a Tesla e a fabricante chinesa NIO, que estão se destacando nesse mercado em evolução.

JPMORGAN

O JPMorgan Chase anunciou um lucro líquido de US$ 13,15 bilhões no terceiro trimestre de 2023, representando um aumento de 35% em relação ao mesmo período do ano anterior. O lucro por ação do banco foi de US$ 4,33, superando as expectativas dos analistas, que previam US$ 3,95 por ação.

A receita do JPMorgan atingiu US$ 39,87 bilhões no terceiro trimestre, o que corresponde a um aumento de 22% em comparação ao ano anterior. Os resultados superaram ligeiramente as projeções da FactSet, que estimavam uma receita de US$ 39,63 bilhões.

Em resposta a esses resultados, as ações do JPMorgan subiram 0,6% nas negociações do pré-mercado em Nova York. O banco iniciou a temporada de balanços nos Estados Unidos com números robustos.

WELLS FARGO

O Wells Fargo divulgou um lucro líquido de US$ 5,8 bilhões no terceiro trimestre de 2023, equivalente a US$ 1,48 por ação, superando as expectativas dos analistas, que previam um lucro por ação de US$ 1,25. O montante representa um aumento significativo de 61% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando o lucro líquido foi de US$ 3,6 bilhões.

A receita do banco norte-americano no trimestre foi de US$ 20,85 bilhões, um aumento de 6,56% em comparação com o terceiro trimestre de 2022, que registrou US$ 19,56 bilhões em receita. Por outro lado, esses números também superaram as estimativas da FactSet, que previam uma receita de US$ 20,086 bilhões.

Como resposta a esses resultados positivos, as ações do Wells Fargo tiveram um aumento de 1,66% no pré-mercado em Nova York. O banco entregou uma performance sólida no terceiro trimestre.

MICROSOFT NO BICO DO URUBU

A princípio a Microsoft está enrolada com a Receita Federal dos Estados Unidos, lá é o IRS (Internal Revenue Service). Diz o governo que ela está em atraso com o valor de US$ 29 bilhões. Ela negou e disse que “a empresa pagou sob a Lei de Redução de Impostos e Empregos criada pelo ex-presidente Donald Trump. Visto que, basicamente, o governo reduziu os impostos para encorajar as empresas norte-americanas a levarem os lucros estrangeiros de volta para os EUA.” 

Portanto, se ela deve algo seria em torno de US$ 10 bilhões e também por conta de uma divergência sobre pagamentos envolvendo Porto Rico. 

COMPRA APROVADA, SENHORA 

O Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a aquisição da DPA Brasil, uma empresa controlada pela Nestlé e Fonterra, pela francesa Lactalis. A aprovação incluiu restrições, uma delas envolvendo a obrigação de que marcas ligadas à Batavo, da Lactalis, sejam adquiridas pela Tirol Lacticínios em Santa Catarina.

A DPA Brasil é uma empresa que se declara a maior produtora de iogurtes, sobremesas lácteas e requeijão no Brasil, com marcas como Chambinho, Molico e Chandelle. O negócio havia sido anunciado no final do ano anterior, e o valor citado foi de R$ 700 milhões. A empresa tem fábricas em Pernambuco e São Paulo. A Lactalis, por outro lado, possui 13 marcas no Brasil, incluindo Parmalat, Batavo, Itambé e Poços de Caldas.

A operação depende da efetiva conclusão do contrato de licenciamento.

Agora vamos às notícias do cenário interno e mundial:

Resumo de notícias do Brasil e exterior

Dólar subiu com desafios da inflação nos EUA e a posição do Fed, tem mais um cliente para o frango brasileiro e o preço do petróleo sobe enquanto a Copel renova concessões

Imagem: meme da cara do dólar colocada no corpo de um homem que se alonga ao ar livre – Fonte: Diário Rio Negro

BRASIL

O DÓLAR DEU UMA SUBIDINHA

O dólar subiu em relação ao real devido a dados de inflação dos EUA mais fortes do que o esperado. O dólar à vista estava em alta de 0,36%, cotado a 5,0686 reais na venda às 9h02 (horário de Brasília), enquanto o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento na B3 subia 0,38% para 5,0830 reais. Na sessão anterior, o dólar à vista fechou em 5,0503 reais na venda, registrando uma queda de 0,12%. O Banco Central realizaria um leilão de até 16.000 contratos de swap cambial tradicional* para rolagem do vencimento de 1° de dezembro de 2023 nessa sessão.

