Vale a pena investir no Fundo ARCA do primo rico?

Será que vale a pena investir no Fundo Arca Grão? Tem como saber quanto o fundo vai render? Dá pra confiar no Arca Grão?

11 de outubro de 2022 - por Raul Sena (Investidor Sardinha)


O mercado de investimentos do Brasil tem repercutido bastante, nos últimos dias, a chegada de um novo produto de renda variável: o Fundo Arca Grão, criado pelo influenciador Thiago Nigro, O Primo Rico. Mas, será que vale a pena investir no Fundo Arca Grão? Tem como saber quanto o fundo vai render? Dá pra confiar no Arca Grão?

Vale a pena investir no Fundo ARCA do primo rico?

Estratégia ARCA

Primeiramente, é importante entender que o fundo é um plano de previdência privada baseado na estratégia ARCA, usada há algum tempo pelo Primo Rico.

Trata-se de um acrônimo que reúne as iniciais de Ações locais, Real estate (fundos imobiliários), Caixa e Ativos internacionais.

Na prática, o fundo replica uma estratégia que visa a diversificação e a proteção da carteira de investimentos.

Entenda mais sobre fundos no link: Fundo de Investimento em ações: o que é e características

Diferenciais deste fundo

Um dos grandes diferenciais do Fundo Arca Grão está em seu formato de previdência privada.

Isso garante uma série de vantagens sobre outras modalidades de fundos de investimentos, como, por exemplo, a ausência do “come-cotas” – mecanismo que faz o investidor perder parte das suas cotas, semestralmente, usadas como forma de pagamento do imposto de renda.

Do ponto de vista prático, o Arca Grão é um fundo que investe, essencialmente, em cotas de outros fundos de investimento multimercado (FIM). Isso significa que o investidor estará sujeito a duas taxas de administração: uma do próprio Arca Grão – que convenhamos, é bem baixa – e outra do FIM em que o Arca vai investir.

Entenda como funciona a tributação para fundos de investimento no link: Tributação de fundos de investimento: entenda como funciona

Aplicação mínima e taxas do Arca Grão

O Fundo Arca Grão tem aplicação mínima de apenas R$ 100 e objetiva bater a rentabilidade do CDI.

Tem taxa de administração de 0,59% e taxa zero para carregamento, performance e saída.

Ou seja, podemos considerar que o fundo é um dos mais interessantes do mercado em termos de taxas.

Já o período de carência é de 60 dias e o resgate dos valores só pode ser feito 9 dias depois da solicitação (D+9).

O Arca Grão está disponível para ambos os planos de previdência: PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre).

Vale a pena investir no Fundo Arca Grão?

A decisão de investir ou não em qualquer ativo depende, exclusivamente, do perfil e das análises pessoais do investidor.

Logo, é claro que este vídeo não é uma recomendação de investimento.

Contudo, o investidor deve considerar que o Arca Grão ainda não tem um histórico de rentabilidade – só vai começar depois de 6 meses.

Por outro lado, o fundo é muito bem diversificado, contando com ETFs interessantes como o BOVA11, que replica o índice Ibovespa, e o IVVB11, que reflete o S&P 500 – índice das maiores empresas americanas listadas em bolsa.

No fim das contas, o Fundo Arca Grão tem um bom nível de segurança?

Na minha opinião, sim.

E falo melhor ainda sobre o assunto no vídeo abaixo:

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assistir ao vídeo acima (do canal Investidor Sardinha) em que detalho mais sobre o fundo do primo rico: ARCA.

Entra lá no Instagram (@oraulsena) e faça parte da nossa comunidade, pra ficar sempre por dentro do mundo dos investimentos e da Bolsa de Valores.

E não deixe de conferir, também: Alugar ou Financiar?

O que acontece se não declarar o Imposto de Renda? Testei na PRÁTICA!

Fazer faculdade no Brasil vale a pena? A realidade é difícil de engolir

Ibovespa caindo! – Onde estou investindo para proteger o meu dinheiro?

A enorme BOMBA que pode enterrar de vez o Brasil