Venda do Itaú Argentina, queda do dólar, resultado da Nvidia, BRICS e outras notícias

 Ouça as notícias pelo nosso podcast! Bom dia, Investidor Sardinha. Este é mais um Soco Matinal com as principais notícias do dia no mercado financeiro e no mundo, tudo em 5 minutos, para você já começar o dia zonzo. IBOVESPA Olha, a quarta-feira que eu chamei de morna não foi tão morna assim dia 22/08/2023, […]

24 de agosto de 2023 - por Evelyn


 Ouça as notícias pelo nosso podcast!

Bom dia, Investidor Sardinha. Este é mais um Soco Matinal com as principais notícias do dia no mercado financeiro e no mundo, tudo em 5 minutos, para você já começar o dia zonzo.

IBOVESPA

Olha, a quarta-feira que eu chamei de morna não foi tão morna assim dia 22/08/2023, o IBOVESPA (principal índice da nossa bolsa de valores), subiu de novo, dessa vez 1,70% com isso a gente deu uma estilingada para 118.134 pontos.

Acima de tudo o fechamento positivo das bolsas internacionais foi impulsionado pelos índices de atividade industrial abaixo do esperado na Zona do Euro e nos EUA, levando a expectativas de afrouxamento das políticas monetárias dos principais bancos centrais. No mesmo sentido, no Brasil, o Ibovespa subiu com a aprovação do arcabouço fiscal na Câmara dos Deputados, assim tem como andar com outras questões econômicas que precisam ser resolvidas.

Por fim, a recuperação das ações de Petrobras e Vale. Esta última por conta da alta do minério de ferro.

AO MESMO TEMPO TEMOS OS DESTAQUES DO ÚLTIMO PREGÃO

De antemão, as empresas que se saíram bem dentro do índice:

  • São Martinho (SMTO3): +7,64%
  • Eletrobras ON (ELET3): +7,31%
  • Eletrobras PNB (ELET6): +5,91%
  • Petrobras ON (PETR3): +5,70%
  • Alpargatas PN (ALPA4): +5,68%

Por outro lado, as empresas com os piores desempenhos:

  • GPA ON (PCAR3): -19,39%
  • Via ON (VIIA3): -2,40%
  • BRF ON (BRFS3): -2,31%
  • Minerva ON (BEEF3): -2,14%
  • Carrefour Brasil ON (CRFB3): -1,87%
CÂMBIO

Atualmente o dólar está em R$ 4,85 depois da queda de 1,65%. Dá até gosto de falar!

Por fim, saindo um pouco do mercado nacional, vamos falar sobre as bolsas mundiais e os índices de mercado internacional.

Morning call de Índices Internacionais

Venda do Itaú Argentina, queda do dólar, resultado da Nvidia, BRICS e outras notícias

Imagem: Lula no palco do BRICS – Fonte: O Globo

Antes de mais nada, no cenário internacional, as bolsas mundiais fecharam positivamente, com exceção da bolsa da China e da Coreia do Sul.

Nos Estados Unidos, as bolsas fecharam assim:

  • DOW JONES: +0,54%
  • S&P 500: +1,10%
  • NASDAQ: +1,59%

Já nas bolsas europeias tivemos os seguintes resultados:

  • DAX (Alemanha): +0,15%
  • FTSE 100 (Inglaterra): +0,68%
  • CAC 40 (França): +0,08%
  • FTSE MIB (Itália): +0,24%

Por fim, nas bolsas asiáticas:

  • Nikkei (Japão): +0,48%
  • Shangai (China): -1,34%
  • KOSPI (Coreia do Sul): -0,41%

Enquanto isso, as criptomoedas nas últimas 24h (07h43min):

  • Bitcoin: US$ 26.459 (+1,91%)
  • Ether: US$ 1.669 (+1,63%)

Ainda, nas commodities: 

  • Ouro: US$ 1,948/Onça troy (+1,15%)
  • Petróleo Brent (Futuros): US$ 83,21/barril (-0,98%)
  • Minério de Ferro (Futuros): US$ 107,47/tonelada (+0,66%)

Agora vamos falar de ações e stocks (exterior):

Morning call de ações

Venda do Itaú Argentina, queda do dólar, resultado da Nvidia, BRICS e outras notícias

Imagem: edifício do Macro – Fonte: El Litoral

BRASIL

ITAÚ SAINDO DA ARGENTINA

Quem é sardinha raiz já tinha visto esse tema aqui: Agora finalmente rolou, o Itaú Unibanco vendeu o Banco Itaú Argentina e suas subsidiárias para o Banco Macro por cerca de R$ 250 milhões.

