Conheça o Facily, o aplicativo que bateu recorde de queixas no Procon

Mesmo com os benefícios atraentes da plataforma, o Facily apresentou diversas falhas e os clientes foram afetados diretamente.

11 de novembro de 2021 - por Pedro Martoly


O aplicativo de compras dos mais variados produtos e com preços menores do que o mercado oferece, conhecido como Facily, também disponibiliza a opção de adquirir alimentos e também itens para animais de estimação.

As aquisições são feitas de forma grupal. Ou seja, os usuários do Facily se juntam para que os valores caiam e os preços fiquem mais atraentes.

Portanto, mesmo sendo bastante convidativo, o aplicativo apresentou um número elevado de reclamações no Procon. Sendo assim, gerou a possibilidade de suspensão da plataforma.

Modos de pagamento da Facily

Após realizar a compra de um determinado produto, o usuário pode fazer o pagamento do frete e receber a mercadoria na residência. Existe outra opção também que o cliente é capaz de optar que é de retirar as compras de maneira gratuita em um ponto selecionado no próprio aplicativo.

O usuário pode pagar os produtos por meio de boleto, cartão de crédito, PIX ou até mesmo com moedas de ouro virtuais que são dadas pelo Facily como método de pontos ao fazer uma compra. É possível receber essas criptomoedas também ao convidar novos usuários para baixar o aplicativo.

Produtos 

Conheça o Facily, o aplicativo que bateu recorde de queixas no Procon

No interior do Facily o cliente pode encontrar, por exemplo:

  • Açougue
  • Alimentos
  • Bebidas alcoólicas
  • Eletrônicos
  • Hortifruti
  • Pet Shop
  • Produtos de beleza
  • Produtos de higiene pessoal
  • Produtos de limpeza
  • Utensílios para casa

Além disso, tem uma parte da plataforma denominada como “Tudo até 1,99”. Como o nome já sugere, é uma área com todas as mercadorias com o valor inferior a R$2.

Histórico e Comparação de preços

O Facily foi criado em 2018 e atualmente oferece serviços em Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Se compararmos os preços de cada item o valor pelo aplicativo sai bem mais em conta. Um saco de arroz de 5kg, por exemplo, custa entre R$18 e R$22 no mercado. No entanto, por meio do Facily o cliente consegue o mesmo produto por R$11,88. Um amaciante de 500l pode ser comprado por R$4,59 no aplicativo e no mercado ele varia entre R$9 e R$14.

Os problemas no aplicativo

Mesmo com os benefícios atraentes da plataforma, o Facily apresentou diversas falhas e os clientes foram afetados diretamente. Houve registros de atrasos no recebimento dos produtos ou até mesmo pedidos incompletos.

Além disso, a dificuldade de entrar em contato com a companhia e resolver os problemas é muito grande. A empresa pede uma espera de retorno de até 72 horas úteis comerciais. Ou seja, aguardar 9 dias para solucionar um problema. E segundo usuários, muitas dessas reclamações ainda não são resolvidas mesmo após a espera.

Ademais, a empresa não reembolsa o dinheiro dos clientes apesar das queixas de produtos danificados, estragados ou vencidos.

Registros no Procon

Conheça o Facily, o aplicativo que bateu recorde de queixas no Procon

O Procon de São Paulo fez um levantamento do número de reclamações contra o Facily e descobriu que a empresa é recordista de queixas dentro de 6 meses. Em janeiro deste ano a companhia recebeu 21 notificações sobre problemas.

Contudo, no mês passado já havia aumentado significativamente para 59.539 mil reclamações. Sendo assim, subiu mais de 283.000%. De acordo com o diretor executivo do Procon de São Paulo, Fernando Capez, devido ao número expressivo, existe a cogitação de ser aplicada uma multa e também uma medida extrema prevista pelo Código de Defesa do Consumidor de bloquear o aplicativo.

Além disso, o Procon fez uma comparação com o ano anterior. De janeiro a outubro de 2020 tiveram 14 reclamações. Porém, no mesmo período esse ano houve 151 mil queixas.

O que fazer?

Segundo o Procon de São Paulo, a recomendação é que os usuários prestem maior atenção nas ofertas que parecem ser atrativas demais. Como, por exemplo, ter preços extravagantes e quase de graça. Quando o valor está bem inferior ao do mercado é porque existe algum problema, de acordo com o diretor do Procon-SP.

Já os clientes que já tiveram problema com o Facily devem buscar o Procon de São Paulo através do site ou até mesmo nos postos de atendimento pessoal. Outra sugestão seria fazer uma denúncia no 8º Distrito Policial do Decap.

10 livros essenciais para entender sobre economia comportamental

Propriedade privada: o que significa e quando surgiu o conceito?

Escola de Friburgo: escola que originou o ordoliberalismo

Microeconomia: o que é, como funciona e quais são os elementos?