Bancos quase de GRAÇA? Investir em bancos ficou interessante?

Descubra como a queda nos preços das ações bancárias fez com que investir em bancos brasileiros se tornasse uma opção interessante! Confira!

28 de junho de 2024 - por Raul Sena (Investidor Sardinha)


Você já parou para pensar por que os bancos brasileiros estão sendo negociados a preços tão baixos? Investir em bancos nunca ficou tão interessante. Parece loucura, mas é verdade: bancos estão quase de graça.

No mundo dos investimentos, isso pode ser uma grande oportunidade. Mas o que o cenário internacional e o Nubank podem ter a ver com isso?

Neste artigo, vamos explorar o cenário atual dos bancos brasileiros, entender o que está acontecendo e como isso pode impactar seus investimentos.

Por que os bancos são tão rentáveis?

Há algum tempo, dados sobre sobre o Brasil assustou boa parte de investidores internacionais. Um ranking, de dois meses atrás, mostrando as principais e mais bem avaliadas empresas brasileiras e seus valores de mercado.

E entre elas, na terceira posição, se encontrava a Nu Holdings, empresa que controla o Nubank. Acima de nomes como Ambev, Santander e Vale, em posição de grande destaque.

Da lista, boa parte das empresas são bancos brasileiros, que estão entre as instituições financeiras mais rentáveis do mundo. Isso se deve, em grande parte, à alta taxa de juros do país e ao sistema financeiro evoluído, mas caro. Os brasileiros pagam muitas taxas bancárias, o que contribui e muito para os lucros dessas instituições.

E mesmo tendo bancos tradicionais com mais de um século de existência e estabilidade, o Nubank surge com a promessa de mudar as estruturas de seu funcionamento, galgando assim um rápido crescimento no gosto dos brasileiros. Em 2023, inclusive, até seus lucros mostram isso, com um crescimento absurdo de 59%.

Analisando Itaú e Nubank na prática

Vamos comparar Itaú e Nubank, agora dois gigantes do setor, mas com estruturas bem diferentes. No primeiro trimestre de 2024, ambos os bancos tinham cerca de 100 milhões de clientes.

Porém, as receitas eram drasticamente diferentes: Itaú gerou R$ 40,4 bilhões, enquanto Nubank apenas R$ 13,5 bilhões. Para ter o mesmo resultado que o Itaú, o Nubank precisaria quadruplicar sua receita. A carteira de crédito do Itaú é de R$ 1.185 trilhão, comparada aos R$ 56 bilhões do Nubank, aumentando ainda mais o abismo da diferença entre os dois.

Em termos de retorno sobre o patrimônio (ROE), Itaú e Nubank mostram números próximos, com 21,9% e 23%, respectivamente. No entanto, se considerarmos que o patrimônio do Itaú é muito maior, resulta em lucros líquidos ainda mais expressivos (R$ 9,8 bilhões), em comparação ao Nubank (R$ 1,9 bilhões).

Contudo, mesmo com uma carteira de crédito significativamente menor, o Nubank consegue causar algum estrago e lucrar bem. Ou seja, ele tem sido mais incisivo com seus clientes, sem, no entanto, se tornar mal visto por isso.

No site Reclame Aqui, inclusive, é uma das instituições financeiras mais bem avaliadas, e o mesmo não ocorre com o Itaú.

Quanto ao valor de mercado das duas instituições, enquanto o Itaú está valendo R$ 288 bilhões, o Nubank ultrapassou, indo para R$ 296 bilhões. Um crescimento tão significativo que deve frustrar os concorrentes por não terem se preocupado com o banco antes.

Nubank vai se tornar um banco lucrativo?

O Nubank tem feito um excelente trabalho em atrair clientes e gerar lucros, mesmo com uma carteira de crédito menor. Sua expansão para mercados como México e Colômbia pode até oferecer um crescimento significativo. No entanto, o mercado brasileiro já está saturado e o Nubank terá que enfrentar desafios para aumentar sua participação.

A precificação atual do banco reflete um grande otimismo quanto ao seu futuro, mas ainda há incertezas sobre sua capacidade de atingir esses múltiplos esperados.

Ou seja, para que o Nubank consiga se equiparar aos demais bancos brasileiros, ele precisa ser capaz de ter uma lucratividade mais próxima à de seus concorrentes. Somente quando ele for capaz de afetar a soberania dos bancões é que alcançará o resultado que promete.

O que torna o Nubank chamativo e interessante para as pessoas é o seu marketing, além da nova forma de fazer banco. Enquanto os grandes bancos não se importavam em oferecer praticidade e suporte para os clientes, o Nubank acolheu essas pessoas, e mesmo com juros altíssimos, entrega maior satisfação.

Analisando BBDC4 na prática

O Bradesco é um caso interessante. Apesar de estar enfrentando dificuldades, continua sendo uma empresa bastante lucrativa. Em 2023, por exemplo, o Bradesco lucrou R$ 16,3 bilhões.

Hoje, o BBDC4 está sendo negociado a 0,87 vezes seu valor patrimonial, o que significa que o mercado está avaliando o banco abaixo do valor de seus ativos. Em termos de dividendos, o Bradesco oferece um retorno de 8,2%, o que é extremamente favorável para investidores.

Como analisar BBAS3?

o Banco do Brasil (BBAS3) também está em uma posição chamativa, sendo negociado a 0,93 vezes seu valor patrimonial, com um preço/lucro (P/L) de 4,91.

Isso significa que, em menos de cinco anos, um investidor poderia recuperar seu investimento inicial apenas com os lucros gerados.

Com um dividendo de 8,44%, o Banco do Brasil pode ser uma excelente opção para investidores que buscam estabilidade e retorno.

É um bom momento para investir em ações de bancos?

Definitivamente sim. Os bancos tradicionais brasileiros estão sendo negociados a múltiplos ridiculamente baixos, o que faz deste um momento ideal para investir.

Mesmo que os bancos como BTG Pactual estejam com múltiplos mais altos, instituições como Itaú, Bradesco e Banco do Brasil oferecem excelentes oportunidades de investimento devido aos seus baixos valores patrimoniais e altos dividendos.

Eu tenho algum banco na minha carteira?

Pessoalmente, não tenho mais investimentos em bancos no Brasil, exceto uma parceria com o BTG Pactual através da AUVP. Não é uma falta de confiança no setor, mas uma questão de estratégia.

Se você está considerando investir, é essencial entender o perfil de cada banco e os múltiplos associados. Bancos tradicionais oferecem uma combinação de segurança e rentabilidade que pode ser muito atraente para muitos investidores.

Dá uma olhada neste meu vídeo onde eu mostro todos os dados em detalhes e explico cada um deles:

Se você quer aprender como analisar o mercado de forma mais profunda e perceber as oportunidades quando elas surgirem, faça a sua análise de perfil na AUVP. Caso receba aprovação, você vai fazer parte da maior escola de investimentos do Brasil e treinar para se tornar um investidor de alto nível.

Para se manter por dentro dos principais assuntos do mundo financeiro, acompanhe nossos canais @investidorsardinha no Youtube e @oraulsena no Instagram.

Confira ainda Selic em 10.50%: onde investir em renda fixa?

O que acontece se não declarar o Imposto de Renda? Testei na PRÁTICA!

Fazer faculdade no Brasil vale a pena? A realidade é difícil de engolir

Ibovespa caindo! – Onde estou investindo para proteger o meu dinheiro?

A enorme BOMBA que pode enterrar de vez o Brasil