Controle financeiro, o que é? Conceito, como fazer e dicas para alcançar


O controle financeiro é uma forma de organizar as finanças pessoais. Esse controle serve tanto para curto prazo, quanto para médio prazo e é determinante para alcançar os objetivos pessoais. A tão sonhada liberdade financeira, por exemplo, só pode ser alcançada com controle financeiro.

O oposto do controle financeiro é o descontrole, que resulta em dívidas e frustrações. Exatamente por isso é tão importante organizar as finanças pessoais, para que você consiga realizar seus sonhos e se sinta satisfeito consigo mesmo.

Em resumo, podemos compreender o controle financeiro como um meio para organizar nossas finanças e, assim, gastarmos de forma mais consciente. Sendo que, o resultado final é a satisfação de se conseguir realizar os objetivos.

Empreender dinheiro

O que é controle financeiro

O controle financeiro é uma organização das despesas pessoais. Dessa forma, o objetivo é analisar quais são as despesas fixas e variáveis e ainda a receita disponível para suprir todas as necessidades.

Normalmente, essa organização das despesas pessoais é feita de maneira mensal, já que a maioria das pessoas recebe o salário uma vez por mês. Entretanto, algumas atitudes devem ser diárias.

Assuntos variados

Apesar de, inicialmente, parecer chato controlar tanto as finanças, na realidade, esse controle resulta em liberdade.

Pode parecer contraditório, porém, somente com o controle financeiro, podemos ser livres para realizar nossos sonhos. 

Como ter controle financeiro

Para tornar o controle financeiro parte da sua rotina, algumas atitudes podem ser tomadas, tais como:

1- Renda

O primeiro passo para o controle financeiro, é a sua renda. A renda é o valor líquido que você recebe, depois de todos os descontos.

Caso você tenha alguma fonte de renda extra, proveniente de algum trabalho adicional que você realiza, ela também é calculada junto com a renda fixa. 

Contábeis

Porém, se essa renda extra não for recebida todos os meses, é melhor não considerar ela como fixa, mas sim uma verba extra que pode ser investida.

Portanto, conhecer qual a sua renda é importante para que você não gaste mais dinheiro do que realmente possui e acabe contraindo dívidas. 

2- Controle financeiro X dívidas

Caso você tenha dívidas, se planeje e pague todas. As contas atrasadas fazem com que você gaste dinheiro pagando juros, ao invés de investir.

O ideal é tentar renegociar as dívidas ou parcelar e acabar com todas. Em resumo, é uma equação simples: com controle financeiro você não contrai dívidas, logo, se você tem dívidas você não tem controle das suas finanças pessoais. 

3- Gastos

Todos nós possuímos alguns gastos inevitáveis, como água, energia e internet. Faça uma lista com os seus gastos fixos. Mesmo os que mudam um pouco, como a conta de água, pode ser considerado como fixo.

Controle financeiro o que é? Definição e dez dicas para alcançar

Blog da qualidade

Com essa lista montada, você será capaz de perceber qual é o seu verdadeiro custo de vida e isso é importantíssimo para organizar as finanças pessoais.

Pois, com o valor do seu custo de vida em mente, você não comprometerá o dinheiro – necessário para as suas necessidades fixas – com gastos supérfluos. 

4- Outras despesas

Ao fazer a lista de custos de vida, você deve ter notado que muitos outros gastos não entraram naquela lista. Pois bem, eles são consideradas como despesas extras e, normalmente, tomam boa parte da sua renda. 

Controle financeiro o que é? Definição e dez dicas para alcançar

Instituto life coaching

Faça o seguinte exercício: anote todos os seus gastos diariamente. Todos mesmo, desde a cervejinha no final de semana, até uma escapulida no shopping.

No final do mês faça as contas e descubra o quanto você gastou. Pode parecer meio chato ou controlador, mas, para se ter uma organização financeira, é preciso saber para onde o dinheiro está indo. 

