Controller, entenda o que faz esse profissional


O controller é um profissional responsável pelo planejamento, organização e desenvolvimento de estratégias econômicas e financeiras de uma empresa.

Esse é um tipo de profissional generalista. Isso porque ele precisa lidar com várias áreas dentro da empresa, logo, ele deve conhecer um pouco sobre cada área.

O que um controller faz?

O controller é um profissional responsável pelo planejamento, organização e desenvolvimento de estratégias econômicas e financeiras, tendo como base a análise das informações contábeis da empresa.

Além disso, o controller tem a função de conferir os indicadores de performance do negócio. Isso com o intuito de diminuir as perdas.

Sendo que as estratégias por ele desenvolvidas, têm como foco a elevação dos lucros do negócio, de forma sólida e sustentável.

Portanto, o profissional deve ser bem generalista, já que ele precisa interagir com várias áreas. Em resumo, algumas das suas principais funções são:

  • Planejar, organizar e desenvolver planos econômicos-financeiros;
  • Analisar informações contábeis e de performance para reduzir perdas e aumentar os lucros;
  • Estabelecer diretrizes que estejam alinhadas ao planejamento econômico e estratégico da empresa;
  • Acompanhar e estudar o mercado em que a empresa atua;
  • Avaliar os ciclos operacionais;
  • Verificar onde é possível melhorar e definir ações corretivas.

Enfim, a busca por estes profissionais subiu bastante depois que o Brasil aderiu às Normas Internacionais de Contabilidade, também conhecidas pela sigla IFRS.

Quais são os desafios de um controller?

No ambiente de trabalho, o controller precisa enfrentar vários desafios. Tais como:

  • Dificuldade em negociar com todos os players da empresa;
  • Manter uma visão crítica orientada para os resultados e baseada nos indicadores da empresa;
  • O profissional precisa dispor de tempo para estar continuamente em qualificação e capacitação. Isso porque ele é um profissional generalista e precisa estudar sempre.

Qual formação é preciso ter?

Um controller deve ter uma formação generalista em negócios.

De acordo com o professor Pedro Roriz, sócio fundador da TAG Business Solutions, especialista em gestão financeira, controladoria e auditoria e professor do curso Gestão de Negócios, Controladoria e Finanças Corporativas do IPOG:

“Considerando que ele tenha as hard skills (habilidades técnicas) de negócios, ele está elegível ao cargo. No entanto, é comum que a maioria desses profissionais apresente formação em economia, administração e ciências contábeis”.

Além disso, é essencial que o profissional se aperfeiçoe de forma constante, saiba falar outro idioma e atualize suas competências.

Controller versus contador

Muitos controllers são formados em contabilidade. Logo, muitas pessoas têm dúvidas sobre quais são as diferenças entre eles.

Ambos são profissionais diferentes, que trabalham de forma conjunta. Como você já sabe, o controller é responsável pelo planejamento, organização e desenvolvimento de estratégias econômicas e financeiras da empresa.

Por outro lado, o contador é responsável por organizar as demonstrações financeiras da companhia ou prestar consultorias a empresas.

Portanto, uma das diferenças entre ambos é que apesar do controller ter atribuições de gestor, ele tem um foco maior na controladoria e gestão de planejamento.

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

Qual o perfil ideal para ser um controller?

De maneira geral, os controllers são formados em ciências contábeis. Sendo que muitos contam com especialização em controladoria.

As empresas costumam exigir que o profissional tenha ainda:

  • Experiência na área de finanças;
  • Pleno conhecimento das normas contábeis;
  • Saiba fazer a elaboração de orçamentos;
  • Saiba falar inglês;
  • Entenda bem as normas de compliance.

6 dicas para se tornar um controller

Algumas dicas para você se tornar um controller são:

1- Estude

O controller precisa conhecer de tudo um pouco. É por isso que diz-se que ele é um profissional generalista.

Portanto, você saber de tudo um pouco é essencial. Isso porque esse profissional conversa com várias áreas. Sendo assim, estude sobre as várias áreas que você terá contato.

2- Um controller não é especialista

O controller deve ser muito bom no que faz. Mas ele não pode ser especialista em apenas uma coisa. É preciso ter conhecimento de outras áreas também.

3- Conhecer o ramo em que atua

Para ser um bom controller, você deve saber muito sobre a área de atuação da empresa. Ou seja, você deve conhecer o mercado e a atuação da empresa. Isso é essencial na hora de traçar estratégias para o negócio.

4- Você deve conhecer a dinâmica da empresa

Como dito na dica acima, você deve conhecer o mercado de atuação da empresa. Mas não é só isso. Você precisa conhecer a fundo a empresa em si.

5- Saiba outras línguas

Saber outro idioma é muito importante. Sobretudo se a empresa tiver muita relação com produtos vindos do exterior. Sendo que o idioma de maior relevância é o inglês.

7- Saiba usar o Excel

Por fim, você precisa ainda saber usar bem o Excel. Isso porque você vai precisar usar o Excel ao montar relatórios e afins.

Pode parecer meio óbvia essa dica. Mas o fato é que poucas são as pessoas que sabem usar o Excel de forma avançada.

Enfim, gostou de aprender sobre o controller? Pois saiba que ano no site nós temos muitos outros textos que você pode gostar.

Por exemplo, você pode aprender o que é e qual é a função do chairman. Além disso, você pode gostar de aprender quais são as reservas de lucros que a sua empresa pode ter.

Fontes: Ipog, Abril e Suno.

Bibliografia

  • Controller: a profissão do século XXI. IPOG. Acesso em 19 de julho de 2022.

Conte-nos a sua opinião...