*Um swap cambial tradicional é um acordo entre duas partes para trocar moedas em uma data futura, a uma taxa de câmbio pré-determinada. Isso é feito para ajudar empresas e investidores a lidar com diferentes moedas ou proteger-se contra mudanças nas taxas de câmbio. Por exemplo, se uma empresa precisa de dólares, mas tem euros, ela pode fazer um swap com outra empresa que tenha a moeda desejada. Eles concordam em trocar moedas por um período e, no final, trocam de volta. Isso ajuda a atender às necessidades de moeda estrangeira sem depender das taxas de câmbio em constante mudança. É uma ferramenta financeira usada para gerenciar moedas de forma mais eficaz.
BRASIL E O FINANCIAMENTO NO BRICS

O Brasil fechou um contrato de financiamento de US$ 1 bilhão com o Banco dos BRICS, durante reuniões anuais do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial em Marrakesh, Marrocos. Além disso, o Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, destacou a crescente proximidade entre o Brasil e o banco desde a posse da ex-presidente no comando do NBD (Novo Banco de Desenvolvimento) e enfatizou que o banco possui um potencial ainda não totalmente explorado. Até o momento, o NBD financiou projetos brasileiros no valor de cerca de US$ 2 bilhões, embora tenha um portfólio de 24 projetos no Brasil totalizando US$ 6,3 bilhões. Haddad também ressaltou a importância do NBD como um canal para mitigar os efeitos das políticas macroeconômicas restritivas dos países desenvolvidos, especialmente em um momento de juros elevados.

Além disso, o NBD aprovou um financiamento de US$ 84 milhões para Aracaju, em Sergipe, destinado a melhorar a infraestrutura da cidade, com foco em saneamento, tratamento de água, mobilidade urbana e a mitigação de desastres ambientais. O empréstimo conta com a garantia soberana do governo brasileiro. A importância do NBD nas linhas internacionais de financiamento do Brasil foi destacada, com a visão de que o banco pode oferecer soluções inovadoras alinhadas com as necessidades dos países do Sul Global.

Anteriormente, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tentou obter um crédito do NBD para a Argentina, mas essa operação enfrentou resistência de outros países do bloco e não avançou. A ideia era anunciar essa operação durante a reunião anual de governadores do banco, mas não se concretizou.

FRANGO PARA OUTRO CLIENTE

O Brasil fechou um acordo para exportar carne de frango para a Argélia após revisão de certificados e auditorias para atender requisitos fitossanitários. O Brasil é o maior exportador e o segundo maior produtor de carne de frango no mundo, visto que possui cerca de 36% de sua produção destinada ao mercado externo.

Em 2023, as exportações do produto alcançaram US$ 6,73 bilhões até agosto, um aumento de 5,5% em relação ao mesmo período de 2022. Os principais mercados importadores da carne de frango brasileira incluem a China, Japão, Emirados Árabes e Arábia Saudita. A abertura do mercado argelino é resultado da cooperação entre o Ministério da Agricultura e Pecuária e o Itamaraty.

INFORMALIDADES DEPOIS DA PANDEMIA

O Brasil tem 25,4 milhões de pessoas trabalhando por conta própria, com um declínio de 2,0% em relação ao ano anterior, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua do IBGE. Esse declínio é atribuído a uma busca por maior flexibilidade, especialmente após a pandemia. A taxa de informalidade na população ocupada foi de 39,1%, o que representa 38,9 milhões de trabalhadores informais, visto que a informalidade começou durante a pandemia, quando as pessoas começaram a buscar maneiras de ganhar dinheiro em casa.

