B3 – Significado, origem e história da Bolsa de valores do Brasil


Se você é investidor ou apenas almeja ser, com certeza, conhece o nome B3, a Bolsa de valores brasileira. É ela a utilizada pelos brasileiros para investir em ações tanto de renda fixa quanto de renda variável. Dessa maneira, é importante conhecer sua história, suas características e como ela se consolidou.

Uma dúvida recorrente de quem está começando a se interessar pelo mercado financeiro é a diferença entre B3, também chamada de Bovespa, e Ibovespa. Em síntese, B3 é a bolsa de valores brasileira, atualmente uma das maiores da América Latina. Por outro lado, a Ibovespa é um índice onde aparecem as maiores empresas de capital aberto.

Além disso, dentro da B3, existem ainda diversas divisões, seja por setor de atuação, seja baseado na gestão da empresa. Dessa maneira, é importante que o investidor pesquise e investigue todos os dados da empresa antes de começar a investir.

Paraná

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O que é a B3?

A B3 é a bolsa brasileira. Mas você já se questionou o porquê é B3 e não apenas B, já que seria a abreviação de bolsa? Na verdade, o B tem três significados, pois é a inicial das três palavras: Brasil, Bolsa, Balcão. Daí temos: B3.

B3 a Bolsa de valores brasileira - o que é, como surgiu e funcionamento

Atualmente a B3 é a maior câmara de ativos privados no Brasil e a maior depositária de títulos de renda fixa na América Latina. A bolsa de valores tem sua sede principal na cidade de São Paulo, porém, existem ainda algumas outras unidades em Barueri, no Rio de Janeiro e, até mesmo, escritórios representativos em Londres e em Xangai.

Como a B3 surgiu?

A B3, como a conhecemos, foi o resultado da fusão entre a Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&F Bovespa) com a Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos (Cetip). Essa união entre as duas principais instituições do Brasil ocorreu em março de 2017.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De forma geral, uma fusão entre empresas significa que as duas se tornam uma só, com o que ambas possuem de melhor a oferecer. Por exemplo, a Cetip era referência nacional em relação ao sistema de registro e a custódia, principalmente, de renda fixa.

Por outro lado, a BM&F Bovespa, era líder em negociação de ativos e derivados. Como resultado dessa fusão, a B3 se consolidou como uma sociedade de capital aberto. Dessa maneira, suas ações são comercializadas no Novo Mercado. 

Diário do nordeste

Mas é claro que a história da bolsa não é tão recente. Na verdade, ela remonta de muitas décadas antes. A BM&F Bovespa veio da fusão entre a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa Holding), fundada em 1890, e a Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), criada em 1917.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Finalmente, como resultado dessa fusão, que ocorreu em 2008, veio o nome BM&F Bovespa, como uma referência ao antigo nome de ambas. Por fim, a Cetip S.A – Mercados Organizados nasceu em 1984. A Cetip era uma entidade sem fins lucrativos que contava com o amparo do Banco Central. Ela oferecia serviços e soluções financeiras ao mercado de balcão organizado.

É claro que essas não eram as únicas bolsas existentes. De fato, na época, existiam mais de 20 espalhadas por todo o Brasil. E muitas se fundiram. Porém, atualmente, a B3 é a única bolsa em operação no país. 

Quais as divisões na bolsa de valores

Dentro da B3 as ações são divididas em categorias, sendo elas:

Balcão: Quando uma empresa está ainda em processo para abrir capital e ainda não é negociada abertamente no mercado, elas são negociadas no chamado mercado de balcão.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Bolsa: Após o processo de abertura completa, as ações são negociadas na bolsa. Dessa maneira, todas as negociações são públicas e registradas por meio digital. Portanto, não é preciso que haja o contato direito entre os vendedores e os compradores de ações. 

Focalise

Outra classificação existente é baseada na maneira em que a empresa é gerida. Isso porque, para a empresa operar na bolsa, é preciso que ela conceda algumas informações, inclusive sobre o modelo de governança corporativa. Portanto, baseado na governança corporativa da empresa, existem as seguintes divisões: 

  • Novo Mercado – exige o mais alto nível de governança corporativa;
  • Nível 2– Parecidas com o Novo Mercado e busca, de fato, atingir o patamar de Novo Mercado. Uma das diferenças é que a empresa pode oferecer ações presenciais;
  • Nível 1– Não tem muitas exigências, apenas as informações mínimas são apresentadas pela empresa;
  • Bovespa Mais – Atende pequenas e médias empresas que estão entrando no mercado aos poucos. 

