Depressão econômica, o que é? Causas e diferenças entre recessão


A depressão econômica é o agravamento do estado de recessão. Em outras palavras, a depressão econômica é um período de redução do Produto Interno Bruto (PIB), diminuição da produção e aumento do desemprego. 

Em contrapartida, a recessão é caracterizada pela diminuição do PIB durante dois ou mais trimestres consecutivos. Sendo assim, a diferença entre a depressão e a recessão é que a depressão está associada a aspectos mais amplos, como produção industrial e níveis de emprego.

Além da depressão e da recessão, temos ainda a estagnação econômica. Em síntese, a estagnação ocorre quando o país apresenta durante um longo período um crescimento nulo ou abaixo do potencial da nação.

O que é depressão econômica?

A depressão econômica ocorre quando o PIB apresenta uma queda de 10% ou mais. Ela também pode ser percebida quando ocorre um período de queda na economia com duração de quatro anos ou mais. Sendo que a depressão geralmente ocorre após um período de recessão econômica.

Depressão econômica, o que é? Causas e diferenças entre recessão

Invest news

Dessa forma, a depressão econômica é caracterizada pelo declínio na produção, aumento do desemprego, queda nos lucros e redução do poder aquisitivo da sociedade. Algumas consequências da depressão econômica são: elevação no nível de desemprego, deflação e falência de empresas. 

Causas e consequências

A depressão econômica pode ser causada por diversos motivos. Mas, está geralmente relacionada à desorganização estatal em relação à distribuição de renda e o gerenciamento do mercado financeiro e do setor produtivo.

Depressão econômica, o que é? Causas e diferenças entre recessão

Acqio

Por exemplo, a interdependência econômica, os rombos nos cofres públicos, a desorganização da produção e a elevação das dívidas internas e externas podem ocasionar a depressão econômica.

Uma depressão econômica pode trazer diversas consequências para a sociedade, tais como: aumento do desemprego, diminuição do consumo, redução das exportações e importações, aumento dos gastos públicos, queda dos juros e deflação. Sendo que os impactos podem se perpetuar por anos. 

Depressão, recessão e estagnação econômica

Além de compreender o conceito de depressão econômica, é preciso entender a sua diferença em relação aos conceitos de estagnação e recessão:

Estagnação econômica: A estagnação econômica ocorre quando o país não consegue manter o nível de crescimento condizente com o seu potencial ou quando ele apresenta um longo período com crescimento pequeno ou nulo. A estagnação econômica pode ocorrer em vários momentos, até mesmo após um período de crescimento econômico.

Noticias ao minuto

Recessão: A recessão é caracterizada pela retração da atividade econômica. Desse modo, ocorre a diminuição da produção, a redução dos lucros e a taxa de desemprego sobe. Além disso, a recessão pode impactar a arrecadação de impostos do governo, pois as empresas passam a vender menos.

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

Normalmente considera-se que um país está passando por uma recessão quando ele apresenta dois trimestres consecutivos de PIB retraído. Quando o período de recessão se prolonga e atinge várias esferas da sociedade, temos o período de depressão econômica. 

Diferenças entre depressão e recessão

A depressão econômica é normalmente vista como uma desaceleração extrema da economia de um país durante um longo período. Nesse sentido, a depressão pode ser vista como uma espécie de recessão mais aguda. Porém, o conceito de depressão e recessão podem variar e não existe um ponto chave em que uma recessão passa a ser considerada automaticamente como depressão.

Ou seja, a linha que divide os dois cenários é bastante tênue. Apesar disso, é possível identificar algumas diferenças em relação à gravidade, duração e impacto. Dessa maneira, a depressão é um período que dura anos e ocorre um declínio acentuado do PIB, enquanto a taxa de desemprego sobe.

Alast

Por ser uma situação muito grave, a depressão econômica pode resultar em impactos comerciais globais. Em contrapartida, a recessão seria um período menor, já que se ele se prolongar, ele vira depressão. Uma das formas de prever uma recessão é através da curva de rendimento invertida.

De maneira geral, as taxas de juros nos empréstimos de curto prazo são menores que os empréstimos de longo prazo. Quando esse cenário é invertido, isto é, quando ocorre a curva de rendimento, ele pode ser um indicador da piora da economia, pois ele aponta que existe uma confiança menor no longo prazo em comparação com o curto prazo.

Grande depressão

A crise de 1929, conhecida como a Grande Depressão, ocorreu nos Estados Unidos, mas afetou outros países. Tudo começou depois da Primeira Guerra Mundial, quando diversos países que estavam com suas economias arrasadas contaram com o apoio dos EUA para se reestruturarem.

Depressão econômica, o que é? Causas e diferenças entre recessão

Prensa latina

Portanto, os Estados Unidos emprestavam dinheiro e exportava produtos para os países que precisam se reconstruir. Enquanto isso, o consumo interno foi estimulado e a importação foi desestimulada. Logo, tanto o patriotismo quando o otimismo (sobretudo entre os investidores), aumentaram.

Entretanto, com o tempo os países que estavam arrasados passaram a se reerguer e terem condições de sustentarem os próprios negócios. Sendo assim, os EUA passaram a receber menos pedidos, o que resultou em uma queda dos lucros e causou a elevação do número de demissões, falências de empresas e quebra da bolsa de valores.

Para saber mais sobre o desenvolvimento da Grande Depressão e suas consequências leia: Crise de 1929, o que foi? Definição, principais causas e consequências

Fontes: The cap, Brasil escolaInvestificar, Gauchazh Folha e Mais retorno

Imagens: Invest news, Super, Acqio, Noticias ao minuto, Alast e Prensa latina

Conte-nos a sua opinião...