CSU Digital

Avaliação dos usuários
Empresa
  4 de 5
Gestão
  4 de 5
Ticker CSUD3
Fundador Marcos Ribeiro Leite
Presidente da empresa Marcos Ribeiro Leite
Alavancada? Não
Registra lucro? Sim
Histórico de distribuição de dividendos

A CSU Digital paga dividendos consecutivamente desde o ano 2009. Acesse o RI da empresa para conferir o histórico de pagamento de dividendos.

Prêmios XVIII Prêmio ABT / Best Performance 2018 / Consumidor Moderno / Smart 2018
Participação do Estado 0%
Ano de fundação 1992
Ano do IPO 2006
Setor de atuação Tecnologia da Informação
Recuperação judicial? Não
Tamanho da empresa Small Cap
Links úteis
  1. Fundamentos CSU Digital
  2. RI da empresa
Principais produtos
  • Serviços que compreendem todo o ciclo operacional relacionado a cartões de crédito
  • Processamento das transações dos emissores
  • Atuando em toda a cadeia de meios de pagamento
  • Plataforma própria para acúmulo e resgate de pontos
  • Plataforma Opte+ catálogo de prêmios customizado
  • Atendimento e back office exclusivo
  • Analytics informações real time para gestão de campanhas
  • Cash Back
  • Cloud Computing
  • Hosting Gerenciado
  • En User Service
  • Disaster Recovery as a Service
  • Managed Services

O que a empresa faz?

A CSU Digital é uma empresa especializada em oferecer soluções de processamento de pagamento, atendimento, marketing e de Bank as a Service (BaaS).

Sendo que as soluções oferecidas pela CSU Digital, são destinadas a outras empresas. Ela atende pequenas e grandes empresas, sendo capaz de atender a diferentes demandas segundo as necessidades do cliente. 

CSU Cardsystem - CARD3

A CSU Digital tem um sistema de backup próprio em um site próprio e exclusivo segmentado por hierarquia, o que serve para garantir a segurança dos dados dos clientes.

A empresa conta com mais de 6 mil funcionários espalhados por São Paulo, Recife, Alphaville e Belo Horizonte. Enfim, as operações da CSU Digital são divididas em duas unidades de negócio distintas:

CSU PAYS (antiga CSU.CardSystem): solução de processamento de cartões de crédito. Foi criada em 1992 como a primeira processadora independente de meios eletrônicos de pagamentos. Também foi a primeira a trabalhar simultaneamente, no Brasil, com as três principais bandeiras internacionais (Visa, Mastercard e American Express).

CSU DX (antiga CSU.Contact): a CSU DX (Digital Experience) é focada em atender e satisfazer todas as demandas dos clientes, desde o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) até a cobrança. No primeiro trimestre de 2023, as plataformas da CSU DX gerenciaram 3,6 milhões de interações de front office.

CSU Cardsystem - CARD3

Instituto CSU

O Instituto CSU foi fundado em 2003 e é o principal investimento de responsabilidade social da CSU Digital.

O Instituto começou as suas atividades com um projeto social que unia Educação e Tecnologia, através de cursos de capacitação em informática.

Sendo assim, o objetivo é promover a inclusão digital de jovens e adultos que estão em busca da inserção no mercado de trabalho.

Enfim, desde a sua fundação, o Instituto já atendeu mais de 20 mil pessoas da comunidade.


Breve história da empresa

A história da CSU Digital teve início em 1992, quando Marcos Ribeiro Leite criou a CardSystem Ltda, processadora independente de meios eletrônicos de pagamento.

Desse modo, inicialmente, a empresa oferecia soluções de processamento de pagamento, uma solução que ainda não existia de maneira eficiente no mercado.

Com o passar dos anos a empresa cresceu e em 1996 já tinha se tornado a primeira empresa do Brasil a trabalhar com as 3 principais bandeiras internacionais simultaneamente. São elas: Visa, MasterCard e American Express.