Outra classificação é por setor de atuação. Por exemplo, algumas categorias existentes são: Materiais Básicos, Saúde, Tecnologia da informação e Utilidade Pública. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Um recurso muito útil dentro do site da B3 são as informações disponíveis sobre as empresas na bolsa. Dessa forma, antes de investir, vale dar uma checada nos dados dela e acompanhar sua cotação em tempo real. 

Tipos de investimentos na B3

Além das tão conhecidas ações que são negociadas na B3, estão disponíveis ainda outros tipos de negócios como, por exemplo: 

Derivativos: podem ser tanto derivados de balcão quanto derivados listados. Os derivados são o meio pelo qual os valores finais derivam, podendo ser de forma parcial ou total, dos valores de títulos, como juros ou moedas. 

B3

Paraná

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ativos de renda fixa públicos e privados e cotas de fundos: Nessa categoria se encaixam, por exemplo, as Letras de Crédito Imobiliário (LCA) e Papéis do Tesouro direto. 

Mercados à vista, de renda variável, ouro e câmbio: Seus valores são baseados nos valores estabelecidos em pregão com base na demanda e oferta. As transações são de venda e compra de ativos, como ouro, câmbio, entre outros. 

Como investir

Para começar a comprar ações na B3 e investir seu dinheiro, primeiramente, é necessário criar uma conta em uma corretora. Depois disso, resta apenas transferir o dinheiro para a sua conta na corretora, analisar bem em quais ações e empresas você quer investir e realizar, de fato, o investimento. 

Trademap

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Depois disso, é importante sempre acompanhar a atuação da empresa que você comprou as ações. Isso porque, as medidas tomadas pela empresa interferem diretamente nos valores de suas ações. Logo, interfere, também, nos valores que você vai lucrar. Se depois de um tempo você decidir que não quer mais as ações da empresa X, basta colocar as ações à venda. 

Como uma empresa entra na bolsa de valores

IPO vem do inglês Initial Public Offering, traduzindo seria: Oferta Pública Inicial. Em outras palavras, é a primeira vez em que uma empresa abre seu capital e oferta ações. Em resumo, uma empresa se torna de capital aberto e seus papéis (ações) são negociados no pregão da B3. 

Cointimes

Para que uma empresa abra o seu capital ela precisa passar por um processo que leva cerca de 10 semanas. Primeiramente, a empresa deve protocolar um pedido de registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o órgão regulador do mercado de capitais

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em seguida, a empresa deve solicitar a listagem segundo seu setor de atuação. Além disso, é necessário realizar a análise preliminar da conveniência de abertura, a escolha do auditor independente e a escolha do coordenador líder.

O que é Ibovespa

A B3 é a bolsa de valores brasileira. Já a Ibovespa surgiu em 1968, sendo o principal índice que abrange apenas as ações consideradas mais importantes e mais negociadas na bolsa. Portanto, a Ibovespa serve como uma forma de acompanhar as ações das grandes empresas da bolsa.

B3

Veja

Inclusive, a Ibovespa é usada como base quando se fala em alta ou baixa na bolsa. Contudo, vale ressaltar que o índice mostra as maiores empresas, não as melhores. Em outras palavras, uma empresa estar na Ibovespa não significa que seja o melhor investimento ou que nunca vá quebrar. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Glossário:

Para finalizar, alguns termos interessantes para quem é novo em investimentos, em relação à B3,  são:

Pregão: é utilizado para se referir aos dias em que a bolsa funciona. Está ligado, ainda, diretamente ao seu formato de venda e compra de ações;

IPO: É a oferta pública inicial de ações. É feito quando a empresa abre seu capital. 

Xenpa

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Renda Fixa: São alguns investimentos tidos como mais conservadores, uma vez em que correm menos risco. O lucro é mais garantido. Um exemplo é o tesouro direto. 

Renda Variável: Ao contrário da renda fixa, a renda variável é considerada como uma modalidade mais difícil de prever os ganhos. Na renda variável quanto maior o risco, normalmente maior é o lucro envolvido. 

Ações: São uma pequena fração da empresa. Logo, ao comprar uma ação o investidor se torna um acionista. Em outras palavras ele é dono de uma porcentagem pequena da empresa.

Após conhecer a história da bolsa de valores brasileira, veja ainda Ações pouco visadas que podem explodir na bolsa de valores

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Fontes: Ri.b, Toro, Gen, IndomoneyToro, Bussula do Investidor e Rico

Imagens: Veja, Cointimes, Paraná, Focalise, Trademap, Paraná, Xenpa, DCM, Diário do nordeste e Suno


Conte-nos a sua opinião...