Quantidade de demanda mundial de petróleo sobe para 5,5 milhões por dia

14 de outubro de 2021 - por Pedro Martoly


A demanda mundial de petróleo subiu de 170 mil barris por dia para 5,5 milhões de barris diários neste ano. A elevação foi feita pela Agência Internacional de Energia (IEA). Além disso, a quantidade aproximada de consumo da commodity no próximo ano também cresceu de 210 mil barris por dia para 3,3 milhões de barris no mesmo período.

Sendo assim, as buscas pelo petróleo em 2022 pode ultrapassar o patamar antes da pandemia. Ou seja, a expectativa é de que produção mundial dessa commodity cresça 2,7 milhões de barris por dia em 2021. Isso se contar com os países da Opep e a aliança Opep+, que são responsáveis por 1,5 milhões de barris a cada 24 horas.

Portanto, a AIE percebeu que o impacto armazenado da crise de eletricidade tem a mesma grande capacidade como a soma de 500 mil barris diários. Por isso, a contagem começou no mês passado e irá até o primeiro trimestre do ano que vem.

Responsabilidade maior do governo

A AIE fez uma solicitação para que os governos tenham uma responsabilidade maior e que exerçam deveres mais consistentes. Com isso, diminuir as emissões de gases de efeito estufa. O pedido foi para na cúpula do clima da Organização das Nações Unidas (ONU).

Lá, a COP15 avisou que o Planeta ainda não está nem perto de completar os objetivos ambientais. Além disso, novas aplicações no setor de energia limpa são essenciais para a redução da poluição.

Passado, presente e futuro

Quantidade de demanda mundial de petróleo sobe para 5,5 milhões por dia

A sede da organização internacional, localizada em Paris, revelou nesta quarta-feira (13) através do seu ponto de vista anual de energia global que aumentos significantes foram realizados para se distanciar dos combustíveis fósseis. Sendo assim, com maior participação da energia eólica e solar.

Já os automóveis movidos a eletricidade continuam a bater recordes históricos de vendas. No entanto, também apontou que a melhoria na economia da pandemia da Covid-19 fez com que tivesse um crescimento também na utilização do carvão e também do petróleo. Resultado disso, foi um avanço nas emissões de dióxido de carbono.

Confira sobre as Bolsas da Ásia que encerram sem nenhuma direção e dispara alertas!

Rombo fiscal assusta, novo plano da OI muito mais!

Taxação de dividendos, lucro da Magalu e Bitcoin a US$ 10.000

Lucro maior na Embraer, Putin reeleito e China com dados positivos

Bitcoin despencou mais de 7% e o uso do FGTS para comprar ovo de páscoa