Os 2 setores proibidos da bolsa de valores


Existem setores de baixíssima previsibilidade entre outros detalhes que os tornam impossíveis de se investir!

Setor de Aviação

Em 1949 um homem chamado Benjamin Graham criou um livro chamado “O investidor inteligente”.

Ainda nessa época ele já falava sobre alguns setores mais perigosos, entre eles o de aviação.

Naquele contexto os aviões não era essa indústria massiva como são hoje, se tratavam de um produto extremamente caro e de pouca acessibilidade.

Mas enquanto falavam “é irreversível, o ser humano nunca vai deixar de voar”, Benjamin começa a analisar o setor e chega nas seguintes conclusões:

Apesar de ser um setor perene (com boa duração e que dura ao longo dos anos), apesar de ser o setor que todos sabem que será uma grande revolução do século, seria um setor não lucrativo!

Poucos anos após essa afirmação as empresas de aviação começaram a crescer loucamente fazendo Graham parecer um idiota na percepção de muitos.

Eventualmente custos dos mais variados começam a resultar em margens apertadíssimas para as empresas do setor, assim algumas começam a quebrar no início da década de 60/70.

Aqui está uma lista das empresas de aviação que faliram SÓ NO BRASIL: https://pt.wikipedia.org/wiki/Categoria:Empresas_a%C3%A9reas_extintas_do_Brasil

Não se trata de uma culpa da gestão dessas empresas e sim do setor!

Os 2 setores proibidos da bolsa de valores

Greve no setor de aviação e a inflação nos EUA que reduz a confiança do consumidor americano

“Se é um setor tão ruim e tão deficitário, como ainda temos essas empresas por aí?”

Quando essas empresas entram num ciclo em que é iminente a sua quebra, recebem incentivo do governo.

Simplesmente porque são empresas fundamentais para o país!

Isso não faz o setor ser lucrativo, faz com que ele sobreviva e não que ele viva e dê lucros interessantes ao investidor.

Já vi pessoas que trabalham ou já trabalharam dentro da gestão dessas empresas e assim entendem muito bem o que vai acontecer com o preço acionário desse mercado, mas aí não é mais um assunto de investimento e sim de especulação.

Turismo

O segundo setor proibido é o de Turismo, isso pela sazonalidade e falta de controle em suas operações.

Se tem alguma alteração na aviação o turismo é muito mais impactado do que o próprio setor de aviação.

Hotelaria, empresa de milhagem, empresas de benefícios em viagens, as margens são absurdas.

Mas nenhuma empresa dessas tem um balanço coerente! Sua receita líquida é imprevisível, nada assertiva e me causa até uma confusão em imaginar quem consegue enxergar isso como um de bom investimento.

Os 2 setores proibidos da bolsa de valores

Não invisto, não olho e nem comento sobre esses dois setores… então aproveite para saber um pouco mais das minhas opiniões no vídeo abaixo:

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assistir ao vídeo acima (do canal Investidor Sardinha) em que detalho mais sobre estes dois setores que você deve evitar!

Entra lá no Instagram (@oraulsena) e faça parte da nossa comunidade, pra ficar sempre por dentro do mundo dos investimentos e da Bolsa de Valores.

E não deixe de conferir, também: Como ficar rico sem dinheiro nenhum: financiamento para empreender

Conte-nos a sua opinião...