Queda nas taxas DI, Petróleo Brent pelo mundo e a queda das gigantes de chips na bolsa


Ouça as notícias pelo nosso podcast!

Bom dia, Investidor Sardinha. Este é o Soco Matinal, as principais notícias do dia no mercado financeiro, tudo em 5 minutos, para você já começar o dia zonzo.

Primeiramente, no pregão de segunda-feira, (10/10/2022) o IBOVESPA (índice da nossa bolsa de valores) caiu 0,37%, fechando em 115.940 pontos. Assim como no exterior, aqui o mercado está em cautela, pois há mais tensões sobre a guerra entre Rússia e Ucrânia desde o ataque à ponte que liga a Rússia à Crimeia, sendo que houve retaliação por parte dos russos com uma chuva de mísseis depois do ocorrido. Além de tudo isso, os dados sobre a economia dos EUA que pesa sobre o mercado.

De antemão, do lado das maiores altas tivemos empresas como:

  • SLC Agrícola:+6.05%
  • São Martinho: +5.53%
  • BRF: +5.13%

Por outro lado, dentro do índice as maiores quedas foram registradas pelas empresas:

  • Cosan: -7.51%
  • Rumo: -4.60%
  • Natura: -4.29%

Por fim, saindo um pouco do mercado nacional, vamos falar sobre as bolsas mundiais e os índices de mercado internacional.

Morning call de Índices Internacionais

Banco Central do Brasil – Blog Vindi

Atualmente no cenário internacional as bolsas mundiais fecharam negativamente, além do que já comentamos, vale frisar que a bolsa sentiu a piora do clima em relação ao conflito da Rússia e Ucrânia e as commodities avançaram, especialmente o trigo, algodão, milho e aveia. Enquanto isso, o dólar está R$ 5,19 com queda de 0,18%.

Nos Estados Unidos as bolsas tiveram os seguintes desempenhos:

  • DOW JONES: -0,32%
  • S&P 500: -0,75%
  • NASDAQ: -1,04%

Já nas bolsas europeias os resultados foram os seguintes:

  • DAX (Alemanha): -1,21%
  • FTSE 100 (Inglaterra): -1,17%
  • CAC 40 (França): -0,96%
  • FTSE MIB (Itália): -1,71%

Por fim, nas bolsas asiáticas:

  • Nikkei (Japão): -2,64%
  • Shangai (China): +0,19%
  • KOSPI (Coreia do Sul): -1,83%

Enquanto isso, as criptomoedas nas últimas 24h (7h01min):

  • Bitcoin: -1,33% (US$ 19.071)
  • Ethereum: -2,22% (US$ 1.280)

Ainda, nas commodities:

  • Ouro: -1,99% (US$ 1.675,20/Onça Troy)
  • Petróleo Brent (Futuros): -1,77% (US$ 96,19/Barril).
  • Gás Natural: -3,87% (US$ 6,43/m³)
  • Minério de Ferro (Futuros): +1,81% (US$ 97,35/Tonelada)

Agora vamos falar de ações e stocks (ações no exterior).

Morning call de ações

BrainMarket

FOFOQUINHA SOBRE A BRASKEM

Dizem por aí que uma gestora lá dos EUA está fazendo uma nova oferta pela empresa Braskem (empresa petroquímica de atuação global voltada para soluções sustentáveis da química e do plástico).

A gestora Apollo ofereceu cinquentão por ação, em abril ela tinha ofertado R$ 44,57. Hoje em dia o valor da ação está R$ 27,89, na cotação de fechamento de ontem.

A ideia seria a aquisição da empresa para fechamento na bolsa de valores aqui do Brasil e abertura posterior na bolsa de Nova York. Como o tag along é de 100%, essa operação não afetaria negativamente os investidores, a princípio.

Até o momento a empresa não confirmou o “disse que disse”.

AÇÕES DAS GIGANTES DE CHIPS DESPENCAM

De vez em quando a gente vem falar sobre essas empresas de chips, né?! É que no mundo moderno eles realmente são muito importantes, porque hoje em dia é usado em tanta coisa que não temos como voltar atrás.

Agora, quem está mais de olho nesse setor e pretende dominar o mundo com esse item muitas vezes pequenininho são as grandes economias, em especial os EUA. Eles querem dar uma cortada na China e já algum tempo investem pesado para ganhar espaço.

Agora as ações da TSMC caíram mais de 8% após as sanções dos EUA a uma faixa de campeões de tecnologia da China. O valor da cotação teve a maior queda de um dia na história do fabricante de chips. Neste ano as ações já caíram mais de 34%.

E o motivo dessas quedas, especialmente a última, é referente às sanções que os EUA está impondo. As líderes globais de chips, como TSMC, Samsung Electronics e outras já sabem que vem impacto na exportação. Com isso, as ações da Samsung também caíram 1,42% na terça-feira (eles estão adiantados em relação ao nosso fuso). Até o momento, somente neste ano já foram mais de 29% de queda.

