Tesouro Direto pagando 14% ao ano. É hora de comprar?


Estamos atravessando um momento delicado para o mercado financeiro. De um lado, o presidente Bolsonaro e o Partido Liberal (PL) tentaram a anulação de votos feitos em modelos mais antigos de urnas eletrônicas. De outro, as incertezas quanto ao governo Lula, que venceu as eleições 2022, estão derrubando a Bolsa de Valores e elevando as taxas de juros dos títulos de renda fixa, como o Tesouro Direto.

Com tudo isso, já é possível encontrar títulos prefixados do Tesouro Direto pagando até 13,91% ao ano. E isto tem chamado a atenção de muitos investidores. Afinal, chegou a hora de comprar Tesouro Prefixado?

Rendimento do Tesouro Direto

Hoje, o Tesouro Prefixado 2025, o Tesouro Prefixado 2029 e o Tesouro Prefixado 2033 (com juros semestrais) estão com rentabilidade próxima a 14% ao ano. Isso significa que R$ 10 mil se transformam em mais de R$ 14 mil, em apenas 3 anos. Ou seja, cerca de 40% de rendimento!

Da mesma forma, o Tesouro IPCA+ 2026, o Tesouro IPCA+ 2035 e o Tesouro IPCA+ 2045 estão oferecendo mais de 6% de ganho real, acima da inflação.

É hora de comprar títulos públicos

Na minha opinião, os juros mais altos abrem uma ótima janela de oportunidade para comprar títulos públicos, pensando na “marcação a mercado”. Este fenômeno da marcação a mercado faz com que o valor dos títulos do Tesouro Direto suba, à medida que a inflação e a taxa Selic caem. Na prática, isso quer dizer que é possível ganhar dinheiro com a valorização do título público se, num futuro próximo, a taxa básica de juros encolher.

Eu, pessoalmente, sempre compro títulos do Tesouro Direto pensando na marcação a mercado. Assim, eu acabo vendendo o título antes do vencimento, com lucro. Em resumo, eu só carrego o título até o vencimento caso a marcação a mercado tenha efeito negativo – ou seja, se eu tiver de perder dinheiro na venda antecipada do título.

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

Tesouro Direto + renda variável

O que o investidor precisa ter em mente é que a renda fixa, no Brasil, paga muito bem e é relativamente segura. E o momento certo de comprar é, exatamente, quando todo o mercado está apreensivo, com medo e, claro, vendendo!

Por este mesmo motivo, acredito que estamos num bom momento para comprar títulos públicos, mas também para aproveitar as oportunidades na renda variável. Afinal, a queda da Bolsa de Valores faz boas empresas serem negociadas com múltiplos melhores, mesmo não tendo qualquer alterações em seus fundamentos.

Eu explico tudo isso, em detalhes, no vídeo abaixo (do canal Investidor Sardinha) em que detalho se é chegou a hora de comprar títulos do Tesouro Direto, pagando 14% ao ano.

Se você gostou das dicas, faça parte da nossa comunidade no Instagram (@oraulsena) pra ficar sempre por dentro dos investimentos e da Bolsa de Valores.

E não deixe de conferir, também: Tipos de Tesouro Direto: entenda as diferenças e saiba como escolher.

Conte-nos a sua opinião...