10 dicas para gastar menos do que ganha e conseguir poupar


Gastar menos do que ganha é essencial para que sobre dinheiro para investir ou para poupar com foco na realização de objetivos financeiros.

No entanto, muitas pessoas gastam mais do que ganham e acabam endividadas e com a saúde financeira em frangalhos.

Para conseguir gastar menos do que ganha é essencial ter um planejamento e uma estratégia. Isso porque, só sair cortando gastos pode não ser a melhor opção.

Como fazer um plano de redução de gastos?

Gastar menos do que ganha não deve ser algo temporário, mas sim para a vida.

Isso porque, enquanto você estiver gastando menos do que ganha, existe a possibilidade de você poupar e realizar os seus objetivos financeiros.

Uma forma de se organizar para isso é fazendo um plano de redução de gastos:

1º passo

A primeira etapa para fazer um plano de redução de gastos, é entender que o controle financeiro pessoal é a chave do seu sucesso.

Por isso, saiba tudo o que envolve o seu dinheiro: receitas, despesas fixas, despesas variáveis, metas financeiras etc.

2º passo

Com base em tudo o que você sabe sobre o seu dinheiro, está na hora de focar em aumentar a sua renda e fazer corte de despesas

3º passo

Por fim, não deixe de revisar os dois passos anteriores e fazer modificações, se necessário. Essa revisão pode ser feita uma vez por mês, por exemplo.

10 dicas para gastar menos do que ganha

Confira dez dicas para você gastar menos do que ganha:

1- Controle financeiro

Primeiramente, tenha uma forma de controlar as suas finanças. Isso envolve saber quais os gastos você está tendo, para não ultrapassar o valor estabelecido para cada coisa.

Para isso, você pode usar planilhas no Excel, aplicativos de bancos ou até mesmo anotando os gastos em um caderninho.

O importante é que você saiba quais gastos você está tendo e qual o dinheiro disponível.

2- A importância do corte de gastos

O corte de gastos pode ser difícil para muitas pessoas. Sobretudo, pois causa a sensação de perda.

No entanto, o sentimento que você terá com o corte de gastos, vai depender muito da forma que você encara essa situação.

Ao fazer o corte de gastos, você deve focar no motivo disso, ao invés de focar apenas nas coisas que você deixou de comprar.

Ao focar no seu objetivo, você irá se sentir motivado e não terá a sensação de que está perdendo algo.

3- Gastar menos do que ganha: analise bem os seus gastos

Gastar é muito bom, mas é preciso ser criterioso para não acabar gastando demais.

Por exemplo, ter acesso a uma grande gama de filmes é muito legal. Mas você realmente precisa de quatro serviços de streaming?

Individualmente, eles podem custar barato, mas juntos eles representam um gasto considerável.

Uma ideia é usar o serviço de streaming X em um mês e no outro usar o streaming Y. Assim você tem acesso a vários conteúdos, mas não gasta tanto de uma vez.

Os serviços de streaming são apenas um exemplo, mas o ideal é você analisar todos os seus gastos como, por exemplo:

  • gastos com delivery;
  • gastos com aplicativos de transporte;
  • compras desnecessárias;
  • plano de internet;
  • plano de celular.

4. Cuidado com as compras parceladas

O parcelamento possibilita que você compre itens caros, pagando pouco por mês.

No entanto, é muito fácil perder o controle e acabar fazendo muitas compras parceladas que, em conjunto, resultam em um valor bem alto.

Portanto, tenha muito cuidado com compras parceladas, caso contrário você pode acabar se endividando.

5- Prefira pagar à vista

Sempre que possível, prefira fazer os seus pagamentos à vista. Com isso, você consegue ter um controle financeiro maior e diminui as chances de se endividar.

Até porque, ao parcelar uma compra, você está fazendo um compromisso financeiro para o futuro. Mas você não sabe como será o futuro.

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

6- Gastar menos do que ganha: fuja das tentações

Para muitas pessoas, resistir às tentações e não gastar por impulso é muito difícil. Para evitar esse tipo de situação, identifique quais são as suas tentações e fuja delas.

Você pode até achar que tem auto controle, mas é melhor fugir das tentações do que correr o risco de acabar gastando além do planejado.

7- Saiba qual é a sua realidade

O ser humano vive se comparando com os outros. Com isso, muitas pessoas acabam comprando coisas apenas porque outra pessoa comprou ou para impressionar.

O que você precisa ter em mente é que a sua vida é diferente da outra pessoa.

Saber qual é a sua realidade é essencial para que você foque nas suas finanças, ao invés de tentar gastar tanto quanto outra pessoa.

8- Tenha em mente o motivo para o corte de gastos

Ao gastar menos do que você ganha, você pode investir ou se planejar para realizar algum objetivo financeiro.

Portanto, quando você for fazer os cortes de gastos, defina o que será feito com o dinheiro poupado.

Desse modo, você poderá manter o objetivo em mente e se controlar para gastar apenas o planejado. Por exemplo, você pode definir como objetivo comprar a casa própria à vista.

Sendo assim, sempre que você quiser gastar a mais, você vai se lembrar do porquê economizar e vai ficar um pouco mais fácil resistir ao impulso de gastar.

9- Pague as dívidas

Se organize para quitar as suas dívidas. Por exemplo, você pode fazer os cortes de gastos e usar o dinheiro extra para pagar tudo o que deve.

Depois de quitar as dívidas, você pode usar esse dinheiro para realizar os seus objetivos financeiros.

10-  Gastar menos do que ganha: comprometimento

Você precisa se comprometer consigo mesmo. Se você seguir o planejamento e manter o controle financeiro, ninguém irá fazer isso por você.

Faz parte da vida adulta se comprometer e assumir responsabilidades. Por isso, se comprometa consigo mesmo e tenha responsabilidade com o seu futuro.

Comprometimento e responsabilidade são essenciais para que você consiga seguir os cortes de gastos e realizar os seus objetivos.

Como economizar de forma inteligente?

Não basta apenas fazer um corte de gastos. É essencial que você economize de forma inteligente, evitando a chamada “economia burra”.

Em resumo, a economia burra são os cortes de gastos que podem mais prejudicar do que ajudar a sua vida financeira.

Por exemplo, uma economia inteligente é vender itens que você não usa, para conseguir uma renda extra. Outro exemplo é pedir descontos em planos de internet, TV e celular.

Por outro lado, exemplos de economia burra são: cortar o plano de saúde, trocar de carro todo ano e pagar parcelas infinitas e comprar coisas só porque estão em promoção.

LEIA MAIS

Economia doméstica, o que é? Como fazer e dicas para economizar

Método 50-30-20: descubra o que é e como funciona

18 dicas para aproveitar a Black Friday da melhor forma possível

Controle de gastos de cartão de crédito: como fazer?

Planejamento Financeiro Familiar: como começar

Mindset financeiro, o que é? Definição, como é moldado e como mudar

Como se preparar financeiramente para despesas do fim de ano

Juntar dinheiro: dicas e hábitos para economizar e poupar

Fontes: Dinheirama, I-dinheiro e André Bona.

Conte-nos a sua opinião...