Me sinto incapaz, o que fazer? Como lidar com o fracasso?

Descubra como a sensação de incapacidade limita nossa visão sobre nós mesmos e entenda definitivamente como lidar com a ilusão do fracasso!

27 de maio de 2024 - por Raul Sena (Investidor Sardinha)


Essa semana eu recebi a mensagem de um rapaz que dizia se sentir incapaz após ser demitido de um emprego que ele julgava ser extremamente simples, e por conta de um único atraso.

O que mais me surpreendeu, além dessa decisão da empresa, foi a quantidade de pessoas jovens, em torno de seus quase 20 anos, alegando se sentirem da mesma forma, como se tivessem falhado na vida.

Não é o tipo de assunto que mais costumo falar sobre, mas de fracasso eu entendo, e é sobre essa sensação de que tudo deu errado que este artigo vai falar.

Eu já me senti incapaz

Ao longo da minha vida eu passei por diversas situações que me fizeram sentir que era incapaz.

Eu tenho Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade, o tal do TDAH, e quando criança isso tornava a minha vida complicada na escola, a ponto de eu ouvir constantemente dos professores que eu não tinha futuro.

Eram tantas críticas que, por um bom tempo, eu me deixei acreditar nelas.

Mesmo sabendo das minhas capacidades, das minhas boas notas, meu comportamento era considerado um problema, e aquelas palavras me abalavam.

Ao longo da vida todos já passamos por situações em que chegamos a duvidar das nossas capacidades, principalmente quando outras pessoas fazem questão de nos fazer acreditar que somos inferiores.

E esse sentimento vai nos limitando ao longo da vida, e acaba fazendo com que nos comparemos aos outros.

O erro de se comparar aos outros

Vivemos em uma época onde a comparação está sempre presente, especialmente nas redes sociais.

Basta rolar o feed do Instagram para vermos pessoas aparentemente bem-sucedidas, jovens dirigindo Ferraris, e nos sentirmos inferiores. Mas é preciso saber que muitas vezes essas comparações são ilusórias.

No passado, nossas referências de sucesso eram limitadas. Hoje, com a internet, somos bombardeados por imagens de pessoas que parecem ter alcançado o sucesso com facilidade.

No entanto, a maioria das pessoas não expõe suas dívidas e seus fracassos. Então ficar se comparando a essas pessoas não vai te levar a lugar algum.

Ao invés de buscar referências em pessoas que parecem ter conseguido um sucesso repentino, devemos nos inspirar em pessoas que partiram de lugares parecidos com os nossos, e superaram desafios como os que temos em nossas vidas.

Conheça seus pontos fortes e fracos

Chega uma época em nossa vida em que precisamos aceitar que não somos bons em tudo. Existirão coisas que não dominamos, e está tudo bem.

Eu, por exemplo, sei que sou desorganizado. Já aceitei que não vou tentar ser organizado a qualquer custo. Em vez disso, foco nas minhas habilidades em comunicação e em exatas, áreas em que sou realmente bom.

Ao colocar em um papel seus pontos fortes e fracos você se permite focar no que de fato importa para o seu crescimento pessoal e supera essa sensação de incapacidade.

Fazendo isso, você pode buscar ajuda ou parceria para compensar suas fraquezas e se concentrar no que faz de melhor.

Você conhece a sua própria trajetória?

Avalie honestamente seus esforços e ações passadas. Pergunte a si mesmo: você realmente deu o seu melhor? Estava utilizando suas forças ao máximo?

Muitas vezes, a sensação de fracasso vem de expectativas irreais ou da comparação com aqueles que começaram em pontos de partida diferentes dos nossos.

Se você fez tudo o que podia, talvez o problema não seja sua capacidade, mas sim as expectativas geradas em torno do que você fazia.

A partir do momento que você analisa com sinceridade o que aconteceu, você consegue identificar de maneira objetiva qual foi o problema que te levou a falhar.

Tenha um plano claro e objetivo

Lidar com o fracasso não é fácil, mas é possível. Reconhecer que todos enfrentamos desafios e que o sucesso não é imediato é fundamental.

Ajuste suas expectativas de forma realista e trace um plano objetivo, que leve em conta suas habilidades e limitações.

Pegue esse plano e divida em objetivos menores, para que você consiga alcançar cada meta necessária para concluir seu objetivo principal.

Ter essa capacidade de quebrar seu planejamento em planos menores e imediatos e se esforçar para conseguir realizá-los é o que leva as pessoas a evoluírem.

Se você quer ter acesso a mais conteúdos como esse, segue meu perfil @oraulsena no Instagram e assiste o canal @investidorsardinha no Youtube. Já para você que ganha ali um dinheiro a mais, e sobra ali um montante para investir, preencha nossa análise de perfil na AUVP e aprenda a multiplicar seu patrimônio.

E não deixe de conferir: 7 hábitos milionários para adquirir o quanto antes

Aqui eu te conto com mais detalhes como é que eu descobri que não era fracassado:

O que acontece se não declarar o Imposto de Renda? Testei na PRÁTICA!

Fazer faculdade no Brasil vale a pena? A realidade é difícil de engolir

Ibovespa caindo! – Onde estou investindo para proteger o meu dinheiro?

A enorme BOMBA que pode enterrar de vez o Brasil