Conheça os BRICS: o que é, objetivos e países


BRICS é o nome de um bloco composto por: Brasil, Rússia, Índia, China e, por fim, África do Sul. Em resumo, o intuito do bloco é a cooperação para o crescimento da influência geopolítica dos países emergentes participantes

Resumo

Primeiramente, a expressão BRICS é um acrônimo derivado das iniciais de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Em síntese, o termo foi usado pela primeira vez em 2001, por Jim O’Neil, em um artigo onde o economista defendia que o Brasil, Rússia, Índia e China seriam as grandes economias do futuro.

Sendo assim, inicialmente o termo era apenas BRIC e não contava com a participação da África do Sul. 

Portanto, a expressão, que inicialmente foi usada apenas no estudo de Jim O’Neil, passou a ser a definição de um bloco entre os países emergentes estudados pelo economista.

Dessa maneira, em 2009, foi fundado o bloco BRIC, composto por Brasil, Rússia, Índia e China. Por fim, em 2011, a África do Sul passou a integrar oficialmente o bloco. 

Países que fazem parte do BRICS

Portanto, os países que fazem parte do BRICS são:

  • Brasil
  • Rússia
  • Índia
  • China
  • África do Sul

Objetivos do BRICS

O objetivo do BRICS é fortalecer a influência geopolítica dos países integrantes.

Portanto, a intenção é que os países possam se ajudar em diversos aspectos como, por exemplo, através da cooperação técnica, cultural, acadêmica e científica. Sendo assim, os objetivos principais são:

1- Economia

Primeiramente, a intenção é fortalecer as economias dos países. Desse modo, juntos, o Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, criaram o Novo Banco de Desenvolvimento do BRICS (NDB).

2- Segurança

Além disso, os países buscam tomar medidas contra os crimes transnacionais visando contribuir com a segurança internacional.

3- Cooperação

Por fim, o BRICS tem ainda como objetivo estabelecer cooperação nas áreas técnica, científica, cultural e no setor acadêmico.

Banco dos BRICS

Em síntese, o Novo Banco de Desenvolvimento do BRICS (NBD), mais conhecido como Banco dos BRICS, foi fundado em 2014. A sede do banco fica em Xangai, na China.

Desse modo, a intenção é que o banco sirva como resgate e investimento somente para os países do bloco: Brasil, Rússia, Índia, China e, por fim, África do Sul.

Além disso, o capital inicial do banco foi de 100 bilhões de dólares. Dessa maneira, ele basicamente funciona como uma alternativa de crédito no lugar do Banco Mundial e ao Fundo Monetário Internacional (FMI). 

No entanto, a criação do Novo Banco de Desenvolvimento e a reserva de 100 bilhões, não agradou aos Estados Unidos e à Inglaterra.

Mas isso não é surpresa, já que estes dois países são os responsáveis pelo FMI e o Banco Mundial, além de serem potências mundiais. 

Características

O BRICS é constituído por países emergentes. Dessa forma, são países suscetíveis a crises econômicas e com falhas nas garantias sociais para as populações.

Enfim, alguns dados importantes do BRICS, tendo como fonte o Banco Mundial (2016) são:

1- PIB

Brasil 1,796 bilhões de dólares
Rússia 1,283 bilhões de dólares
Índia 2,264 bilhões de dólares
China 11, 2 bilhões de dólares
África do Sul 294, 8 milhões de dólares

2- População

Brasil 201 milhões
Rússia 144 milhões
Índia 1,2 bilhão
China 1,3 bilhão
África do Sul 52 milhões

3- IDH

De acordo com a UNDP (2016) o IDH dos países que fazem parte do BRICS são:

Brasil 79º
Rússia 49º
Índia 131ª
China 90º
África do Sul 119ª

Curiosidades

Por fim, algumas curiosidades sobre o BRICS que você pode gostar de conferir são:

1- Crescimento

A Índia foi a única participante do BRICS a manter as taxas de crescimento elevadas atingindo até 9% ao ano.

2- PIB

Somando o PIB dos 5 países que fazem parte do BRICS, o resultado é um PIB que equivale a 22% do PIB mundial. Além disso, no total, a população corresponde a 42% dos habitantes do planeta.

3- BRICS não fazem mais sentido

Como você já sabe, o termo BRICS passou a ser usado depois de um artigo do economista Jim O’Neil.

No entanto, em 2013, Jim O’Neil declarou que o termo BRICS já não fazia mais nenhum sentido. Isso porque os países não tomaram os rumos que o economista esperava.

Enfim, gostou de aprender sobre os BRICS? Então não deixe de conferir outros textos aqui no site Investidor Sardinha, que você pode gostar.

Por exemplo, você pode descobrir quais são os países com as maiores taxas de juros do mundo. Além disso, você pode aprender como funciona a política cambial.

Por fim, você pode conferir ainda quais são os instrumentos da política econômica e ainda, o que é um bloco econômico.

Fontes: Politize, Toda matéria e, por fim, Brasil escola.

Bibliografia:

Bezerra, Juliana. BRICS. Toda matéria. Acesso em: 24 de maio de 2022.

Conte-nos a sua opinião...