Além disso, o desemprego no Brasil é significativo, com 8,6 milhões de pessoas desempregadas, uma taxa de 8,0% no segundo semestre de 2023. A busca por autonomia e independência financeira está levando mais pessoas a optar pelo trabalho autônomo, com muitos deles enfrentando uma precarização das condições de trabalho, especialmente em empregos de plataforma.

MESADINHA PRA CRIANÇADA

Inicialmente vale dizer que cerca de 40% dos pais no Brasil têm o hábito de dar mesada aos filhos: a média não ultrapassa R$ 100, de acordo com o Serasa em parceria com o Instituto Opinion Box. A maioria dos pais (60%) não dá mesada aos filhos. Desta forma: 62% entre crianças de 6 a 11 anos, com 54% dos pais liberando recursos e dos 15 aos 18 anos, apenas 45% recebendo mesada.

O destino das mesadas é a compra de lanches na escola em 33% e para ensinar métodos de poupança 32%. A pesquisa também revela que 72% dos pais não conhecem soluções financeiras voltadas para crianças e adolescentes, embora 49% planejem fazê-lo no futuro.

Além disso, seis em cada dez pais nunca tiveram conversas sobre finanças com seus pais quando eram crianças, mas atualmente, oito em cada dez pais conversam com seus filhos sobre finanças, principalmente para explicar o que é caro ou barato, o que podem ou não comprar e a importância de economizar dinheiro.

Por fim, os pais que conhecem soluções financeiras já encaminham os filhos para aplicar e a criançadinha já está uns 60% usando esses produtos não tem nem um ano, mas já começaram. Que beleza!

EXTERIOR

COMO É QUE ANDA ESSA QUESTÃO DOS EUA?

Em teoria, alcançar uma inflação mais próxima da meta de 2% do Federal Reserve (Fed) não parece ser uma tarefa muito difícil. Os principais culpados estão relacionados aos custos de serviços e moradia, com muitos outros componentes mostrando sinais notáveis de desaceleração. Portanto, focar apenas em duas áreas da economia não parece ser uma tarefa gigantesca, em comparação com o verão de 2022, quando praticamente tudo estava subindo.

No entanto, na prática, pode ser mais difícil do que parece. Os preços nesses dois componentes essenciais provaram ser mais resistentes do que alimentos e combustíveis ou até mesmo carros usados e novos, que tendem a ser cíclicos, subindo e descendo com os altos e baixos da economia em geral.

Para controlar melhor os aluguéis, serviços de cuidados médicos e similares, pode ser necessário uma recessão. A inflação anual medida pelo índice de preços ao consumidor caiu para 3,7% em setembro, ou 4,1% se excluirmos os custos voláteis de alimentos e energia, que aumentaram constantemente ultimamente. No entanto, ambos os números ainda estão bem acima da meta do Fed, representando um progresso em relação aos dias em que a inflação estava acima de 9%.

Entretanto, os componentes do CPI mostraram progresso desigual, com uma desaceleração nos preços de veículos usados e serviços de cuidados médicos, mas com aumentos acentuados em habitação (7,2%) e serviços (5,7% excluindo serviços de energia). Para alcançar a meta do Fed, é necessário progresso nessas frentes.

A INCERTEZA QUE O MERCADO ODEIA

A incerteza sobre as próximas ações do banco central paira sobre os mercados. A inflação que permanece em 3,7%, juntamente com um forte relatório de emprego em setembro, poderia levar o Fed a implementar mais um aumento da taxa de juros este ano. A habitação é a principal responsável pelos números elevados da inflação.

O impacto mais significativo das taxas de juros mais altas tem sido no mercado imobiliário em termos de vendas e custos de financiamento. No entanto, os preços ainda estão elevados, e há preocupações de que as altas taxas possam desestimular a construção de novos apartamentos e manter a oferta limitada.

A ideia de que os aumentos nas taxas de juros totalizando 5,25 pontos percentuais ainda não tenham afetado a economia é um fator que pode manter o Fed em espera. Entretanto, isso está relacionado à ideia de que a economia ainda precisa desacelerar antes que o banco central possa concluir o último trecho de sua corrida para reduzir a inflação para a meta de 2%.