No entanto, ainda vai rolar atendimento aos clientes corporativos locais e regionais, além de pessoas físicas dos segmentos de wealth e private banking nas unidades internacionais.

Entretanto, essa jogada vai dar um tranco de R$ 1,2 bilhão no resultado do Itaú Unibanco, mas o impacto líquido no capital será imaterial, tipo assim: troco de bala. A instituição também planeja abrir um escritório de representação na Argentina após a aprovação regulatória.

DINHEIRO NO BOLSO

A Kepler Weber (KEPL3) aprovou o pagamento de dividendos intermediários e Juros sobre Capital Próprio (JCP) no valor total de R$ 55 milhões. Os acionistas detentores de ações ordinárias em 28 de agosto de 2023 terão direito aos proventos. Depois disso, ou seja, a partir de 29 de agosto de 2023, já era!! Os dividendos e JCP serão pagos em 8 de setembro de 2023, ou seja, não conte com o dinheiro para o feriado.

SOQUINHOS
  • A Taesa gloriosa por seus dividendos está emitindo debêntures pra quitar dívidas, daí já sabe, né? Isso pode afetar a distribuição dos lucros.
  • A Suzano e Klabin estão no bico do urubu com falta de madeira. A madeira está cara, os terrenos também. Aí os retornos ficam menores para o futuro. Isso que elas já aumentaram o preço da tonelada, né? Falei ontem.

EXTERIOR

NVIDIA E O RESULTADO TÃO ESPERADO

Em primeiro lugar, as ações da Nvidia subiram até 9% na negociação após o expediente na quarta-feira, após relatório de ganhos e os motivos não poderiam ser melhores:

– A empresa registrou um crescimento de vendas ano a ano de 101%, alcançando US$ 13,5 bilhões nos três meses encerrados em julho, desta forma ela superou as expectativas de US$ 11,2 bilhões em receita, de acordo com o relatório.

– Os lucros não ajustados ao GAAP cresceram 429% em relação ao mesmo período do ano anterior, atingindo US$ 2,70 por ação.

– A Nvidia prevê, ainda, uma receita de US$ 16 bilhões para o terceiro trimestre fiscal.

De acordo com os últimos movimentos do mercado e do mundo, a Nvidia que produz processadores para tecnologia de inteligência artificial teve um aumento na popularidade e demanda devido à IA generativa.

Nesse ínterim a divisão de jogos da Nvidia cresceu para US$ 2,5 bilhões, um aumento de 11% em relação ao trimestre anterior e 22% ano após ano.

Por outro lado, a receita da unidade de visualização profissional do fabricante de chips foi de US$ 379 milhões, uma queda de 24% em relação a um ano atrás.Simultaneamente a fabricante anunciou um programa de recompra de ações de US$ 25 bilhões.

Comentários da Nvidia:

A empresa destacou sobre a demanda de data center para a IA em diversos setores, assim como o trabalho com fornecedores de sistemas e software de TI corporativos para levar a IA da Nvidia para todos eles. Neste sentido, uma nova era de computação começou e a corrida está em andamento para adotar a IA generativa.

Em síntese, a Nvidia de deu bem com o boom da inteligência artificial e o aumento na demanda por IA e está focada em atender à crescente demanda. Portanto, expande sua oferta para diferentes setores.

Agora vamos às notícias do cenário interno e mundial:

Resumo de notícias do Brasil e exterior

Venda do Itaú Argentina, queda do dólar, resultado da Nvidia, BRICS e outras notícias

Imagem: Jerome Powel tirando os óculos com olhar de pesar – fonte: veja

BRASIL

O QUE ACONTECE AQUI QUANDO OS EUA MEXE NOS JUROS LÁ

O aumento das taxas de juros nos EUA, atingindo níveis pré-crise de 2007, preocupa o Brasil.

Por um lado, o dólar se valoriza, afetando inflação e investimentos. As taxas altas atraem capital dos emergentes, prejudicando o câmbio e atraindo investidores de ativos seguros. Isso pode gerar inflação e reduzir consumo, impactando empresas.

Por outro lado, a perspectiva de recessão nos EUA também afeta investimentos no Brasil, enquanto a aversão a riscos prejudica a emissão de dívidas corporativas.

Da mesma forma, o ambiente global instável torna incerto o crescimento econômico brasileiro, desta forma, demanda medidas para mitigar efeitos negativos.

O PAGODE AUMENTOU AÍ?

De acordo com a pesquisa da Fipe 92,6% dos reajustes salariais de julho ficaram acima da inflação, com ganho real de 2%. O reajuste mediano salarial foi de 5%, enquanto a inflação acumulada em 12 meses foi de 3%. Em 2022, até julho, 78,4% dos reajustes ficaram acima do INPC, contra 20,5% no mesmo período do ano anterior.

