O que é fintech? Vantagens, segurança e diferenças entre startup

As fintechs são empresas do setor financeiro, que oferecem alternativas de produtos com diferencial tecnológico em comparação com as empresas tradicionais desse setor. Uma fintech é uma empresa que disponibiliza produtos financeiros completamente digitais e que facilitam o controle e acessibilidade dos clientes.

6 de maio de 2021 - por Jaíne Jehniffer


As fintechs são empresas do setor financeiro que oferecem alternativas de produtos com diferencial tecnológico em comparação com as empresas tradicionais desse setor. Ou seja, uma fintech é uma empresa que disponibiliza produtos financeiros completamente digitais e que facilita o controle e acessibilidade dos clientes.

Como essas empresas nasceram em meio digital, elas não precisam das grandes estruturas físicas, como acontece com os bancos tradicionais. Isso significa que elas conseguem disponibilizar serviços gratuitos ou com tarifas baixíssimas. 

Como existem muitas fintechs no mercado, várias delas não são nomes conhecidos nacionalmente. Por isso, para checar a integridade e segurança de uma fintech, é possível pesquisar sobre ela no site do Banco Central do Brasil (Bacen), um dos principais responsáveis por regular o setor financeiro. 

O que é fintech?

O termo fintech deriva das palavras em inglês: financial (financeiro) e technology (tecnologia). Sendo assim, a palavra fintech é usada para se referir às startups e empresas que desenvolvem produtos de tecnologia financeira.

Em outras palavras, as fintechs são empresas que desenvolvem produtos financeiros digitais, cujo diferencial em relação às empresas tradicionais é o uso da tecnologia.

Dessa maneira, essas empresas normalmente oferecem produtos que podem ser facilmente acessados e controlados através de smartphones, sem a necessidade de o cliente ir até à agência ou corretora. Alguns exemplos de soluções oferecidas pelas fintechs são: conta digital, cartão de débito, empréstimos, seguros e cartão de crédito.

O que é fintech? Vantagens, segurança e diferenças entre startup

Falando de viagem

A quantidade de empresas que se encaixam na categoria de fintech está crescendo e reforçando a tendência mundial de inovação no setor financeiro. Esse movimento é vantajoso no sentido em que proporciona uma maior competitividade no setor e contribui com a forma com que as pessoas lidam com o dinheiro.

É claro que esse movimento de inovação tecnológica no setor financeiro não surgiu de repente. Na verdade, a própria invenção de caixas eletrônicos no final da década de 1960, foi uma inovação que serviu para agilizar a vida dos clientes.

Entretanto, a popularização da internet entre os anos 1990 e 2000, tornou a criação e teste de novos produtos mais fácil. Portanto, o crescimento da quantidade de empresas que oferecem produtos com tecnologia financeira, é resultado do desenvolvimento da internet e da tecnologia como um todo. 

Áreas de atuação das fintech

As fintechs podem surgir para facilitar a vida dos clientes em diversas áreas, tais como:

1- Fintech de pagamento: Nessa área, as fintechs surgem para facilitar a compra e venda de produtos, oferecendo serviços como máquinas de cartão e cartões de crédito sem taxas. 

2- Controle financeiro: As fintechs de controle financeiro ajudam as pessoas que precisam organizar as finanças pessoais. Por exemplo, através de aplicativos para o celular, o usuário pode controlar as despesas, gastos e definir metas.

3- Crowdfunding: As fintechs de crowdfunding funcionam como plataformas de financiamento onde as pessoas podem contribuir financeiramente para que uma ideia de produto ou negócio saia do papel. 

O que é fintech? Vantagens, segurança e diferenças entre startup

Capital research

4- Fintechs de crédito ou empréstimo: Esse tipo de fintech busca aproximar quem precisa de dinheiro emprestado e as pessoas que estão dispostas a emprestar seu dinheiro em troca de juros menores. 

5- Bitcoins: As fintechs de Bitcoins tem como objetivo facilitar as transações de compra e venda das moedas digitais

6- Investimento: Por fim, as fintechs de investimento tem como objetivo disponibilizar serviços voltados para o mundo dos investimentos e ajudar os brasileiros a investir melhor.

