Mesada, o que é? Pra que serve, periodicidade, benefícios e dicas


A mesada pode ser um bom instrumento para ensinar os filhos a lidar com o dinheiro. Ou seja, se usada da maneira correta, a mesada pode ser uma ferramenta na educação financeira das crianças. 

Como no Brasil não existe nenhuma disciplina voltada para a educação financeira nas escolas, cabe aos pais ensinar os filhos a lidar com o dinheiro. Sendo assim, através da mesada, os pais podem ensinar lições importantes, como aprender a poupar, estabelecer objetivos e esperar. 

Ensinar as crianças desde cedo a lidar com dinheiro, aumenta as chances delas gerenciarem melhor as finanças pessoais quando adultos. Se levarmos em consideração que boa parte da população brasileira está endividada, ensinar as crianças a lidar com dinheiro é uma forma de proporcionar um futuro melhor para elas. 

O que é mesada

A mesada é um valor em dinheiro que os pais dão periodicamente para os filhos. Sendo que, o valor e a periodicidade, geralmente, são acordados entre pais e filhos de acordo com a idade das crianças.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O objetivo em dar dinheiro para os filhos é proporcionar educação financeira desde a infância. Dessa forma, com a mesada os filhos começam a entender o valor do dinheiro, como lidar com ele, como poupar e como ter objetivos.

Mesada, o que é? Pra que serve, periodicidade, benefícios e dicas

Alto astral

A decisão de dar mesada pode partir da vontade dos pais ou dos próprios filhos. A idade ideal seria a partir dos 6 ou 7 anos de idade, pois assim a educação financeira acompanha o ciclo de evolução das crianças. 

Uma dúvida que sempre surge é em relação ao valor da mesada. Primeiramente, é preciso fazer uma análise da situação financeira da família para determinar qual o valor mais adequado para dar de mesada.

Além disso, é importante que os pais não ultrapassem o seu nível financeiro. O recomendado é que os filhos recebam um valor mediano, não precisa nem ser a mesada mais alta da turma da escola, nem a mais baixa. 

Periodicidade

É interessante que as crianças sempre recebam a sua mesada em uma data específica. Isso é importante para que elas consigam fazer planos com o dinheiro. A periodicidade pode variar de acordo com a idade ou maturidade da criança:

Até 6 anos de idade: Até os seis anos de idade, os pais podem dar periodicamente uma pequena quantia de dinheiro, mas nada muito fixo ainda. O valor não precisa ser alto, uns trocados, que dê para comprar um sorvete, bastam. O intuito é que a criança comece a compreender a relação de troca que existe entre o dinheiro e os produtos. 

A partir dos 6 ou 7 anos de idade: A partir dos 6 ou 7 anos já é possível estabelecer uma mesada semanal, chamada de semanada. O período de uma semana é interessante, pois nessa idade as crianças ainda possuem dificuldades em lidar com a ideia de um futuro muito distante. 

Mesada, o que é? Pra que serve, periodicidade, benefícios e dicas

Assisnews

Entre 8 e 11 anos de idade: Nessa idade as crianças já entendem melhor o fator tempo e a mesada pode ocorrer uma vez a cada quinze dias. Neste caso ela é chamada de quinzenada

11 anos de idade: A partir dos 11 ou 12 anos, as crianças já são maduras o suficiente para lidar com um ciclo maior de tempo, por isso, a mesada pode acontecer de maneira mensal. 

Independente da idade da criança e do valor da mesada, é importante que os pais estimulem a economia de uma porcentagem da mesada, algo em torno de 10 a 30%. Além disso, é possível introduzir o seu filho nos investimentos desde a infância, já que menores de idade também podem investir. 

Pra que serve (ou não) a mesada

A mesada é uma ferramenta de educação financeira, porém, ela sozinha não acrescenta nada. Portanto, os pais não devem apenas dar o dinheiro, mas também orientações de como lidar com ele.

É importante também que os pais acompanhem os gastos dos filhos, mas sem ditar regras de como o dinheiro deve ser gasto. Isso porque o dinheiro da mesada deve ser uma forma da criança escolher o que fazer e aprender a tomar decisões financeiras por conta própria.

Mesada, o que é? Pra que serve, periodicidade, benefícios e dicas

Mãezinha vai com as outras

No entanto, a mesada não deve ser usada para algumas situações específicas, como por exemplo, para comprar o lanche da escola. Ela também não deve ser usada para comprar roupas e calçados, já que esses gastos devem ser bancados pelos pais. 

A mesada também não deve ser usada como troca pela realização de deveres. Logo, boas notas na escola e arrumar o quarto não devem ser ações recompensadas com mesada. A criança deve entender que esses são seus deveres, independente de receber mesada ou não. 

Por outro lado, se o objetivo for estimular o espírito de empreendedorismo dos filhos, é possível pagar um valor (que não tenha ligação com a mesada), para que as crianças executem algumas tarefas como lavar o carro ou recolher as folhas do jardim.

Dicas

Algumas dicas podem ser úteis para os pais que desejam começar a dar mesada para os filhos:

Educação financeira: Ensinar a importância de lidar com o dinheiro para conseguir realizar objetivos de curto, médio e longo prazo é essencial. 

Liberdade de escolha: É preciso ensinar que o dinheiro proporciona a liberdade de escolha. O dinheiro não é o fim, ele é o caminho para algo. 

Exame

Chantagem e troca: A mesada é uma ferramenta de educação financeira e não deve ser usada em chantagens nem trocas.

Hábitos: Ensine bons hábitos financeiros para o seu filho, como por exemplo, poupar uma porcentagem por mês ao invés de gastar tudo. 

Investimentos: Dependendo da idade do seu filho, você já pode apresentar para ele o mundo dos investimentos, para que ele comece a investir ainda jovem

Vantagens

Dar dinheiro para os filhos possui diversas vantagens. A primeira delas é que a criança percebe o valor do dinheiro e aprende como estabelecer objetivos.

Outra vantagem é que a criança aprende a lidar com a frustração de não ter dinheiro suficiente para algo e aprende a poupar para conseguir o que quer. 

Vchaspik

Se usada da maneira correta, a mesada pode também dar confiança para que as crianças tomem decisões e sejam mais responsáveis e autônomas. Até a matemática da criança pode melhorar ao receber uma mesada, já que ela terá que fazer cálculos para saber o quanto de patrimônio possui. 

Para os pais, existe a vantagem de ensinar bons hábitos para os filhos e aumentar as chances de que eles sejam adultos responsáveis financeiramente. Além disso, a mesada é uma ótima forma das famílias conversarem mais sobre dinheiro, já que esse assunto ainda é um tipo de tabu na sociedade. 

E aí, gostou de aprender sobre a mesada? Então aproveite para descobrir como fazer um Controle financeiro, o que é? Conceito, como fazer e dicas para alcançar.

Fontes: Bpp, Uol, Idinheiro e Eu em dia

Imagens: Claritas, Alto astral, Mãezinha vai com as outras, Assisnews, Vchaspik e Exame


Conte-nos a sua opinião...