A Prévia de agosto mostra 75% dos reajustes acima do INPC, com aumento mediano de 5% frente a 3,5% do INPC. A pesquisa se baseia em negociações coletivas mediadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

TÁ ROLANDO UM CLIMA…

Calma… é só econômico: O Clima Econômico do Brasil aumentou 62,6 pontos no 3º trimestre, atingindo 121,4 pontos, o mais alto desde 2012. Esse índice, na América Latina cresceu 33,8 pontos, chegando a 99,6 pontos, perto da zona favorável.

Atualmente a alta foi impulsionada pelo Brasil, seguido pelo México. O Índice de Situação Atual (ISA) subiu para 85,7 pontos e o Índice de Expectativas (IE) para 114,2 pontos. Fatores incluem queda na inflação, aprovação de reformas e PIB. México e Brasil lideram melhora. Paraguai tem índice mais alto no trimestre. (até falei sobre o Brasil e o México esses tempos: Não somos o Padre Marcelo Rossi, mas estamos bombando… hahahahaha)

SOQUINHOS
  • O BRICS deve aceitar uma galera no grupinho, são eles: Arábia Saudita, Argentina, Egito, Emirado Árabes, Indonésia e Irã. (pelo menos dois se salvam economicamente falando, né?). Além dessa nova formação o Brasil tá organizando uma posição permanente no Conselho de Segurança da ONU, não somos bobos, né?
  • Quer se atualizar sobre a isenção do IR? A MP (medida provisória) 1.172/23, elevou o salário mínimo para R$ 1.320 e ampliou a isenção do IR. Agora vai pro Senado, e até 28 de agosto tem que ser aprovada. Quem ganha até R$ 2.640 mensais (antes era R$ 1.903,98) será isento.
  • Por fim, vamos falar de gastança? É, os brasileiros estão mais de boa com inflação menor e também confiantes com o emprego. Daí estão com intenção maior de consumo. (cuidado, einh? Cartão de crédito não é renda extra e reserva de emergência é para E-MER-GÊN-CIA).

EXTERIOR

REVISADA NA CONTINHA DO DEPARTAMENTO DO TRABALHO

O Departamento de Trabalho dos Estados Unidos tirou um tempinho pra revisar os números de criação de empregos (também conhecido como “payroll”). E o que saiu da revisão é que rolou uma queda de 0,2%, ou seja, 306 mil empregos a menos em março.

Olha só, isso quer dizer que teve um baque de 358 mil empregos no setor privado, mas o setor público deu uma equilibrada criando 52 mil novos empregos. A galera do Departamento já falou de uma revisão final para o começo de 2024.

Só que é assim: todo ano eles pegam os dados e dão aquela repassada pra ver se tá tudo ok. Por que? Porque eles fazem uma pesquisa com os empregadores, mas só abrange uma parte dos trabalhos. Entende?

No entanto, uma galera da Oxford Economics soltou um papo de que essa revisão não é lá tão preocupante e só mostra uma leve desaceleração no mercado de trabalho. Eles acham que isso não vai mudar o jeito que o Federal Reserve (banco central dos EUA) tá lidando com as coisas.

De acordo esse povo, o lance é que o Fed vai dar um tempo no aumento das taxas de juros e manter tudo no esquema até 2024. Aí depois eles se agilizam para diminuir as taxas, sacou?

Agora, as notícias sobre Fundos Imobiliários:

Morning Call de Fundos Imobiliários

18.07

Imagem: casas de papel e pilhas de moedas à frente – Fonte: Gorila

Inicialmente vamos falar do índice: o IFIX caiu 0,17% e está em 3.190 pontos. Assim, no ano tem +11,24%, enquanto no mês a variação é de -0,23%.

Os destaques positivos:

  • RBRP11: R$57,01 (+5,24%)
  • BRCO11: R$123,34 (+2,34%)
  • VCJR11: R$90,10 (+2,11%)
  • MGFF11: R$69,25 (+1,99%)
  • RBRR11: R$89,83 (+1,64%)

Por outro lado, os destaques negativos:

  • BRCR11: R$63,68 (-2,5%)
  • KFOF11: R$96,81 (-2,33%)
  • BTRA11: R$76,33 (-2,24%)
  • HGRE11: R$138,05 (-2,17%)
  • XPLG11: R$113,31 (-1,6%)

Assim termina nosso morning call. Bons investimentos.

George Stigler: vida e carreira do Nobel de economia

Margaret Thatcher: quem foi e quais foram as contribuições dela?

Economia comportamental: o que é e como funciona?

Daniel Kahneman: biografia e carreira do Nobel de economia