Digital assets: o que são, tipos, vantagens e riscos


Os digital assets ou ativos digitais, são formas de patrimônio de empresas ou pessoas, que podem ser comprados, vendidos, armazenados ou transferidos no formato digital.

Também conhecidos como ativos intangíveis, esses ativos existem apenas no formato digital. No entanto, o dono de um digital asset tem direito de uso ou de propriedade sobre o bem no mundo digital e no físico.

Sendo que os ativos digitais estão ganhando importância, pois estão cada vez mais presentes em nossas vidas pessoais e profissionais.

Um dos tipos de digital assets mais conhecidos no mercado hoje em dia, são as criptomoedas. Em resumo, as criptos servem como meio de pagamento e podem ser usadas em vários tipos de transações.

Quais são os tipos de digital assets?

Os tipos de ativos digitais são:

1- Criptomoedas

As criptomoedas são moedas digitais que podem ser usadas como forma de pagamento. Elas contam com uma rede blockchain própria e são protegidas por criptografia.

Além disso, as criptomoedas são descentralizadas. Ou seja, diferente das moedas tradicionais, elas não precisam de uma entidade central para funcionar.

Ao invés disso, a validação das transações ocorre de forma descentralizada, isso com base em um mecanismo de consenso.

Enfim, alguns exemplos de criptomoedas são: Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Litecoin (LTC).

2- Tokens de utilidade

Os tokens de utilidade possibilitam o acesso a certos produtos ou serviços, que podem ser virtuais ou físicos.

A diferença entre os tokens de utilidade e as criptomoedas, é que esses tokens têm como foco o fornecimento de benefícios exclusivos aos seus detentores.

3- Digital assets: Stablecoins

Os stablecoins são um tipo de criptoativo com lastro em um ativo estável como, por exemplo, moedas fiduciárias, ouro ou prata.

O intuito desse lastro é evitar a volatilidade dos preços que as criptomoedas possuem. Stablecoins bem conhecidas são: Tether (USDT) e USD Coin (USDC).

4- Central Bank Digital Currencies (CBDC)

Os CBDCs são as moedas digitais emitidas por Bancos Centrais. O intuito com esse tipo de moeda, é completar o sistema de pagamentos.

Repare que neste caso existe uma instituição centralizadora. Portanto, as CBDCs são diferentes das criptomoedas.

5- Security tokens

Os security tokens são tokens que representam a propriedade de algum valor imobiliários como, por exemplo, ações de empresas, títulos de dívidas e fundos de investimentos.

Desse modo, eles funcionam como instrumentos financeiros. Sendo que os tokens ligados a produtos financeiros regulados, devem seguir as mesmas leis e regulamentações que estes valores mobiliários.

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

6- Digital assets: Non-Fungible Tokens

Por fim, temos os tokens não fungíveis (NFTs) que representam a posse de um item único e insubstituível, podendo ser físico ou virtual.

Sendo assim, os NFTs podem registrar a posse de jogos online, obras de arte e afins.

Por que investir nos digital assets?

O investimento em digital asset pode ser uma boa opção por causa da perspectiva futura desse tipo de ativo.

Isso porque os ativos digitais estão se tornando cada vez mais importantes tanto em nossa vida profissional, quanto pessoal.

Desse modo, a tendência é que os ativos digitais se tornem um elemento central da nova economia, ainda mais por causa dos  avanços da Blockchain e das aplicações da Web 3.0.

Vantagens e riscos desse tipo de investimento

Uma das vantagens dos ativos digitais, é que eles proporcionam maior acessibilidade a investimentos de alta performance, o que possibilita a diversificação da carteira.

Afinal, os digital assets estão trazendo maior eficiência e democratização para os investimentos. Por outro lado, existem os riscos de investir nos ativos digitais.

Esses riscos são similares a outros tipos de investimentos e estão ligados a fatores como crédito, contextos de mercado, especulação, liquidez e performance.

Além disso, no caso das criptomoedas, existe a questão da alta volatilidade. Ou seja, os ativos passam por muitas altas e baixas de preços.

LEIA MAIS

É possível fazer dinheiro com criptomoedas?

Como ganhar dinheiro com criptomoedas? 6 formas!

Como funciona o empréstimo de criptomoedas?

Como funcionam os fundos de criptomoedas?

LOKA: conheça a criptomoeda de League of Kingdom Arena

Como as criptomoedas causam impacto ambiental?

ANC: conheça a criptomoeda do Anchor Protocol

Fontes: Block news, Coinext e Block br.

Conte-nos a sua opinião...