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

5- Tipos de gastos

Outro método que pode ajudar no controle financeiro pessoal é separar os gastos por categoria. Depois que você tiver separado os fixos dos variáveis, vai ser fácil fazer esse. Basta separar entre, por exemplo, moradia, transporte e lazer. 

Controle financeiro o que é? Definição e dez dicas para alcançar

Economia negócios

As categorias de gastos ajudam na identificação da porcentagem de renda gasta em cada área da sua vida.

O resultado dessa análise é a consciência de como estão suas finanças pessoais. Além disso, a partir desse ponto, é possível verificar onde pode haver cortes de gastos. 

6- Economia para o controle financeiro

O próximo passo para organizar as finanças pessoais é economizar. Apesar do hábito de economizar ser fundamental, é importante também ser realista e sincero consigo mesmo. Isso porque, não adianta propor grandes cortes se você não irá conseguir realizar e só ficará frustrado.

Portanto, você deve analisar detidamente quais os gastos pode cortar, isso é claro, sem se privar de todas as coisas que te dão prazer. Equilíbrio e sinceridade são determinantes nessa etapa. 

Controle financeiro o que é? Definição e dez dicas para alcançar

Sabrina Nunes

Para finalizar, além de cortar gastos, existe ainda formas de reduzir os gastos. Uma maneira de fazer isso é comparando os preços e pedindo desconto.

Mas atenção, os supermercados podem colocar pegadinhas de desconto, então é importante olhar bem se o custo benefício dos produtos vale a pena. Já em outros locais, como em feiras, é possível negociar os valores e, com isso, economizar pagando em dinheiro.

7- Planos

Para ter um controle financeiro é importante realizar também um planejamento. Ou seja, os seus planos podem ser de reduzir custos para conseguir realizar algum sonho ou podem ser de investir mais.

Enfim, os objetivos são pessoais, mas são necessários para uma organização financeira. 

Controle financeiro o que é? Definição e dez dicas para alcançar

Sigep

As metas e objetivos funcionam tanto como um motivador para não gastar, quanto como um controlador de gastos.

Outro bom exercício, é criar uma lista de desejos. Coloque os desejos por ordem de prioridade e se atenha a ela. Dessa maneira, você irá evitar gastos impulsivos, pois saberá quais são as prioridades e conseguirá ainda se planejar para os gastos. 

8- Contas anuais

Outro passo para o controle financeiro, se refere às contas como IPTU e IPVA, que são pagas anualmente.

Acontece que, normalmente, as pessoas não se organizam para pagar essas contas, mesmo sabendo que elas estão por vir. Uma maneira interessante de pagá-las é reservar um valor todos os meses. Assim, quando elas chegarem, você já estará preparado. 

Controle financeiro o que é? Definição e dez dicas para alcançar

Otb invest

9- Reserva de emergência

A reserva de emergência serve como uma verba para necessidades inesperadas. Ou seja, ela não deve ser usada para nenhuma outra coisa, somente para verdadeiras emergências.

O valor desta reserva varia conforme o seu custo de vida, mas o indicado é que o saldo da reserva seja equivalente a seis meses de seu custo de vida atual. Além disso, esse é um importante passo para o controle financeiro e deve ser realizado antes de começar a investir.

10- Investimento

Por fim, depois que você seguir todos os passos anteriores e estiver aos poucos adquirindo controle financeiro, é a hora de começar a investir.

Controle financeiro o que é? Definição e dez dicas para alcançar

Governo federal

Para isso, o primeiro passo é pesquisar bastante sobre tipos de investimentos e quais se encaixam com os seus planos. Procure em sites, canais do YouTube e livros. Por fim, comece a investir e faça seu dinheiro trabalhar por você.  

E aí, curtiu descobrir como ter controle financeiro? Então, entenda também a importância da Diversificação de investimentos – Quantas ações ter em carteira?

Fontes: Toro investimentos e F. Pessoais

Imagens: Suno, Contábeis, Assuntos variados, Blog da qualidade, Governo federal, Empreender dinheiro, Instituto life coaching, Otb invest, Economia negócios, Sabrina Nunes e Sigep

Conte-nos a sua opinião...