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

Agora vamos às notícias do mercado interno e mundial:

Resumo de notícias do Brasil e exterior

Folha PE

IGP-M E TAXAS DI

O IGP-M é o Índice Geral de Preços de Mercado, mais conhecido como a inflação do aluguel, ele demostra o quanto os preços variaram tanto nas matérias-primas, quanto nos preços de commodities agrícolas, assim como produtos e serviços finais.

Dito isto, este índice teve novamente uma deflação, agora no patamar de 1,01% na prévia deste mês, inclusive ele está com uma queda maior do que aquela vista nos primeiros 1o dias de setembro, na época foi registrada deflação de 0,80%.

Outros índices também demonstraram queda: Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) e o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M).

Outro dado importante para a nossa economia é que as taxas de juros futuros caíram. O contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2025  teve um fechamento com taxa de 11,50%, (anterior: 11,56%) no ajuste de sexta-feira. A do DI para janeiro de 2024 encerrou  em 12,71% (anterior: 12,76%) na sexta-feira. Por fim, o DI para janeiro de 2027 caiu de 11,35% para 11,33%.

Quando falamos sobre essa taxa também temos uma referência de que a expectativa do mercado é de que os juros baixem e somando os dados sobre deflação que temos visto, o que se espera é que o nosso Banco Central possa começar a diminuir os juros por aqui sem prejudicar o controle da inflação.

OS CONTRATOS FUTUROS DE PETRÓLEO

Talvez você não entenda muito bem quando falamos sobre o preço do petróleo, mas aqui vai uma dica de como considerar quando se fala em petróleo Brent, especialmente sua variação.

Sempre falamos dos contratos futuros, ou seja, da projeção do custo dele daqui uns meses considerando o que está acontecendo no momento. E sobre a atualidade você sabe, os EUA quer que a OPEP+ produza mais barris por dia, ela quer cortar a produção. A Rússia tem recebido sanções para vender seu petróleo, mas conseguiu um caminho alternativo especialmente com a Índia e a China. E assim a gente vê os preços do Petróleo Brent sofrendo algumas alterações enquanto se decidem todos esses aspectos sobre a commodity.

O contrato para Dezembro deste ano já possui uma queda de 2,05% na sua negociação, com o barril em US$ 95,91, por exemplo. Em março e maio deste ano o valor do barril alcançou US$ 120 aproximadamente, mas depois disto acabou caindo e em setembro estava sendo negociado a US$ 87, aproximadamente.

Inclusive essa queda no preço da commodity ajudou o Brasil, pois usamos o preço internacional para balizar nossos valores de combustíveis aqui. Por isso estamos vendo também a diminuição de preços das coisas, a deflação por conta dessa queda no preço do petróleo.

Por fim, mesmo com o esfriamento da demanda global por conta da economia pelo resto do mundo que está enfraquecida, os países que comandam os preços e produção pretendem diminuir a produção e com isso aumentar os preços. A Petrobras até informou que não há necessidade de aumento de preços por enquanto, considerando que os movimentos visto não são suficientes para ela realizar reajustes.

Agora, as notícias sobre Fundos Imobiliários:

Morning Call de Fundos Imobiliários

Mais Retorno

Primeiramente, no pregão de segunda-feira (11/10) o nosso IFIX fechou com -0,14%,‌‌‌ ‌‌aos 2.998 pontos.‌‌‌ ‌‌‌No ano‌‌‌ ‌‌‌de‌‌‌ ‌‌‌2022 a variação é de‌‌‌ +6,09% e no mês +0,25%.

Entre os destaques do pregão, o RBRF11 teve alta de 1,40%, se destacando pela performance positiva, inclusive por conta das quedas como do KNRI11 que caiu para R$ 152,77 enquanto o DEVA11 teve queda e fechou em R$ 93,20.

Assim, os fundos fecharam com: RBRF11: +1,40%; HGBS11: +1,33%; HSLG11: +1,28% enquanto os seguintes fundos fecharam com queda:DEVA11: -3,37%; RBRL11: -2,16%; ARCT11: -1,64%

Agora, vamos ao mundo cripto:

Morning call de Criptoativos

Foxbit

LEÃO PORTUGUÊS MORDENDO AS CRIPTOMOEDAS

Os portugueses já vão enfrentar impostos sobre suas criptomoedas a partir do ano que vem, pelo menos essa é a proposta que vai tirar Portugal da zona de isenção de impostos quando o assunto é criptoativo.

O projeto de orçamento para 2023, se aprovado, começa a taxar as criptomoedas e o valor não é baixo não: 28% para ativos mantidos por menos de um ano e isentos quando mantidos para mais de um ano. Para as transações, o valor de 4% é estudado.

O projeto ainda terá que ser votado, mas não há uma informação clara se o orçamento proposto tem apoio da maioria absoluta nas casas legislativas de Portugal.

Assim termina nosso morning call. Bons investimentos.

Conte-nos a sua opinião...