Qual a diferença entre Open Banking e Open Finance?


O Banco Central mudou o nome do projeto open banking para Open finance. A diferença é que o termo open finance é mais amplo.

Sendo assim, open banking sugere uma mudança apenas em serviços bancários, ao passo em open finance indica uma mudança em outros serviços.

Por que open banking mudou para open finance

O Banco Central do Brasil (Bacen) mudou o nome do projeto de compartilhamento de dados de open banking para open finance. Isso foi feito pois os dois termos possuem abrangência diferentes.

Ou seja, o Bacen mudou o nome pois o Brasil conta com um projeto bem abrangente de compartilhamento de dados, o que vai resultar em uma mudança estrutural no mercado financeiro.

Desse modo, o open banking sugere uma mudança apenas em relação ao compartilhamento de dados e informações relacionados com serviços bancários tradicionais.

Por outro lado, o termo open finance indica uma mudança mais ampla, que engloba outros tipos de serviços como, por exemplo, seguros e previdência.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Diferenças entre open banking e open finance

Na prática, a diferença entre open finance e open banking é a abrangência. Isso porque, o open banking se refere ao compartilhamento de dados e informações relacionadas aos serviços bancários tradicionais.

Já o open finance engloba outros serviços. Lembrando que o open banking é um sistema onde o cliente pode levar suas informações de uma instituição para outra, sem ter que começar do zero em uma nova organização.

Portanto, o open finance é um tipo de expansão do open banking. Sendo assim, mais instituições irão fazer parte deste sistema, não apenas os bancos e fintechs.

Logo, a intenção é que sejam incluídas empresas como corretoras, fundos de previdência, companhias de câmbio e etc.

Dessa maneira, o open finance é o mesmo sistema do open banking, só que ele não engloba apenas os bancos e fintechs, mas também outros tipos de empresas financeiras.

Por exemplo, com o open finance você pode autorizar uma companhia de seguros a ter dados do seu histórico financeiro para obter melhores condições.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

É claro que esse compartilhamento de dados ocorre apenas se você quiser. Contudo, compartilhar os dados pode ser uma forma de obter melhores condições em serviços e produtos financeiros.

Em resumo, as semelhanças e diferença entre os dois são:

1- Foco

O foco dos dois é: possibilitar um sistema bancário mais aberto, onde os clientes possam levar suas informações para onde quiser, sem precisar começar do zero em uma nova instituição. 

2- Amplitude

Apesar de ter o mesmo foco, o open finance se diferencia por ser mais amplo. O open banking se relacionava com o compartilhamento de informações relacionadas com os serviços bancários tradicionais.

Por outro lado, o open finance é mais amplo e engloba outros tipos de empresas financeiras. Portanto, o open finance é a evolução do open banking.

Participação das instituições

Para fazer parte do open banking, as empresas devem disponibilizar suas APIs no sistema. Dessa forma, para que uma instituição possa acessar os dados de outras instituições, ela deve liberar os dados que possui.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Sendo que fazer parte do sistema tem várias vantagens, tanto para as instituições quanto para os clientes. 

Para as instituições, essa é uma forma de ter acesso aos dados dos clientes e poder oferecer serviços e produtos que se encaixem com ele.

Já para os clientes, essa é uma maneira de obter condições melhores. Afinal de contas, ele pode usar os dados para comprovar o seu histórico como bom pagador, por exemplo.

Enfim, gostou de aprender sobre a diferença entre open finance e open banking? Então aproveite para descobrir o que acontece com o seu dinheiro se o banco falir.

Fontes: Quan e Nubank.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Conte-nos a sua opinião...