PIX internacional: saiba mais sobre o desenvolvimento do Nexus


O PIX internacional, ou Nexus, é uma modalidade de pagamentos instantâneos como foco no envio e recebimento de dinheiro no exterior.

Em resumo, o PIX é um meio de pagamentos do Banco Central que serve para que transações em dinheiro sejam efetuadas de forma instantânea.

Sendo assim, na prática, o Nexus se parece muito com o PIX. No entanto, o Nexus tem como foco as transações internacionais, ao passo em que o PIX envolve as transações brasileiras.

Sendo que o Nexus é uma iniciativa do Banco Central de Compensações Internacionais (BIS, na sigla em inglês).

Entretanto, ainda não existe uma data de lançamento, mas ele pode ser implementado em 63 países ainda em 2022.

Enfim, segundo o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, a decisão pelo PIX internacional foi tomada com base no sucesso do PIX nacional.

Isso porque a adesão ao PIX foi tão grande que superou o número de transações realizadas por meios mais tradicionais como DOC e TED.

Como o PIX funciona?

Em síntese, o PIX nacional funciona como uma forma prática e rápida de fazer o envio e recebimento de dinheiro.

Este meio de pagamento foi criado pelo Banco Central do Brasil (Bacen) e implementado a partir de fevereiro de 2020.

O projeto estava em execução desde 2018, mas foi lançado apenas no dia 5 de outubro de 2020 e no dia 16 de novembro do mesmo ano ele já funcionava de forma integral.

Por fim, para usar o sistema, basta cadastrar uma ou mais chaves PIX. Dessa forma, as chaves podem ser:

  • número de celular

  • e-mail

  • CPF/CNPJ

  • aleatória – é gerada pelo próprio sistema

Com a chave PIX, basta acessar a área PIX na sua conta e efetuar as transações. Enfim, essa é uma forma bem mais prática e rápida de enviar e receber dinheiro do que por meio de DOC e TED.

Contudo, ainda não se sabe como será o funcionamento do PIX Internacional, mas o Nexus se parece muito com o PIX brasileiro.

Mas vale destacar que mais de 50 países usam tecnologias parecidas com o PIX do Brasil como, por exemplo:

  1. Reino Unido

  2. Estados Unidos

  3. Austrália

  4. Índia

  5. China

Nexus: o PIX internacional

O Nexus é uma iniciativa do Banco Central de Compensações Internacionais (BIS). Em resumo, os membros do BIS são:

  1. Banco da Algeria

  2. Banco Central da Argentina

  3. Banco de Reserva da Austrália

  4. Banco Central da República da Áustria

  5. Banco Nacional da Bélgica

  6. Banco Central da Bósnia e Herzegovina

  7. Banco Central do Brasil

  8. Banco Nacional da Bulgária

  9. Banco do Canadá

  10. Banco Central do Chile

  11. Banco das Pessoas da China

  12. Banco Central da Colômbia

  13. Banco Central da Croácia

  14. Banco Nacional da República Tcheca

  15. Banco Nacional da Dinamarca

  16. Banco da Estônia

  17. Banco Central da Europa

  18. Banco da Finlândia

  19. Banco da França

  20. Banco Central da Alemanha

  21. Banco da Grécia

  22. Autoridade Monetária de Hong Kong

  23. Banco Magyar Nemzeti (da Hungria)

  24. Banco Central da Islândia

  25. Banco de Reserva da Índia

  26. Banco da Indonésia

  27. Banco Central da Irlanda

  28. Banco de Israel

  29. Banco da Itália

  30. Banco do Japão

  31. Banco da Coréia

  32. Banco Central de Kuwait

  33. Banco da Letônia

  34. Banco da Lituânia

  35. Banco Central de Luxemburgo

  36. Banco Central da Malásia

  37. Banco do México

  38. Banco Al-Maghrib (do Marrocos)

  39. Banco Central dos Países Baixos

  40. Banco Central da Nova Zelândia

  41. Banco Central da Noruega

  42. Banco Nacional da República de Macedonia do norte

  43. Banco de Reserva do Peru

  44. Banco Central das Filipinas

  45. Banco Narodowy (da Polônia)

  46. Banco de Portugal

  47. Banco Nacional da România

  48. Banco Central da Federação Russa

  49. Banco Central Saudita (Arábia Saudita)

  50. Banco Nacional da Sérvia

  51. Autoridade Monetária de Singapura

  52. Banco Nacional da Eslováquia

  53. Banco da Eslovênia

  54. Banco da Reserva da África do Sul

  55. Banco da Espanha

  56. Sveriges Riksbank (da Suécia)

  57. Banco Nacional da Suíça

  58. Banco da Tailândia

  59. Banco Central da República da Turquia

  60. Banco Central dos Emirados Árabes Unidos

  61. Banco da Inglaterra

  62. Banco Central dos Estados Unidos (FED)

  63. Banco de Estado do Vietnam

Quais as diferenças entre o PIX e o Nexus?

No geral, o PIX e o Nexus funcionam de forma similar. Dessa maneira, a grande diferença entre eles é que o destinatário está em outro país.

Portanto, o grande impacto do Nexus será em relação ao próprio sistema de envio de recebimento de dinheiro. Em resumo, hoje em dia o processo não é muito claro em relação às taxas e funcionamento.

Isso porque, hoje em dia, existem diferenças entre as plataformas de câmbio. Desse modo, o consumidor tem dificuldades em analisar qual a plataforma com melhor custo benefício.

Além disso, o envio de pequenas quantias pode ser inviável, já que existem vários custos envolvidos. No entanto, com o PIX Internacional, os custos devem ser reduzidos.

Existe ainda a questão do tempo de envio. Em síntese, pode levar de 2 a 3 dias úteis para o dinheiro chegar ao destinatário. Em contrapartida, com o PIX as transações serão instantâneas.

Quanto o PIX internacional estará funcionando?

Ainda não existe uma data oficial para que o sistema comece a funcionar. No entanto, a expectativa é que ele seja implementado em 63 países ainda em 2022.

De acordo com o BIS, o modelo já está sendo testado no Uruguai, Malásia, Cingapura e parte da Zona do Euro na Itália.

Contudo, nesta fase, ainda não são feitos pagamentos “reais”. Ou seja, as operações são feitas sem que haja dinheiro circulando pela plataforma.

Popularmente chamado de PIX Internacional, o sistema se chamará Nexus.

Desse modo, a proposta é que os sistemas nacionais de pagamento dos países se conectem diretamente com a plataforma Nexus, ao invés de criar uma conexão personalizada com cada um.

Enfim, o intuito com o Nexus é diminuir os custos e elevar a eficiência das transações financeiras internacionais.

LEIA MAIS

Pix Saque e Pix Troco: saiba como usar em 6 passos

Veja alguns golpes mais usados por meio do Pix e dicas para previnir

BC deve liberar opção de pagamentos em parcela por meio de Pix

Como sacar dinheiro com Pix: conheça o Pix Saque e Pix Troco

Novas regras do Pix aos usuários: quais são elas?

Banco Central anuncia novo sistema de segurança para prever fraudes no Pix

Fontes: Remessa online, O tempo e, por fim, Olhar digital.

Conte-nos a sua opinião...