After market: o que é e como funciona esse período?


O termo after market significa pós-mercado. Sendo assim, trata-se do período extra para negociação de ativos na bolsa depois que o pregão fecha.

Esse período depois do fechamento do pregão é usado pelos investidores que não conseguiram fazer suas operações dentro do horário comercial, que costuma ser das 10h às 17h.

Ou seja, ele serve como um tempinho extra para que mais negociações sejam feitas. Na prática, o after market funciona por 30 minutos depois que o pregão se encerra.

Para que serve o after market?

O after market serve para que os investidores tenham mais um tempinho para efetuar as negociações que não tiveram tempo de fazer durante o funcionamento do pregão.

Desse modo, as pessoas costumam usar os 30 minutos do after market para encerrar operações e fazer suas últimas compras antes do encerramento definitivo.

No entanto, é bem difícil fazer grandes movimentações no after market por causa das suas regras. Isso porque esse prazo extra não funciona da mesma forma que o pregão normal.

Como funciona o pós-mercado?

O after market funciona como um tempo extra para que os investidores façam operações na bolsa de valores brasileira. Sendo que ele dura apenas 30 minutos.

Por exemplo, se você trabalha o dia todo e não tem tempo para investir, você pode aproveitar esse tempinho no final do dia para fazer suas aplicações.

Se você é um pequeno investidor, esse processo de investimento é praticamente igual ao funcionamento do pregão normal durante o dia.

No entanto, para grandes investidores as coisas são diferentes. Isso porque existem regras que limitam a forma de investir e nem todos os ativos são permitidos.

Enfim, o horário do pós-mercado é:

Pré-Abertura Abertura Encerramento After Market
8:45 10:00 17:05 17:00-18:00

Regras

As regras para negociar no after market são:

  • Existe um limite máximo para negociação no after market que é de R$900 mil por pessoa física.

  • É possível operar apenas ativos à vista e commodities. Sendo assim, não é permitido negociar derivativos como, por exemplo, o mercado de opções.

  • A oscilação de ativos não pode ultrapassar a margem de 2%, para mais ou para menos. Além disso, os ativos negociados devem pertencer a algum índice oficial, como o Ibovespa, IBX-100 ou IBX-50.

  • Por fim, se o ativo não tiver sido negociado durante o pregão no horário comercial, ele não poderá ser disponibilizado no pós-mercado.

Enfim, essas restrições servem para impedir que investidores com muito dinheiro influenciem o mercado para benefício próprio.

Vantagens do after market

Algumas vantagens do after market são:

1- Segunda chance

O after market é uma chance extra de operar na bolsa de valores. Sendo assim, se você não conseguiu investir durante o dia, você pode aproveitar esse período.

Além disso, pode ser uma oportunidade para fazer correções, consolidar o saldo e etc.

2- Negociar com novas informações

Outra vantagem do after market é que você pode reagir rapidamente a notícias de última hora ou novas informações antes da abertura do mercado do dia seguinte.

3- Conveniência

Se você não gosta de negociar dentro do horário comercial e prefere ficar fora dos horários de pico, o pós-mercado market tem essa flexibilidade.

4- Oportunidades de preços

Por fim, você pode ainda aproveitar possíveis oportunidades de bons ativos com preços baixos, apesar da volatilidade ser limitada depois do horário comercial.

Desvantagens do after market

Por outro lado, as desvantagens do after market são:

1- Restrição de ativos

No pós-mercado é possível negociar apenas ativos à vista e commodities. Ou seja, não é permitido negociar derivativos e renda fixa.

2- Menor liquidez no after market

No horário normal de negociação do pregão, existe uma grande quantidade de pessoas operando. Portanto, os ativos têm uma maior liquidez.

Em contrapartida, no after market a quantidade de investidores é bem menor. Desse modo, a liquidez fica mais baixa, o que pode atrapalhar na negociação de certos ativos.

3- Spreads amplos

No pós-mercado o volume de negociações é menor, sendo assim, pode haver um spread mais amplo.

Em resumo, spread é a diferença entre preço de compra e de venda de uma ativo. Sendo assim, você pode ter dificuldade em executar um pedido com um bom valor.

4- Volatilidade

Por fim, como o volume de negociações pós-mercado é menor, a volatilidade pode ser maior do que no horário normal.

LEIA MAIS

Fechamento do mercado, o que é? Call de fechamento e horários da B3

Pregão da bolsa: o que é, como funciona e horários

Jargões da bolsa de valores – Lista completa de jargões, siglas e termos

Mercado de balcão, o que é? Como funciona, tipos e diferenças entre a B3

Mercado de câmbio: o que é e como funcionam as operações

Oferta Pública de Aquisição (OPA): entenda o que é e como funciona

Fontes: Toro investimentos, Mais retorno e Invest news.

Conte-nos a sua opinião...