IPO da Petz – História da empresa, produtos e abertura de capital


O IPO da Petz, o maior pet shop do Brasil, está atraindo a atenção de muitos investidores. Isso porque, o IPO de uma empresa é o processo de abertura de capital para posterior venda de suas ações na bolsa de valores. Dessa forma o IPO da Petz está atraindo mais investidores interessados, do que as ações realmente disponíveis. 

A Petz é uma empresa voltada para o mercado de pet shop, sendo considerada a maior do Brasil. Além de oferecer um amplo portfólio de produtos e serviços para pets, a empresa ainda oferta produtos de casa e jardim. Portanto, a companhia, além de contar com várias opções de produtos e serviços, agora também vai contar com ações na B3.

Enfim, esse texto tem por objetivo falar um pouco sobre o IPO da Petzs, contudo, não se trata de uma recomendação de compra. Afinal, para investir em uma empresa é importante analisar, primeiramente, seus objetivos, perfil de investidor e metas e serem alcançadas. 

Arredondar

O que a Petz faz?

A Petz é uma empresa do ramo de pet shop, portanto, faz a comercialização de produtos e serviços para animais. Em resumo, os produtos da empresa são focados em animais de estimação e, em geral, são divididos em:

  • Alimentos: rações e petiscos;
  • Itens de higiene;
  • Medicamentos;
  • Acessórios;
  • Brinquedos;
  • e por fim, vende roupas para pets.

Inteligemcia

Além desses produtos a empresa presta serviços, tais como:

  • Atendimento em clínicas e hospitais veterinários;
  • Organização de eventos;
  • Serviços de estética;
  • Serviços de higiene animal.

Também fazem parte dos produtos oferecidos pela empresa, itens para casa e jardim. Dessa maneira, a empresa vende desde substrato até acessórios de jardinagem. Além do atendimento presencial, a empresa tem uma loja e-commerce.

A história da Petz

O pet shop Petz foi fundado em 2002, em São Paulo, depois que o Atacadão de Sérgio Zimerman faliu. Poucos meses depois de fechar as portas do Atacadão Super Brasil, Sérgio usou o local – que antes funcionava a Super Brasil – e abriu a loja Pet Center Marginal.

IPO da Petz - Tudo sobre a empresa e a sua abertura de capital

Diário do comércio

Posteriormente, com o crescimento da rede, o fundo de investimento norte-americano Warburg Pincus virou sócio da rede Petz, em 2013. Desde então, o nome da empresa mudou de Pet Center Marginal para Petz. 

A Petzs foi o primeiro Pet Shop 24 horas do mundo e, atualmente, é a maior rede de pet shop do Brasil. A empresa está presente também de forma online e, sua loja virtual, existe desde 2008. Além disso, a empresa passou por uma reformulação em 2015, para integrar a logística da loja virtual com a física. 

A Petz faz ainda parte do Movimento Arredondar, que, através de micro doações, busca apoiar a causa de proteção animal. Nas lojas Petz os clientes podem arredondar o valor das compras e, assim, com alguns centavos, ajudar a causa de proteção animal.

Pet shop Petz

A estrutura logística geral da empresa é dividida em 4 segmentos principais, sendo eles:

  • Lojas padrão: 95 lojas com área média de 1.000 m²;
  • Lojas conveniência: 10 lojas com área média de 500m²;
  • Centros veterinários: localizados em 93 das lojas padrão e uma conveniência. Especializados em consultas, exames clínicos, diagnósticos por imagem e procedimentos cirúrgicos de baixa e, alta complexidade;
  • Canais digitais: site e atuação em alguns marketplaces com opção de entrega em domicílio ou retirada na loja.

A rede Petz conta com 110 lojas situadas em 13 estados e no Distrito Federal, além de canais digitais operando por meio do modelo omnichannel. Em suma, a empresa é a maior rede de centros veterinários e de estética animal.

IPO da Petz - Tudo sobre a empresa e a sua abertura de capital

Future Brand

Crescimento do pet shop

O mercado em que a Petz está inserida vem crescendo amplamente no Brasil, portanto, a empresa pode ser beneficiada. No prospecto da empresa para o processo de abertura de capital, é possível ver o reflexo de tal crescimento em seus múltiplos:

Receita líquida e EBITDA – ajustados, cresceram à uma taxa composta anual média (CAGR) de 32,6% e 88,8% no período entre 2015 e 2019, respectivamente, alcançando R$ 986,1 milhões e R$ 115,94 milhões;

Margem EBITDA Ajustada de 11,7%, sobre a receita líquida;

A receita bruta por canais digitais – Finalmente, a receita bruta por canais digitais representou 10% da receita bruta de vendas, no quarto trimestre de 2019, tendo crescido 160% em relação ao período trimestral do ano anterior.

Opentech

IPO da Petz

Ao abrir seu capital, o ticker da Petzs será PETZ3 e a oferta pública inicial será realizada no dia 11 de setembro. Desse modo, até o momento, a empresa determinou uma faixa de preço entre R$ 12,25 e R$ 15,25, com a estimativa de que o preço por ação deve ficar em torno de R$ 13,75. Contudo, o preço final será definido em 9 de setembro.

Serão ofertadas cerca de 163.265.306 ações, mas, com os lotes extras, o número pode ir até 220.408.162. Os bancos responsáveis pelas ofertas são:

  • Itaú Unibanco;
  • Santander Brasil;
  • Bank of America;
  • JPMorgan;
  • BTG Pactual.

Visões futuras

Com a abertura de capital, o fundo Warburg Pincus LLC poderá ter sua participação reduzida de 55,1% para cerca de 20% a 5%. Com o dinheiro captado do IPO, a empresa pretende aumentar o número de lojas e construir novas clínicas. Apesar disso, vale ressaltar que a oferta será quase secundária. 

Em resumo, o crescimento do setor é algo inigualável, e o crescimento na receita da empresa é reflexo disso. A abertura de capital certamente será algo grande e a demanda por ações da empresa, por exemplo, supera o número de papéis a serem oferecidos em mais de três vezes.  No entanto a oferta é quase toda secundária, com o controlador se desfazendo de grande parte de sua participação.

Enfim, agora que você conhece sobre a IPO da Petz veja o vídeo e entenda o porque o Raul Sena não vai entrar na IPO da Petz:

Agora que você conhece a história do pet shop Petz e tudo sobre o IPO da Petz, veja também outro assunto no mercado financeiro que está dando o que falar Novas ações de Warren Buffett – Quais são e motivos do investimento

Fontes: Voxus, arredondar, Suno e Diário do comércio

Imagens: Diário do comércio, Inteligemcia, Arredondar, Future Brand e Opentech

Conte-nos a sua opinião...