Ethereum pode superar o Bitcoin? Atualizações e diferenças entre Bitcoin


Com as mudanças que estão previstas para serem realizadas, as pessoas começaram a se questionar se o Ethereum pode superar o Bitcoin em 2021.

De fato, as atualizações que serão realizadas até o final de 2022, mudará bastante o funcionamento do ecossistema. Apesar disso, existem riscos envolvidos nessas mudanças.

Lembrando que, apesar de falarmos sobre o Ethereum, esse texto não deve ser considerado como uma recomendação de investimentos.

O que é Ethereum?

O Bitcoin é a moeda digital mais famosa do mercado, porém, ele não é a única criptomoeda existente. Na verdade, em janeiro já existiam mais de 6 mil criptomoedas no mundo. É claro que nem todas essas moedas são realmente boas e confiáveis.

Entretanto, existe um sistema que está ganhando cada vez mais destaque, o Ethereum. Em uma comparação entre a capitação de cada uma das criptomoedas existentes, podemos notar que o Ethereum é o segundo em capitalização, um pouco atrás do Bitcoin:

Ethereum pode superar o Bitcoin

Por vezes, o Ethereum é chamado de moeda digital. Contudo, a verdade é que o Ethereum não é uma criptomoeda, ele é um ecossistema, cuja moeda se chama Ether. Como a intenção do Ethereum é descentralizar tudo no mundo, ele já está sendo usado em uma infinidade de aplicações, confira:

Ethereum pode superar o Bitcoin

Além de todas essas aplicações, o Ethereum também é usado por grandes empresas como Amazon, JP Morgan, IBM e Twitter.

Criptomoedas são investimento?

De maneira geral, as criptomoedas não podem ser consideradas como um investimento. Isso porque elas não contam com uma estrutura operacional, isto é, uma empresa que esteja produzindo e crescendo. Com a Ethereum isso é um pouco diferente, já que ela possui produtos.

Apesar disso, o Ethereum funciona de maneira descentralizada e não possui uma estrutura similar à uma empresa, logo, ele não é exatamente um investimento. Enfim, um dos motivos pelo qual o Ethereum passou por uma forte valorização recentemente, foi a valorização do Bitcoin.

Acontece que, sempre que o Bitcoin se valoriza, a tendência é que as demais criptomoedas também se valorizem, mesmo que elas sejam bem diferentes entre si. Essa valorização pode resultar em especulação, o que não é o mesmo que investimento.

Investing

Ethereum versus Bitcoin

A primeira diferença entre o Bitcoin e o Ethereum é que o Bitcoin é uma moeda, ao passo em que o Ethereum é um ecossistema. Dessa maneira, o Bitcoin funciona como uma moeda descentralizada. Já o Ethereum tem como objetivo descentralizar tudo no mundo.

Por exemplo, para comprar uma casa, atualmente , você precisa da intermediação de corretores e advogados. No entanto, por meio dos contratos inteligentes do Ethereum, a compra de uma casa poderá ser negociada entre o comprador e o vendedor, sem intermediação.

Outra diferença, é que Bitcoin é como se fosse um ouro digital que não irá se modificar. Sendo assim, ele possui um sistema deflacionário e a intenção é que o seu valor se mantenha ao longo do tempo. Já o Ethereum, propõe que o seu sistema seja utilizado nas mais diversas aplicações.

Ou seja, a ideia é que ele funcione como uma rede de sistemas descentralizados em constante evolução de aplicabilidade. De fato, diversos sistemas de finanças descentralizados já foram criados a partir do Ethereum, tais como:

Ethereum pode superar o Bitcoin

Ethereum pode superar Bitcoin?

Como a intenção do Ethereum é se aperfeiçoar e servir como protocolo para as mais diversas aplicações, ele se propõe a ser atualizado e melhorado com o tempo. Desse modo, ele será atualizado para a versão 2.0 até o final de 2022. Sendo que, na atualização dos dias 14 e 15 de Abril de 2021, serão implementadas quatro melhorias (EIP):

  • EIP-2929 aumenta alguns custos de gás;
  • EIP-2565 reduz o custo de pré-compilação de ModExp;
  • EIP-2930 possui um tipo de transação com listas de acesso opcionais;
  • EIP-2718 apresenta um novo tipo de transação.
Ethereum pode superar o Bitcoin? Atualizações e diferenças entre Bitcoin

Tecmundo

Atualizações

Com as atualizações que serão feitas até 2022, o mercado começou a especular sobre a possibilidade do Ethereum superar o Bitcoin. Entretanto, com essa primeira atualização, chamada de Berlim, é pouco provável que o Ethereum se valorize tanto a ponto de superar o Bitcoin. Isso porque essas primeiras mudanças são voltadas sobretudo para a infraestrutura do sistema. 

Contudo, a partir de outra atualização que será feita, chamada de Londres, é provável que o Ethereum realmente se valorize bastante. Sendo que, nessa outra atualização, será implementado um novo protocolo de mercado de taxa, que vai padronizar a rede, evitando o aumento desenfreado da taxa média de transação.

Além disso, a atualização irá implementar um mecanismo de queima que deve alterar o sistema monetário do Ethereum para um esquema deflacionário. A previsão é de que com as mudanças, o ecossistema se torne 100 vezes mais rápido do que é atualmente.

Para entender mais sobre as atualizações que serão realizadas, os riscos dessa mudanças e as consequências, veja o vídeo de Raul Sena:

Enfim, agora que você sabe se o Ethereum pode superar o Bitcoin, aprenda mais sobre o funcionamento do ecossistema Ethereum, o que é? Origem, como funciona e diferenças entre Bitcoin

Fontes: Foxbit e Infomoney

Imagens: Investing, Tecnoblog e Tecmundo

Conte-nos a sua opinião...