Como ganhar dinheiro com ações?


Vamos usar vários exemplos para você entender, de uma vez por todas, como é possível ganhar dinheiro com ações dispensando a óbvia diferença de valor em compra e venda, que representará uma possível especulação e não de um ganho em cima de lucros, ou em outras palavras… um retorno em cima do valor agregado pela empresa.

Imagina teu amigo te falando “vou abrir uma padaria, vem nessa comigo?”. A primeira pergunta é basicamente: “quanto dá esse negócio aí? quanto ganho com isso?”.

Então ele te fala: “olha, vou colocar R$100.000, no primeiro mês dá um retorno de R$10.000 bruto, mas depois dos custos fica uns R$5.000.”

Então você responde: “UAI, negócio bão então sô. Botar aqui R$50.000, assim recebo R$2.500 todo mês.”

Esse simples exemplo faz sentido na cabeça da maioria das pessoas, mas essa simplificação acaba sendo comum entre as pessoas que ouvem falar de ações. É assim que geram aquelas perguntas quando você começa a investir “se eu colocar R$1.000 na sua mão AGORA, quanto você rende disso daqui um mês?”

O que são ações?

Em resumo, é uma distribuição de forma não percentual, como no exemplo, das participações de uma empresa. Ao em vez de distribuímos 100% em 0,00001% para cada pessoa, falamos que o total de ações da empresa é, por exemplo, 100.000.

Assim, um pequeno investidor pode comprar 100 ações e receber os lucros proporcionais a quantidade acionária.

O que são ações? Definição, principais tipos, característica e como investir

Uma comparação com negócios simples

Se já começou algum negócio em algum momento da vida, já percebeu que existe naquele negócio um contrato social.

Foi ao cartório, fez um contrato, delimitou quem é o dono do quê. Então, por exemplo, na padaria poderíamos definir que Carlos é dono de 40%, a Fátima de 10% e a Natália de 50%, totalizando assim os 100% do capital social daquele negócio.

Então, o capital social, se estivermos falando do conceito em si, é a parcela do patrimônio líquido daquela empresa, que cabe a cada um dos sócios.

Quando investimos na Bolsa de Valores, a visão sobre essa divisão muda. Ao comprar uma ação, você está comprando uma parte de um negócio, até aí você já sabia. Só que, se a gente divide essas ações em valores percentuais, seria muito difícil negociarmos.

Veja aqui algumas das minhas técnicas sobre investimento em ações.

O preço nem sempre é importante

Não é porque uma ação foi negociada por “x” reais, que se multiplicarmos a ação pelo percentual de participação encontraremos o verdadeiro valor total da empresa.

Dito isso, começamos a entender o porquê dos valores acionários representarem simplesmente um humor momentâneo do mercado.

Como exemplo, para ter 1% do Itaú, seriam necessárias 98.041.400 ações. No entanto, não basta multiplicar o preço acionário pela quantidade de ações totais.

Assim, teríamos um total de R$2.240.245.990 para comprar 1% do Itaú. Um número irrealista, visto que uma negociação dessa proporção provavelmente não se confirmaria da mesma forma que um lote único das mesmas ações.

Como recebemos o lucro da empresa?

Continuando com o exemplo do Itaú, o mesmo lucrou no ano passado (2021) R$27.824.000.000. Se dividirmos esse lucro pelo número total de ações (9.804.140.000) chegamos em R$2,83.

Logo, se o Itaú distribuísse esse total, quem tem 1 única ação receberia estes 2,83 reais, quem tem 100 ações receberia R$283 e assim sucessivamente.

O importante a ser destacado aqui é a distribuição em cima da quantidade de AÇÕES que você tem, independente do valor acionário. Não é porque você pagou R$2000 no seu lote de 100 ações, enquanto o Pedrinho pagou R$1000 no mesmo lote de 100 em um período diferente que você vai receber mais que ele.

A visão de ganhos com a participação acionária da empresa deve ser sobre a quantidade de ações que possui, a medida de valor deve-se por conta da entrega em qualidade por parte da empresa e não pelo preço de suas ações.

Dessa forma, sob a ótica de acreditar no potencial daquela empresa achamos maravilhoso o momento de queda em suas ações. Significa que pagaremos mais barato para participar de um bom negócio.

A galinha dos ovos de ouro

Um exemplo simples: Imagine uma galinha que bota ovos de ouro, ela bota 1 ovo de ouro todos os dias. Você comprou ela por R$500, e cada ovo ainda te rende uma média de R$2 toda vez que vai ao comércio.

Eis que, por conta de uma fofoca da vizinhança sobre os preços das galinhas com ovos de ouro, você se assusta e vende sua galinha por R$300 com o medo de que seu suposto preço, ditado pelo mercado, cairia ainda mais.

Você a vendeu mesmo com ela te trazendo lucros consistentes. Era uma boa galinha, pobre galinha Gertrudes 🙁 .

Seu sábio vizinho Mário, que inclusive comprou a Gertrudes, ouviu o boato. Mas ao contrário de você, decidiu comprar o maior número de galinhas com ovos de ouro possíveis.

Os boatos foram fortes, duraram meses, mas as galinhas ainda produziam um produto valioso que eventualmente enriqueceu quem acreditava no valor delas. Num belo dia você, furioso, procura o causador desse boato…

… depois de uma conversa com a fofoqueira da rua só te resta a pergunta: “que Mario?”.

Como se ganha dinheiro com ações?

Assim, entendemos o porquê de investidores fundamentalistas enxergarem descontos durante os períodos de quedas das bolsas, enquanto especuladores caem no boato alheio e perdem lucros expressivos por bobeira.

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assistir ao vídeo acima (do canal Investidor Sardinha) em que detalho muito mais sobre investimentos em ações.

Aproveite e faça parte da nossa comunidade no Instagram (@oraulsena) pra ficar sempre por dentro dos investimentos e da Bolsa de Valores.

E não deixe de conferir, também: 3 técnicas de Raul Sena para investir em ações.

Conte-nos a sua opinião...