Vantagens

Uma das principais vantagens de uma fintech, é o oferecimento de soluções financeiras que facilitam bastante a vida dos clientes. Desse modo, ao lançar produtos menos burocráticos, mais intuitivos e fáceis de usar, as fintechs mudam a forma das pessoas lidarem e controlarem o dinheiro.

Por exemplo, antigamente para abrir uma conta corrente, era preciso ir até uma agência bancária, pegar uma fila e lidar com as burocracias necessárias para a abertura da conta em si. Sem contar com o atendimento ao cliente que, no geral, é ruim. No entanto, com as fintechs é possível abrir uma conta rapidamente através do smartphone, do conforto da sua casa.

O que é fintech? Vantagens, segurança e diferenças entre startup

Startupi

Outra vantagem é que as fintechs trazem economia para os clientes, já que os serviços são gratuitos ou cobram uma taxa baixíssima. Um exemplo disso são os cartões de crédito sem anuidade e as contas digitais que não cobram tarifas. 

Sendo que, os serviços gratuitos são possíveis porque a tecnologia financeira das fintechs nasceram em um mundo digital e não precisam de grandes estruturas físicas como os bancos tradicionais. Com todas essas vantagens, não é de se estranhar que os bancos tradicionais tenham se sentido ameaçados pelas fintechs.

Apesar de inicialmente se sentirem ameaçados, a verdade é que os bancos tradicionais têm muito o que aprender com as fintechs, sobretudo em relação ao atendimento e ao cliente. Inclusive, atualmente alguns bancos tradicionais estão se aliando à fintechs para oferecer produtos diferenciados para os clientes. Enfim, as principais vantagens das fintechs são:

  • Agilidade;
  • Menos burocracia;
  • Produtos inovadores e tecnológicos;
  • Preço justo.

Segurança

Muitas pessoas ainda possuem dúvidas em relação às seguranças das fintechs. O setor financeiro brasileiro é constantemente vigiado pelo governo. Desse modo, todas as companhias que criam produtos para o setor financeiro, devem seguir diversas regras e normas específicas. 

fintech

Tirto

Dessa forma, todas as empresas que desenvolvem produtos financeiros, incluindo as fintechs, precisam seguir as rígidas regras que regem o setor. Sendo que, um dos principais responsáveis por regular o mercado e acompanhar as atividades do setor financeiro brasileiro, é o Banco Central do Brasil. 

Como existem várias fintechs no mercado, muitas não são nomes muito conhecidos. Por isso, caso você esteja em dúvida sobre a segurança de determinada fintech, faça uma consulta nos dados do Bacen. Para isso, basta acessar o site do Banco Central e pesquisar pelo nome ou CNPJ da fintech no campo de buscas do site. 

Diferenças entre fintechs e startups

As fintechs são empresas que oferecem serviços financeiros e que se diferenciam das empresas tradicionais do setor financeiro, por utilizarem tecnologia e inovação. Por outro lado, as startups são as empresas inovadoras que ainda estão começando a se desenvolver e ganhar market share.

Mobile transaction

Ou seja, as startups são as empresas com potencial de rápido crescimento, mas que ainda estão em estágio inicial. Portanto, a diferença entre uma fintech e uma startup, é que as startups não precisam fazer parte do setor financeiro. Logo, elas podem atuar nos mais diversos setores, como, por exemplo, alimentação, entretenimento e vestuário.

Em contrapartida, uma fintech é uma empresa de tecnologia financeira. Sendo assim, uma fintech pode começar como uma startup e depois se tornar uma empresa consolidada. Ao passo em que uma startup pode ou não, ser uma fintech.

Agora que você sabe como as fintechs funcionam, aproveite para saber se é seguro deixar a sua Reserva de emergência em banco online – Qual a melhor opção de fintech

Fontes: Guia bolso, NubankToro investimentos

Imagens: Falando de viagem, Capital research, Startupi, Mobile transaction, Customerthink e Tirto

10 dicas de como melhorar a sua relação com o dinheiro

Mitos e verdades sobre empreendedorismo que devemos conhecer

8 dicas do que fazer com a restituição do IR

Como comprar euro mais barato