Calculadora de Juros Simples

Juros simples são acrescidos somente em cima do valor inicial ao final de cada período, mantendo assim um crescimento constante. Calcule de forma simples!

    Simulador de Juros Simples
    R$
    %

    Como usar a calculadora de juros simples?

    Para usar a Calculadora de Juros Simples, siga o passo a passo:

    1. Preencha o campo valor inicial;
    2. Informe a taxa de juros anual ou mensal;
    3. Preencha o campo período por meses ou anos;
    4. Clique em calcular.

    Por fim, depois de clicar em calcular, a calculadora irá te mostrar o valor total final, o valor total investido e, ainda, o total em juros.

    O que são juros simples?

    Os juros simples são uma forma de rendimento do uso do capital de terceiros. Nele, a taxa de juros incide apenas em cima do capital inicial.

    Em outras palavras, o juros simples é o valor que a pessoa que pegou o dinheiro emprestado vai pagar para a pessoa que emprestou o dinheiro.

    Sendo assim, para saber o quanto você irá pagar em juros, é preciso saber a taxa de juros e o prazo para pagamento.

    Vamos supor que você empreste R$ 500,00 para um amigo e que ele irá devolver o dinheiro em cinco parcelas mensais de R$ 110,00.

    No final dos 5 meses, você terá um total de R$ 550,00. Portanto, os R$ 50,00 que você recebeu a mais, serão os juros simples do empréstimo.

    Quando os juros simples são usados?

    Os juros simples são mais usados nas transações financeiras do dia a dia. Por exemplo, esse tipo de juros está presente no cartão de crédito, em financiamentos e em alguns tipos de empréstimos.

    Em contrapartida, em investimentos os juros compostos são mais usados. Por exemplo, os juros compostos estão presentes no rendimento do Tesouro Direto, CDB e LCA.

    Diferenças entre juros simples e compostos

    A grande diferença entre os juros simples e compostos está na incidência dos juros. Isso porque, os juros simples incidem apenas em cima do capital inicial.

    Em contrapartida, os juros compostos são juros sobre juros. Ou seja, o juros é calculado não apenas em cima do valor inicial, mas também em cima dos juros acumulados até então.

    Os juros compostos são muito bons nos investimentos. Isso porque, no longo prazo, o rendimento pode ter um crescimento exponencial. É a chamada mágica dos juros compostos.

    Já nas dívidas o juros compostos é péssimo. Afinal de contas, ele funciona como uma verdadeira bola de neve que pode prejudicar muito a sua saúde financeira.

    Enfim, as diferenças entre juros simples e compostos são as seguintes:

    1- Juros simples

    • São pagos de forma periódica (mensal ou anualmente) ao credor.
    • São iguais ao longo do tempo, mas diminuem em termos reais (efeito da inflação).
    • Se não pagos e não incorporados ao montante, gera perda inflacionária e da porcentagem de rendimento.
    • Nominalmente somados ao capital formariam uma reta (ex.: 1000, 1100, 1200 etc.).
    • Tecnicamente, ocorre a fruição imediata dos juros pelo credor.
    • Costuma ser usado em empréstimos, cartão de crédito e financiamentos.

    2- Juros compostos

    • São pagos ao credor apenas no vencimento;
    • Se pagos, não incorporam ao montante, que não cresce durante o período em que forem pagos.
    • Incorporados ao capital formam uma curva ascendente. (ex.: 1000, 1100, 1210 etc.).
    • São crescentes no tempo em termos reais e nominais, se a taxa for maior que a inflação.
    • Tecnicamente, ocorre a fruição diferida dos juros pelo credor.
    • Estão presentes em investimentos, sobretudo, em ativos de renda fixa.

    Fórmula de juros simples

    A fórmula de juros simples é:  J = C · i · T

    Na fórmula, o C é o Capital. Em resumo, o capital é o valor inicial usado como base para calcular os pagamentos. Já a letra i simboliza a taxa. Ou seja, é o valor em porcentagem que o capital será multiplicado.

    A letra J simboliza os Juros. Por fim, temos o T de Tempo. Isto é, a  duração do contrato de investimento ou empréstimo.

    Importância de saber calcular a taxa de juros simples

    Saber calcular a taxa de juros simples é essencial para que você tenha saúde financeira. Isso porque, sabendo quais são os juros cobrados em alguma operação, você consegue se organizar financeiramente.

    Por exemplo, se você deseja pedir um empréstimo no banco, é muito importante que você faça as contas do valor que você irá pagar de juros. Com isso, você pode decidir se o empréstimo é mesmo a melhor opção.

    Se você não souber como funciona a taxa de juros, você pode acabar se endividando e destruindo a sua saúde financeira.

    Fontes: Mobills, Fdr e Brasil escola.