TIPS: o que são os Treasury Inflation-Protected Securities?

Os TIPS são títulos de dívida do governo americano que oferecem proteção contra a inflação. Leia e saiba mais.

22 de janeiro de 2024 - por Sidemar Castro


Os TIPS (Treasury Inflation-Protected Securities) são títulos do Tesouro emitidos pelo governo dos Estados Unidos que protegem os investidores contra a inflação, ajustando o valor do principal de acordo com a inflação.

Diferentemente de outros títulos do Tesouro, o principal de um TIPS pode subir ou descer ao longo do seu prazo. Os TIPS pagam uma taxa de juros fixa a cada seis meses até o vencimento e podem ser mantidos até o vencimento ou vendidos antes do vencimento.

O que são os TIPS?

Os Treasury Inflation-Protected Securities (TIPS) são títulos de dívida emitidos pelo governo dos Estados Unidos que oferecem proteção contra a inflação.

O valor principal dos títulos é ajustado para acompanhar as mudanças no Índice de Preços ao Consumidor (CPI, em inglês), que é uma medida comum da inflação. Isso significa que, se a inflação ocorrer durante o período de detenção do TIPS, o valor principal deles aumentará.

Por outro lado, se ocorrer deflação, o valor principal do TIPS diminuirá. No entanto, no vencimento dos títulos, o investidor recebe o maior entre o valor principal ajustado pela inflação ou o valor principal original.

Os TIPS pagam juros a uma taxa fixa. Como o valor principal deles é ajustado pela inflação, os pagamentos de juros variam a cada período porque são calculados com base no valor principal ajustado.

Portanto, os TIPS fornecem ao investidor uma taxa de retorno real garantida e proteção contra o risco de inflação. Por favor, consulte um consultor financeiro para obter conselhos personalizados antes de tomar qualquer decisão de investimento.

Como os TIPS funcionam?

Os TIPS, como títulos de renda fixa emitidos pelo Tesouro dos EUA, tem seu  retorno ajustado de acordo com as variações do Índice de Preços ao Consumidor americano, que é uma medida das variações ao longo do tempo no preço de uma cesta de bens de consumo.

Aqui está um exemplo de como eles funcionam:

Suponha que um investidor compre um TIPS de $10.000 com uma taxa de cupom de 1,00% em um leilão do Tesouro dos Estados Unidos. Se o Índice de Preços ao Consumidor aumentar 3% ao ano (uma taxa semestral de 1,5%), o valor do principal do título é aumentado em 1,5% após seis meses, tornando o principal ajustado $10.150. Um pagamento de cupom de $50,75 (50% da taxa de cupom de 1,00% multiplicado pelo principal ajustado de $10.150) é feito ao investidor.

No final do primeiro ano civil, o investidor é tributado sobre o pagamento do cupom e os ajustes do principal. Essa tributação continua ao longo da vida do título. O investidor continua recebendo a taxa de cupom multiplicada pelo principal ajustado semestralmente (neste caso, o principal ajustado é aumentado em 1,5% a cada seis meses).

No vencimento, cinco anos a partir da data do leilão, o investidor recebe o principal ajustado de $11.605,41 e o pagamento final do cupom de $58,03 (50% de 1,00% multiplicado por $11.605,41).

Desse modo, os TIPS fornecem ao investidor uma taxa de retorno real garantida e proteção contra o risco de inflação. Entretanto, se for investir, é aconselhável consultar um consultor financeiro para obter conselhos personalizados antes de tomar qualquer decisão de investimento.

Quais são as vantagens e desvantagens dos TIPS?

Eles têm várias vantagens e desvantagens. Aqui estão algumas delas:

Vantagens:

  • Proteção contra a inflação: O principal dos TIPS é ajustado de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor (CPI), oferecendo proteção contra a inflação.
  • Pagamentos de juros semestrais: Os TIPS pagam juros duas vezes ao ano com base no valor do principal que é corrigido pela inflação semestralmente.
  • Garantia do governo dos EUA: Os TIPS são emitidos pelo Tesouro dos Estados Unidos, o que significa que eles têm o respaldo do governo dos EUA e praticamente não apresentam risco de inadimplência.

Desvantagens:

  • Retorno potencialmente mais baixo: Geralmente, a taxa de retorno oferecida pelos TIPS é inferior a muitos títulos pré-indexados não ajustados à inflação.
  • Risco de deflação: Se a inflação não se materializar ou se ocorrer deflação, os títulos podem perder sua utilidade.
  • Impostos: Os investidores são tributados sobre os pagamentos de cupom e os ajustes do principal, o que pode aumentar a carga tributária.

Por que os TIPS são considerados seguros?

Os TIPS são considerados seguros principalmente por serem títulos do tesouro emitidos pelo governo dos Estados Unidos. Isso significa que o pagamento do principal e dos juros dos títulos é garantido pelo governo dos EUA, a maior economia do planeta, o que praticamente elimina o risco de inadimplência.

Além disso, os TIPS oferecem proteção contra a inflação, pois o valor principal deles é ajustado para acompanhar as mudanças no Índice de Preços ao Consumidor americano (CPI). Isso significa que se a inflação ocorrer durante o período de detenção do TIPS, o valor principal deles aumentará.

Por outro lado, se ocorrer deflação, o valor principal do TIPS diminuirá. No entanto, no vencimento dos títulos, o investidor recebe o maior entre o valor principal ajustado pela inflação ou o valor principal original. Portanto, os TIPS fornecem ao investidor uma taxa de retorno real garantida e proteção contra o risco de inflação.

Fontes: Nomad, VG Research, Acionista

10 livros essenciais para entender sobre economia comportamental

Propriedade privada: o que significa e quando surgiu o conceito?

Escola de Friburgo: escola que originou o ordoliberalismo

Microeconomia: o que é, como funciona e quais são os elementos?