Como declarar seu imóvel no Imposto de Renda 2023?


é Saber como declarar imóveis é essencial para quem comprou imóvel no ano passado. Saber declarar corretamente é essencial para que você não caia na malha fina e tenha que pagar multa.

2023 veio com novas regras para declarar o Imposto de Renda (IR) e o período de declaração começa no dia 15 de março e vai até as 23h59 do dia 31 de maio.

De acordo com as regras de Receita Federal, é obrigado a declarar quem estava em posse de propriedades no valor superior a R$ 300 mil até 31 de dezembro de 2022.

Quem precisa fazer a declaração de imóveis no Imposto de Renda?

Todos os anos, a Receita Federal divulga as regras e critérios para a declaração de Imposto de Renda (IR). Inclusive, o ano de 2023 conta com novas regras. Por isso, se você se encaixa nas regras, é preciso declarar todo o seu patrimônio.

Na regra atual, a declaração de Imposto de Renda é obrigatória para quem teve renda acima de R$ 28.559,70 no ano passado. Além disso, também tem que declarar quem estava em posse de propriedades no valor superior a R$ 300 mil até 31 de dezembro de 2022.

Como fazer a declaração de imóveis no Imposto de Renda?

No geral, o passo a passo de como declarar imóveis é:

  • Acesse a ficha “Bens e Direitos”.
  • Coloque o código específico do imóvel, de acordo com a definição que está na escritura do imóvel.
  • No campo discriminação, coloque todas as informações que você tiver sobre o imóvel. Vale destacar que na hora de colocar o valor do imóvel, você deve colocar o valor que você pagou pelo imóvel.

O passo a passo acima é para uma declaração geral, mas existem alguns casos que podem variar:

1- Imóvel quitado

Se você quitou o imóvel até o dia 31 de dezembro de 2022 ou fez a compra à vista, você deve informar o quanto você pagou pelo bem. Além disso, é essencial especificar de que forma ocorreu o pagamento, a data, se você comprou sozinho ou com outra pessoa e afins.

Um detalhe importante é que você não deve colocar o valor de mercado, mas sim o quanto você pagou pelo bem. Por fim, não deixe de inserir os dados relativos ao imóvel como, por exemplo, endereço, número de matrícula e área total.

2- Imóvel financiado

Quando o imóvel é financiado, você deve inserir as informações na ficha “Bens e Direitos”.

No campo de “Discriminação”, você deve colocar as informações relativas a forma de pagamento, o valor total financiado, número total de prestações, valor de entrada, taxa de juros e afins. Você pode ter acesso a todos esses dados no Informe disponibilizado pela instituição financeira.

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

3- Imóvel financiado usando o FGTS

Por fim, se você usou o FGTS para comprar um imóvel, você deve informar isso na aba “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”.  Nesta aba,  clique em “Novo” e no “Tipo de Rendimento” selecione o código 04, que inclui FGTS, indenizações por rescisão de contrato de trabalho, inclusive a título de PDV e por acidente de trabalho.

Depois disso, informe o tipo de beneficiário, insira o nome e o CNPJ da instituição pagadora (nesse caso, é o da Caixa Econômica Federal, CNPJ 00.360.305/0001-04). Por fim, coloque o valor total do saque feito em 2022.

Você deve ainda preencher todas as informações sobre o imóvel na aba “Bens e Direitos”, desse modo você comprova de onde veio o dinheiro e evita cair na malha fina.

Como declarar reformas de imóveis no Imposto de Renda?

Se você tiver feito reformas consideráveis no imóvel em 2022, é importante atualizar o valor do imóvel na declaração.

Você não precisa incluir pequenas reformas que serviram apenas para manter o imóvel. Apenas as grandes reformas, que serviram para expandir ou melhorar muito o imóvel. Lembre-se de guardar todos os comprovantes de pagamento da reforma.

Você deve somar os valores gastos com a reforma ao valor total do imóvel. Você deve colocar essas informações no campo “Discriminação”. Além disso, você deve informar o valor atual em “Situação em 31/12/2022”.

3 cuidados que devem ser tomados ao declarar imóveis no Imposto de Renda

Existem muitos erros que podem te fazer cair na malha fina. Três erros que podem te fazer cair na malha fina são:

1- Omissão de informações

Omitir informações na declaração pode te fazer cair na temida malha fina. Mesmo que você tenha omitido informações sem a intenção de fazer isso, você ainda assim pode cair na malha fina e ter que pagar multa. Por isso, tenha cuidado ao declarar e não omita informações.

2- Informações incorretas

Confira se as informações que você está colocando na sua declaração estão corretas. Até mesmo pequenos erros podem significar uma grande dor de cabeça. Por exemplo, por falta de atenção você pode colocar um zero a mais no valor do imóvel. Esse erro pode causar muitos problemas.

3- Atualização nos valores dos bens

Não se esqueça de atualizar o valor do imóvel, caso seja necessário. Ao fazer a atualização, não esqueça de colocar o valor correto.

Fontes: Infomoney, Onze, Nubank.

Conte-nos a sua opinião...