O que é patrimônio? Como é composto, tipos e como aumentar


O patrimônio é a soma dos bens, direitos e obrigações de uma pessoa ou empresa. Sendo assim, os bens e direitos positivos são os ativos. Por outro lado, a parte negativa do patrimônio são as obrigações.

Os bens podem ser tangíveis, intangíveis, móveis ou imóveis. Sendo que uma característica inerente a todos eles, é a possibilidade de serem convertidos em dinheiro caso seja necessário.

A construção de um patrimônio positivo sólido é um processo a longo prazo. No entanto, algumas atitudes podem ajudar, como por exemplo, investir.

O que é patrimônio

Na esfera da economia e do direito, patrimônio é a reunião de bens, direitos e obrigações que possuem valor financeiro. Em outras palavras, o patrimônio é indivisível e corresponde à junção de todos os bens, direitos e obrigações que uma pessoa física ou empresa possui ou deve. 

O que é patrimônio? Como é composto, tipos e como aumentar

André Bona

Desse modo, o patrimônio é composto por ativos e passivos. Sendo assim, os ativos são os bens e direitos que a pessoa tem em valores positivos.

Em contrapartida, os passivos são todas as suas obrigações. Ou seja, todos os compromissos assumidos pelas empresas, como por exemplo, o pagamento do salário dos funcionários. 

Como o patrimônio é composto

O patrimônio é composto por bens, direitos e obrigações, que podem ser subdivididos em:

1- Bens

Um bem é tudo o que pode ser convertido em dinheiro se necessário. Dessa maneira, para que seja considerado como bem, ele deve possuir algum valor econômico. Além disso, os bens podem ser:

Tangíveis: Os bens tangíveis são os bens materiais que podem ser locados, como por exemplo, imóveis, terrenos e veículos. 

O que é patrimônio? Como é composto, tipos e como aumentar

Urbs

Intangíveis: Também chamados de bens imateriais, os intangíveis são aqueles que não podem ser tocados. Apesar disso, eles também podem ser convertidos em dinheiro, alguns exemplos são as patentes, franquias e marcas. 

Móveis: Os bens móveis são os bens tangíveis que podem ser mudados de lugar, sem que sejam comprometidos, como máquinas e equipamentos. 

Imóveis: Para finalizar, os bens imóveis são aqueles que não podem ser mudados de lugar sem lhes causar prejuízo. 

2- Diretos

Os direitos não são bens, porém, são ativos que podem trazer dinheiro indiretamente. Um exemplo de direito é uma venda realizada à prazo pela empresa. Neste caso, ela ainda não possui o dinheiro, entretanto, ela possui o direito de cobrar o cliente e recebê-lo. 

O que é patrimônio? Como é composto, tipos e como aumentar

Ademilar

3- Obrigações

Para finalizar, o patrimônio é composto também por obrigações. Logo, todos os compromissos assumidos por uma pessoa ou empresa, fazem parte do seu patrimônio. Por exemplo, ao se comprometer com o pagamento do salário dos funcionários, a empresa assume uma obrigação.

Tipos de patrimônio

Podemos categorizar o patrimônio nos seguintes tipos:

Bruto: Basicamente, o patrimônio bruto considera apenas os valores positivos, ignorando os passivos.

Líquido: A determinação do patrimônio líquido é feito através da equação patrimonial, onde se subtrai os passivos dos ativos, por meio da fórmula: Patrimônio Líquido = Ativo – Passivo. Dessa forma, o patrimônio líquido é o valor real que uma pessoa ou empresa detém, que podem ser divididos em:

Blu365

  • Capital social;
  • Reservas de capital;
  • Ajuste de avaliação patrimonial;
  • Reservas de lucros;
  • Ações em tesouraria;
  • Prejuízos acumulados. 

Afetação: Por fim, o patrimônio de afetação é um tipo exclusivo no Brasil, usado somente pelas construtoras. Ele é útil para que exista uma separação entre o empreendimento e os bens e dívidas da construtora.

Como aumentar o patrimônio

Algumas dicas podem te ajudar a aumentar seu patrimônio, confira:

1- Controle financeiro: Antes de tudo, é importante que você tenha controle de todas as suas despesas fixas, variáveis e supérfluas. O ideal é que você faça listas separadas para cada tipo de gasto. Esta etapa é extremamente importante para que você saiba para onde está indo o seu dinheiro. 

Bem da terra

2- Planejamento: A segunda etapa é identificar os gastos que você quer cortar e definir suas metas e objetivos. É importante que você tenha em mente que a construção do patrimônio ocorre a longo prazo.

Portanto, seja realista com suas metas e não espere que seu patrimônio dobre magicamente. Em síntese, é preciso definir os planos e buscar estratégias para atingir seus objetivos. 

3- Investir: Investir é uma ótima opção para a construção do patrimônio. Isso porque, seu dinheiro começa a trabalhar por você e assim aos poucos o seu patrimônio vai crescendo.

Mas antes de investir, é essencial que você busque ferramentas para aprofundar seus conhecimentos sobre investimentos. Alguns livros sobre investimentos obrigatórios para investidores iniciantes podem te ajudar.

Fontes: Dicionário financeiro, Onze, Conta azul e Edital concursos Brasil

Imagens: Siga empreendendo, André Bona, Urbs, Ademilar, Blu365 e Bem da terra

Conte-nos a sua opinião...