Veja como declarar seu imóvel no Imposto de Renda 2022


Se em 2021 você comprou, vendeu, doou, herdou ou reformou um imóvel, você deve informar isso na sua declaração de IR. Pensando nisso, hoje eu vou te ensinar como declarar imóveis.

Como declarar imóveis no Imposto de Renda 2022

Confira o passo a passo de como declarar imóveis:

1º passo. Acesse a ficha “Bens e Direitos”.

2º passo. Coloque o código específico do imóvel, de acordo com a definição que está na escritura do imóvel.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

3º passo. No campo discriminação, coloque todas as informações que você tiver sobre o imóvel. Vale destacar que na hora de colocar o valor do imóvel, você deve colocar o valor que você pagou pelo imóvel.

Um detalhe importante sobre a declaração é que, se você for isento da declaração de IR, você precisa declarar imóvel único apenas se o valor do bem for acima de R$ 300 mil.

No entanto, se você já for preencher a declaração de qualquer forma, então você deve declarar os imóveis com valores inferiores.

Acima eu te ensinei o passo a passo geral para declarar imóveis. Abaixo você pode conferir como declarar imóveis em casos específicos:

1- Compra de imóvel

A declaração da compra de imóvel pode ser:

Imóveis comprados em 2021

Se você comprou um imóvel em 2021, siga o passo a passo:

  1. Abra uma ficha em “Bens e Direitos”.
  2. Informe o valor que você pagou pelo bem.
  3. Escolha o código de acordo com o tipo de imóvel: casa, apartamento, terreno ou escritório.
  4. No campo de “Discriminação”, coloque o máximo de informações possíveis sobre o imóvel. Algumas informações que você deve colocar são: nome, CPF ou CNPJ e como a compra foi feita.

Imóvel financiado

convite
Aprenda a investir gratuitamente com Raul Sena

A declaração de IR de imóvel financiado se parece com a declaração de uma compra de imóvel por outros meios. Contudo, neste caso você deve informar também:

  1. Qual foi o banco ou instituição financeira que realizou o financiamento.
  2. Quantas parcelas já foram pagas.
  3. Quantas parcelas ainda devem ser pagas.

Você deve informar esses dados em “Discriminação”. Sendo que o campo “Situação 31-12-2020″ deve estar zerado.

Por outro lado, no campo “Situação em 31-12-2021” você deve colocar o valor que você pagou pelo imóvel até a data. Isso envolve a soma do valor de entrada, mais o valor das parcelas pagas no ano e os custos extras.

No entanto, se o financiamento tiver sido feito em anos anteriores a 2021, você deve informar o valor declarado em 2020 as parcelas pagas ao longo do ano passado.

Imóvel comprado antes de 2020 e não declarado

Se você era incluído como dependente ou não era obrigado a fazer a declaração de IR nos anos anteriores, deve informar os imóveis neste ano.

Ou seja, você deve informar todos os imóveis que já faziam parte do seu patrimônio antes de 2021. Portanto, o passo a passo da declaração é igual a declaração de imóveis normal.

A diferença é que, em “Situação em 31-12-2020”, você deve informar os valores pagos até então ou o valor total do imóvel.

Imóvel comprado com 2 ou mais proprietários

No caso de imóveis comprados por mais de uma pessoa, como por sócios ou por casais em regime de separação total de bens, todos os proprietários devem informar.

Sendo assim, cada um deve informar o valor da sua parte no imóvel.

Imóvel adquirido no exterior

Se você tem imóveis no exterior, também deve informar isso na aba “Bens e Direitos”, da mesma forma que faria se o imóvel fosse no Brasil. Um detalhe importante é que você deve informar o valor de compra do imóvel.

Para isso, você terá que calcular o valor do bem na moeda em que foi negociado. Depois disso, você deve fazer a conversão para o dólar e depois para o real. Sendo que, nessa operação, você deve usar a cotação do dólar PTAX.

Por fim, se você ainda não tiver pago todo o imóvel, informe quantas parcelas foram pagas e o valor delas até o dia 31 de dezembro do ano base. Nessa etapa você também deve converter os valores para o real.

Consórcio de imóveis

Se você ainda não foi contemplado com a carta de crédito do consórcio, você deve informar na declaração de IR todas as parcelas pagas em 2021. Para isso:

  1. Vá até a ficha “Bens e Direitos”.
  2. Selecione o código 95 – Consórcio não contemplado.
  3. Em “Situação 31-12-2021″ informe os valores pagos até o final do ano passado. Se o consórcio não tiver sido iniciado no ano passado, some a quantia paga nos anos anteriores aos valores pagos em 2021.
  4. Em “Situação 31-12-2020” informe a soma dos valores pagos ao longo de 2020 e nos anos anteriores.
  5. Por fim, em “Discriminação” coloque os dados sobre o consórcio.

