Especulação financeira, o que é? Características, como funciona e riscos


A especulação financeira é uma técnica de operação que busca ter ganhos altos em pouquíssimo tempo. Entretanto, essa estratégia é considerada arriscada, já que o especulador procura fazer suposições em relação aos preços dos ativos

Existem alguns tipos diferentes de especulação, sendo que o mais conhecido são os day traders. De forma geral, esses especuladores realizam operações de compra e venda em um único dia.

Em síntese, para que seja eficaz, o especulador precisa acompanhar os movimentos do mercado e identificar as oportunidades em meio às oscilações.

O que é especulação

Especulação é um tipo de estratégia financeira em que a pessoa negocia ativos visando lucros em curto prazo, sendo as ações os ativos mais populares no mercado.

Porém, diversos outros ativos podem ser negociados, como, por exemplo, cotas de fundos de investimento

Valor educação

Basicamente o que acontece ao se especular é supor o que vai acontecer com os valores dos ativos e buscar lucrar com a diferença entre a compra e a venda. 

Normalmente, as pessoas que optam por essa estratégia têm um perfil arrojado, são experientes e possuem um bom capital.

Características

Algumas características são típicas da técnica de especulação:

Retorno: A principal característica é o retorno, que pode ser altíssimo. É exatamente por esse motivo que algumas pessoas optam por essa estratégia. Porém, vale lembrar que quanto maior a possibilidade de retorno, maior o risco.   

Riscos: O maior risco envolvido é a perda de muito dinheiro. Afinal, as operações são baseadas em estimativas, que podem não se concretizar. 

Especulação financeira, o que é? Características, como funciona e riscos

Vexter

Curto prazo: As especulações financeiras ocorrem de maneira rápida, podendo ter prazos de minutos ou horas. 

Oscilações: A especulação financeira existe devido às oscilações de mercado. Dessa maneira, com a volatilidade, os especuladores buscam oportunidades de altos ganhos. 

Como a especulação funciona

Os especuladores atuam na bolsa de valores, já que é lá que os ativos estão disponíveis. No entanto, não basta abrir uma conta na corretora, entrar no home broker e começar a comprar ações esperando que elas se valorizarem rapidamente. 

É preciso acompanhar as variações do mercado e ter disciplina estratégica. Além disso, como se trata de uma operação de alto risco, é preciso ter um bom controle emocional. Saber realizar os estudos das cotações e os volumes de negociações das empresas também ajuda. 

Especulação financeira, o que é? Características, como funciona e riscos

Economus

Enfim, a especulação financeira funciona por meio da premissa básica de comprar na baixa e vender na alta. Parece simples, mas a pessoa deve ser capaz de saber identificar quando o mercado está em baixa ou alta e quais são as verdadeiras oportunidades de ganhos.

Por fim, apesar de serem operações de curto prazo, uma dose de paciência é necessária para os especuladores. Isso porque, sem paciência, pode ser que ele se apresse em vender determinado ativo antes do momento ideal. 

Especulação ou investimento?

Especulação não é considerada como investimento, por conta da forma como os ativos são analisados e do valor da remuneração alcançada. O especulador procura ganhos rápidos e está disposto a assumir altos riscos. Já o investidor prefere os ganhos consistentes, mesmo que demore um pouco mais. 

Outra diferença é que os especuladores fazem muitas negociações, sempre visando vender com a valorização. Por outro lado, o investidor prefere proteger o capital e investe pacientemente durante anos construindo o seu patrimônio.

Capital research

Em resumo, investidor e especulador são opostos. Enquanto um pensa a longo prazo e analisa bem os ativos antes de investir, o outro está sempre em busca de ganhos rápidos. Enfim, a melhor estratégia vai depender do perfil e dos objetivos de cada um. 

Tipos de especulação

Assim como os investimentos podem ser de renda fixa ou variável, e dentro dessas duas categorias existem diversos tipos diferentes, na especulação financeira também existem algumas categorias:

1- Day trade

Os traders realizam operações de curtíssimo prazo, sempre comprando e vendendo no mesmo dia. Em outras palavras, os ativos são comprados e vendidos em um prazo que dura minutos ou horas. 

Especulação financeira, o que é? Características, como funciona e riscos

Suno

2- Swing trade

No caso do swing trade, as negociações duram mais do que as do day trade. Desse modo, mantém-se um ativo por dias ou até mesmo por semanas. No swing trade o risco pode ser diluído se a pessoa optar pela diversificação dos ativos. 

3- Robôs traders

Como é preciso acompanhar constantemente o mercado para que a especulação seja feita, existem alguns programas que podem ajudar. Dessa forma, o que os robôs fazem é acompanhar as oscilações do mercado e realizar as operações, de acordo com as diretrizes de sua programação.

Isso significa que os especuladores conseguem programar os robôs traders para que eles identifiquem boas oportunidades, segundo critérios como margem de ganho e de perda. 

Especulação financeira, o que é? Características, como funciona e riscos

Infomoney

Entretanto, para que seja utilizado de forma eficiente, os robôs devem ser bem programados e isso vai depender do especulador. Ou seja, você precisa ter um profundo conhecimento do mercado para estabelecer os parâmetros adequados para o robô seguir. 

4- IPO

A IPO – Initial Public Offering é a oferta pública inicial de ativos. A especulação em IPO acontece quando o especulador compra as ações e, posteriormente, realiza a venda delas na estreia da empresa no mercado geral. 

Riscos

Como dito anteriormente, especulação envolve grandes riscos. Afinal, o especulador se baseia em estimativas, mas ninguém é capaz de prever o futuro.

Isso significa que uma chance que parece uma ótima oportunidade pode ser, na realidade, uma grande perda de dinheiro. 

Especulação financeira, o que é? Características, como funciona e riscos

Valor investe

Uma maneira de diluir um pouco os riscos é conhecer bem o mercado. Justamente por isso, não é recomendado para iniciantes. Enfim, estar atento às oscilações, conhecer profundamente o mercado e ter sangue frio são essenciais nessa estratégia de operação financeira. 

Enfim, agora que você já sabe como funcionam as especulações, entenda a importância de constituir uma Reserva de valor, o que é? Conceito, importância e principais tipos

Fontes: Rico, Dicionário financeiro e Toro investimentos

Imagens: Valor educação, Rogério barrocal, Capital research, Economus, Vexter, Suno, Valor investe e Infomoney

Conte-nos a sua opinião...