Vale a pena investir na IRBR3 em 2022?


O cenário da IRB não está bom desde 31 de janeiro de 2020, quando a esquadra publicou um artigo dizendo que existe um engodo dos papéis. A dúvida sobre o quanto vale a pena comprar IRBR3 se tornou constante.

Assim, uma empresa que havia crescido 300% chegou a cair 95,08%. Ainda assim, parece que essa novela nem chegou perto de terminar.

Conhece nossa sessão onde falamos sobre cada empresa? Dê uma olhada em mais sobre a IRB!

O prejuízo recente da IRBR3

Recentemente foi divulgado um prejuízo do IRB (IRBR3) de R$273 mil em maio.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Lembrando que, no mesmo período, no ano passado, ela estava faturando R$7.500.000.

No acumulado dos 5 primeiros meses de 2022, o prejuízo líquido é de R$285,3 milhões, frente a um lucro líquido de R$9,4 milhões de igual intervalo do ano passado.

Eventualmente ela precisará pedir dinheiro para o mercado, ainda mais por se tratar de uma seguradora que faz seguros para outras seguradoras.

Assim começam a fazer um trabalho de marketing para atrair investidores para sustentar a empresa, ou é apenas um ânimo maior por parte dos gestores.

Vale a pena investir na IRBR3 em 2022?

A falha de governança da IRB

A queda acionária não é em troca de nada. Afinal, a empresa obteve uma falha muito grave de governança.

Sendo assim, a única coisa que um acionista minoritário tem da empresa é a seriedade na gestão da mesma, é a certeza de que pelo menos aqueles números que estamos lendo são verdadeiros.

Vários documentos foram adulterados pela antiga diretoria da IRBR. Por conta disso, muitas pessoas adquiriram ações da empresa confiando nos documentos.

Porém, muitas outras pessoas compraram ações da IRBR mesmo depois dos problemas envolvendo a transparência da empresa.

Assim, se você comprou antes de dar esse problema todo, tudo bem…

… você não tinha como saber! A IRBR é uma boa empresa pelos prospectos apresentados.

Agora, se entrou depois dos problemas relatados, aí você aceitou correr um grande risco.

E como vai a IRB em 2022?

O prêmio emitido totalizou R$564,2 milhões em maio de 2022, um recuo de 3,7% em relação a maio de 2021, composto pelo aumento do prêmio no Brasil de 8,4%, para R$420,6 milhões, e pela redução do prêmio no exterior de 27,4%, para R$143,6 milhões.

Nos cinco primeiros meses deste ano, o prêmio emitido atingiu o montante de R$3,122 bilhões, com queda de 5,5% em relação ao mesmo período de 2021.

No Brasil houve crescimento de 11,2%, atingindo R$1,9994 bilhão, enquanto no exterior houve redução de 25,4% em relação ao mesmo período de 2021, com R$1,1226 bilhão.

Segundo o ressegurador, a redução no exterior está em linha com a estratégia de foco no mercado doméstico, amplamente divulgada pela companhia.

Já sabiam que teriam essa queda, assim divulgaram os números previamente para amenizar o impacto. Justificar a queda de algo por conta do foco em outro não faz sentido também.

A despesa de sinistro do IRB em maio de 2022 foi de R$631,3 milhões, com índice de sinistralidade de 131,3%, principalmente impactada pelo segmento agro. Desta forma, ficou 73,2% superior à despesa de maio de 2021, de R$364,4 milhões, que representou então uma sinistralidade de 73,2%.

Nos primeiros cinco meses de 2022, a despesa com sinistro somou R$2,0423 bilhões, um crescimento de 7,9% quando comparada com o mesmo período do ano anterior.

No acumulado dos cinco meses do ano, o índice de sinistralidade foi de 97,5%, comparado a 75,1% no mesmo período de 2021. A sinistralidade normalizada dos efeitos climáticos adversos ao segmento agro no Brasil e da Covide foi de 73,3% nos primeiros cinco meses de 2022.

Com base nos números apresentados, o Credit Suisse aponta aos investidores que o apertado índice de solvência regulatória de 105% no 1T 22, somado ao prejuízo líquido de R$366 milhões observado nos dois meses reportados no 2T22, pode indicar que o IRB precisará de um aumento de capital.

Afinal, vale a pena investir na IRBR3 em 2022?

Primeiro de tudo, não tome decisões baseadas em conteúdos online, sejam vídeos ou textos. Veja mais sobre o nosso curso, a UVP, para conseguir fazer sua própria análise e não depender de opiniões de terceiros.

Então vamos lá, a IRB não tem lucros consistentes. É uma empresa que nunca obteve lucros consistentes. Só esse ponto já deveria acender uma luz num investidor mais conservador.

A empresa fez o IPO em 2017, para quem fez aportes só por conta do fator “IPO” eu quero mais é que percam dinheiro mesmo haha, mas para quem investiu consciente da empresa que analisou, através de fundamentos etc. chegou o momento desse investidor. Pois com uma queda expressiva dessas é mais fácil contar com uma eventual saída da empresa dessa situação do que vender em baixa tão expressiva.

Não gosto muito da IRB, mais por conta desse histórico recente de corrupção. Mas entendo que para muitas pessoas essa queda na cotação se desenha como um momento de oportunidade.

Só lembre-se de não extrapolar o que você considera um limite seguro, pois tudo pode acontecer.

Observamos agora a IRB custando R$2, uma que chegou a custar R$41 reais.

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assistir ao vídeo acima (do canal Investidor Sardinha) em que detalho mais sobre ações da bolsa brasileira.

Aproveite e faça parte da nossa comunidade no Instagram (@oraulsena) pra ficar sempre por dentro dos investimentos e da Bolsa de Valores.

E não deixe de conferir, também: Como funciona a renda fixa?


Conte-nos a sua opinião...