2- Venda de imóvel

A venda de imóvel pode ocorrer nas seguintes situações:

Venda de imóvel em 2021

Se você vendeu um imóvel em 2021, você deve:

1- Preencher o Programa de Ganhos de Capital (GCap). O GCap está dentro de um aplicativo gratuito disponível no site da Receita Federal.

2- O GCap permite que você importe os dados para a declaração do IR.

Desse modo, com os dados importados, o lucro com a venda do imóvel é inserido de forma automática na ficha “Rendimentos Sujeitos à Tributação Eclusiva/Definitiva”.

3- Se a venda se enquadrar como isenta de IR, o valor será transferido de forma automática para a ficha “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”.

4- Além do preenchimento de dados no GCap, você também deve excluir o imóvel da ficha “Bens e Direitos”. Para isso, basta ir no imóvel que tinha sido declarado e clicar em “Editar”.

No campo “Situação em 31-12-2020” repita o valor do imóvel. Posteriormente, zere o campo “Situação em 31-12-2021”. Por fim, em “Discriminação” informe a venda realizada e os dados do comprador. 

Venda de imóvel financiado

Se você fez a venda de um imóvel mas ainda não quitou o financiamento, você deve apurar se houve lucro com a venda. Isso de acordo com as parcelas pagas do financiamento.

O lucro informado no GCap deve ser proporcional ao valor já pago pelo imóvel.

Depois de fazer o cálculo, declare o lucro do mesmo modo que faria na venda de um imóvel quitado. Por fim, exclua o imóvel na ficha de “Bens e Direitos”.

Venda de imóvel com dois ou mais proprietários

Aqui vale uma regra parecida com a compra de um imóvel com duas ou mais pessoas. Ou seja, você deve informar a sua parte do imóvel.

Portanto, o valor a ser discriminado é sobre a parte respectiva de cada contribuinte, e não em cima do valor total do imóvel.

Venda de imóvel adquirido no exterior

Para declarar a venda de um imóvel no exterior, você deve calcular o seu valor na moeda que ele foi negociado e depois fazer a conversão para o dólar.

Por fim, resta fazer a conversão para o real de acordo com a cotação do dólar PTAX.

3- Declaração de IR em doações

Se o imóvel é doado, existe duas opções:

  1. Lançar o imóvel com o mesmo valor que estava na declaração do doador.
  2. Lançar com o valor de mercado.

Se os dois optarem pelo valor de mercado, o doador terá que apurar o ganho de capital e pagar o imposto em cima da operação, como se fosse uma venda. Sendo que essa operação é feita por meio do GCap.

Por outro lado, se a opção for pelo custo de aquisição, basta lançar na declaração de quem recebeu o bem o mesmo valor que constava na declaração do doador.

Dessa forma, nenhuma das partes precisa pagar imposto, já que ambas declaram a transferência do bem.

4- Heranças

A herança é um rendimento isento de Imposto de Renda. Contudo, ela tem a tributação dos estados por meio do Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD).

Cada estado tem a sua alíquota e faixas de isenção. Na declaração, você deve informar a herança na ficha “Rendimento Isentos e Não Tributáveis”.

O código é “14 – Transferências Patrimoniais Doações e Heranças”. Não esqueça de informar o número do CPF e o nome do doador.

5- Reforma

Por fim, você também deve informar as reformas feitas no imóvel. Isso porque elas servem como uma maneira de atualizar o valor do imóvel na declaração de IR.

Portanto, os gastos com material e mão de obra devem ser adicionados ao valor do bem. Para declarar, entre na ficha “Bens e Direitos” e selecione o código 17-Benfeitorias.

No entanto, esse tipo de informação só é válida para imóveis cuja compra foi feita antes de 1988.

Se o imóvel foi comprado depois de 1988, você deve: acessar a ficha “Bens e Direitos” e colocar o código do tipo de imóvel. Depois disso, informe as benfeitorias em “Discriminação”.

Enfim, gostou de aprender como declarar imóveis nas mais diversas situações? Então não deixe de conferir também qual o valor mínimo para declarar e Imposto de Renda para aposentados é obrigatório? Saiba quando e como declarar

Procurando uma boa oportunidade de compra? Nos dias 19 e 20 de julho vamos mostrar as ações mais baratas do mercado. Cadastre-se grátis!


Conte-nos a sua opinião...