Em 1997 ocorreu a entrada de investidores de private equity, a aquisição da UPSI Informática e a mudança do nome da empresa para CSU Cardsystem S.A.

CSU Cardsystem - CARD3

Já no ano 2000, teve início às operações da MarketSystem, uma divisão que inicialmente era voltada exclusivamente para soluções para programas de fidelidade.

No ano seguinte, a empresa apresentou uma nova solução, a TeleSystem (atual CSU.CONTACT), com foco na prestação de serviços de BPO de atendimento para clientes da divisão CardSystem.

Em 2003 foi fundado o Instituto CSU, o principal investimento de responsabilidade social da companhia. No ano de 2005, a CSU Cardsystem se consolidou como a maior processadora independente de cartões da América Latina.

No ano seguinte, a CSU Cardsystem se tornou a primeira empresa do seu segmento de atuação a abrir o capital na bolsa de valores. Sendo que as suas ações estão listadas no Novo Mercado, o mais alto nível de governança corporativa da bolsa.

Em 2010, a empresa passou o CSU.TeleSystem passou a ser denominado CSU.CONTACT.

CSU Cardsystem - CARD3

Já em 2017 ocorreu o desenvolvimento e o lançamento de novas soluções tecnológicas, o que conquistou novos contratos em todas as frentes de negócios e recorde nos principais indicadores financeiros.

No ano seguinte, houve a retomada da prestação de serviço de processamento aos adquirentes.

O ano de 2019 foi o ano da retomada de crescimento e do lançamento de novas soluções tecnológicas. Em 2021, houve a criação da Blue C Technology, uma unidade de negócio provedora de BaaS.

Em junho de 2022, a empresa anunciou a reformulação de suas unidades de negócio, que passaram a se chamar CSU Pays e CSU DX, em substituição aos nomes CSU.CardSystem e CSU.Contact, respectivamente.

Por fim, em setembro de 2022, a então CSU CardSystem (CARD3) mudou de nome. Passou a se chamar CSU Digital e adotou o novo ticker CSUD3 para as ações negociadas na Bolsa de Valores.


Diretoria

Marcos Ribeiro Leite (Diretor Presidente)

Ricardo José Ribeiro Leite (Diretor de Relações com Investidores)

João Carlos Matias (Diretor sem designação específica)


Conselho administrativo

Antonio Kandir (Presidente do Conselho Independente)

Antonio Martins Fadiga

Marcos Ribeiro Leite

Rubens Antonio Barbosa

Paulo Sergio Caputo


Principais concorrentes

Flex Gestão de Relacionamentos (FLEX3)

Priner (PRNR3)

Valid (VLID3)


Perspectiva para o futuro

Alguns fatores contribuem para que a perspectiva para o futuro da CSU Digital seja positiva. Primeiramente, a empresa possui uma operação bem estruturada e atua em um setor com alto potencial de crescimento.

Além disso, é preciso levar em conta que em 2021 ela criou a BLUE C TECHNOLOGY, para atender a crescente demanda pelos serviços Bank as a Service (BaaS).

Sendo que, nos próximos dois ou três anos, a empresa pretende se dedicar a adquirir fintechs e startups com soluções focadas em BaaS.

CSU Cardsystem - CARD3

A intenção não é que essas empresas tragam receita logo de cara. Na verdade, o objetivo é que elas resolvam problemas pontuais da CSU.

Já no médio prazo, a CSU estuda a possibilidade de adquirir empresas maduras, com faturamento que seja em torno de 5% da receita da CSU.

Basicamente, através das novas aquisições, a CSU quer ampliar seu portfólio de soluções financeiras e produtos e ainda oferecer serviços aos clientes que já eram das empresas adquiridas.


Composição acionária

CSUD3 Acionista Percentual
1 Greenville Delaware LLC. 57,60%
2 Marcos Ribeiro Leite 0,47%
3 Ações em Tesouraria 1,67%
4 Mercado 40,26%

Qual sua opinião sobre a empresa?