Vale a pena mesmo investir em fundos imobiliários?


Afinal, com um lucro obviamente maior por parte das empresas, ainda assim vale a pena investir em fundos imobiliários?

Recebi uma pergunta no instagram que se mostrou aparentemente mais comum que o normal entre as dúvidas do mercado financeiro:

“Raul, é fato que as empresas criam novos produtos ou tecnologias, podendo se valorizar muito e os fundos imobiliários por outro lado simplesmente exploram propriedades. Por que eu deveria investir em FIIs?”

Um negócio, por si só, já se valoriza mais do que o próprio imóvel ao qual ele está utilizando. É uma questão lógica, visto que essa empresa precisará pagar o aluguel no mínimo!

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
convite
Aprenda a investir gratuitamente com Raul Sena

Então acaba sendo uma pergunta válida saber se vale a pena investir em fundos imobiliários com o tanto de empresas escalando dia-a-dia.

Vale a pena mesmo investir em fundos imobiliários?

Comparação Injusta

Chega a ser uma comparação injusta ações com fundos imobiliários assim como seria comparar a P/L de uma startup com a de uma empresa já consolidada com lucros consistentes.

Cada caso é um caso e é importante definirmos nosso ciclo de competência para, com um conhecimento mais consistente, segmentar nossas áreas de conhecimento.

Essa segmentação contribui para definirmos os percentuais em termos de gestão do nosso capital. Podemos alocar 50% do nosso capital em fundos imobiliários, 30% em renda fixa e 20% de renda variável.

Diversificação

Assim como podemos definir percentuais maiores numa carteira de renda variável. A questão do risco é um fator determinante, afinal:

Quanto maior a rentabilidade, maior o risco. É por isso que precisamos diversificar apesar do nosso círculo de competência.

Ganha quem fica até o final do jogo!

Volatilidade

Uma carteira com menos diversificação apresenta uma alta volatilidade que é basicamente o reflexo da relação de risco.

Assim, investir em fundos imobiliários vale a pena quando pensamos no sentido dessa diversificação de patrimônio.

A ideia aqui é que se por uma única notícia desastrosa sobre o mercado acionário, boa parte do seu patrimônio não seja afetado, sendo os fundos imobiliários possivelmente protegidos contra essa notícia.

IFIX vs Fundos Imobiliários

Uma relação interessante de se observar a cerca do que vale a pena investir é o gráfico do IFIX vs IBOVESPA:

Rascunho automático

Bem como a discrepante diferença no mercado americano entre o All Equity REITs vs S&P 500

Rascunho automático

Afinal, vale a pena investir em fundos imobiliários?

Desconsiderar os fundos imobiliários é maluquice considerando seus pagamentos consistentes atrelados a uma maior segurança.

Temos, de facto, uma redução na rentabilidade, mas como consequência de um risco menor. Que, se unido a uma diversificação diminui ainda mais o risco nos permitindo manter nosso patrimônio até o final do jogo.

Aprenda mais sobre fundos imobiliários aqui.

Vale a pena mesmo investir em fundos imobiliários?

Te garanto que essa matéria em vídeo está boa viu! Dê uma olhada clicando aqui.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Nos dias 19 e 20 de julho vamos mostrar as ações mais baratas do mercado. Cadastre-se grátis!


Conte-nos a sua opinião...