Os oficiais do Fed esperam que a economia desacelere este ano, embora tenham recuado de uma previsão anterior de uma recessão leve. Os formuladores de políticas têm apostado na ideia de que, quando os contratos de aluguel existentes expirarem, eles serão renegociados a preços mais baixos, reduzindo a inflação da habitação. No entanto, os números crescentes de aluguel e de equivalência para proprietários vão contra essa ideia, apesar da desaceleração da inflação de aluguéis solicitados. Isso leva à necessidade de mais dados para entender se isso é apenas um desvio temporário ou se algo mais fundamental está impulsionando o aumento dos aluguéis.

VERDINHA FORA DE CONTROLE

O novo primeiro-ministro da Tailândia planeja revogar a lei de legalização da maconha no país para conter a superprodução e estabelecer regulamentações mais rígidas. Após a legalização em 2022, o mercado de maconha tornou-se caótico, com falta de regulamentação e excesso de oferta. Os moradores locais pedem leis mais rigorosas. Muitos especialistas do setor apoiam essa mudança, visto que ajudaria a evitar o excesso de oferta e reforçaria a percepção da cannabis como uma substância medicinal.

No entanto, as regulamentações provavelmente restringirão o uso de cannabis para fins medicinais e imporão regras mais claras para a indústria. A Tailândia também pode explorar a exportação de produtos de cannabis para mercados estrangeiros legais, mas isso requer melhorias nos padrões de qualidade.

Por fim, em última análise, regulamentações claras são essenciais para garantir o desenvolvimento sustentável da indústria da cannabis.

A CHINA NÃO TÁ LEGAL, NÃO

As exportações da China caíram 6,2% em setembro, menos do que o previsto, enquanto as importações também diminuíram 6,2%, ligeiramente mais do que o esperado. Isso ocorre após uma sequência de quedas nas exportações chinesas este ano, refletindo a fraca demanda global por produtos chineses e demanda interna moderada. As exportações para a União Europeia registraram um modesto aumento, enquanto a ASEAN superou a UE como o maior parceiro comercial da China na base regional.

No entanto, as exportações para os EUA caíram 16,4% no primeiro semestre de 2023, e a Rússia foi a única região a mostrar crescimento nas exportações e importações. A economia chinesa está desacelerando devido a desafios internos e uma crise imobiliária. A China tem buscado fortalecer o comércio com parceiros na região do Sudeste Asiático e países da Iniciativa Belt and Road, além de aumentar o transporte de carga por ferrovia para a Europa. O Fundo Monetário Internacional reduziu sua previsão de crescimento para a China em 2023 para 5%.

O PREÇO DO PETRÓLEO COM

Os preços do petróleo subiram mais de 4% devido às sanções mais rigorosas dos Estados Unidos sobre as exportações de petróleo russo, aumentando as preocupações sobre o suprimento de petróleo em um mercado já apertado. Além disso, as sanções foram impostas a duas empresas de navegação que violaram o limite de preço do petróleo russo estabelecido pelo G7.

Além disso, o mercado de energia está acompanhando de perto o conflito entre Israel e o Hamas no Oriente Médio, embora isso ainda não tenha tido um impacto direto no suprimento físico de petróleo.

Da mesma forma, a Agência Internacional de Energia (IEA) expressou preocupações sobre a incerteza no mercado, mas afirmou estar pronta para agir para garantir um fornecimento adequado de energia em caso de escassez.

Israel não é um grande produtor de petróleo, e a produção de petróleo não é significativa na região da Faixa de Gaza, mas como mencionei outro dia, existe um região ali por onde escoam produções e isso pode gerar um certo problema.

Assim termina nosso morning call. Bons investimentos.

Quer saber mais sobre algum assunto desta edição? Vai lá no @evysardinha que a gente bate um papo legal sobre os assuntos trazidos aqui.
10 livros essenciais para entender sobre economia comportamental

Propriedade privada: o que significa e quando surgiu o conceito?

Escola de Friburgo: escola que originou o ordoliberalismo

Microeconomia: o que é, como funciona e quais são os elementos?