Revenue Share: aprenda o que é e como funciona?


O termo revenue share vem do inglês e pode ser traduzido como repartição de receita ou participação nos lucros.

Em resumo, esse é um método usado como pagamento para empresas ou pessoas que fizerem parte da comercialização de um produto ou serviço.

Para uma empresa, o revenue share é vantajoso pois reduz os custos de divulgação dos produtos e serviços. Isso porque, a empresa pode combinar de pagar uma comissão apenas em cima dos negócios fechados.

Com isso, a empresa recebe o dinheiro das vendas e repassa uma comissão para os canais de divulgação. Já para as pessoas que divulgarem os produtos, essa pode ser uma forma de ter uma renda extra.

Como funciona o revenue share

O revenue share tem diferentes significados e formas, de acordo com o contexto do seu uso no mundo dos negócios.

No entanto, a essência e o propósito relacionado ao termo é bem consistente e parecido em todas as aplicações.

Sendo assim, normalmente, o revenue share possibilita que empresas e atores diferentes se envolvam com um negócio específico.

Com isso, a repartição dos lucros e receitas entre os agentes estimula todos os participantes a agirem com eficiência e inovando nas formas de fazer negócios e reduzir custos. 

Afinal de contas, se as vendas forem positivas, os resultados do negócio serão vantajosos para todos. Logo, ocorrem ganhos mútuos da cooperação e esforço de cada um.

É por isso que o revenue share virou uma ferramenta popular dentro da governança corporativa, com o intuito de promover parcerias, aumentar vendas ou dividir custos.

Para você entender melhor como o revenue share funciona na prática, vamos usar um exemplo. Suponhamos que uma empresa deseja oferecer cursos online sobre finanças.

Essa empresa pode ter um grande custo no início para divulgar e vender os cursos para o seu público alvo. Mas com o revenue share, esse alto custo inicial é resolvido.

Isso porque a empresa pode oferecer comissões de vendas para os sites e canais que topem fazer a divulgação do curso.

Com isso, a empresa terá uma verdadeira rede de vendedores, sem ter que pagar salários ou lidar com outros custos. Em contrapartida, ela deverá pagar comissões como forma de gratificação aos canais que divulgaram o curso.

Cuidados

É preciso tomar cuidado com o revenue share. Isso porque, muitas vezes, os acordos de comercialização dos produtos não são feitos com base em um contrato que estipule quais regras devem ser seguidas.

Desse modo, pode haver problemas para a marca do produto se a comercialização for feita de forma errada pelo vendedor.

É por isso que é essencial que você conheça bem o anunciante, sua reputação e as formas usadas na divulgação.

Até porque, se as práticas forem mal vistas pelo público, o acordo que deveria ser vantajoso pode virar um grande problema e manchar a imagem da empresa.

Quais as vantagens do revenue share

A grande vantagem do uso do revenue share é que você pode aumentar a divulgação de um produto ou serviço, sem ter que investir em marketing.

Por exemplo, se você tem um curso ou e-book para vender, a sua intenção é fazer com que muitas pessoas saibam da sua existência para que possam comprar, certo?

Ao usar o revenue share e oferecer comissões de venda, você pode montar uma rede de vendedores sem precisar pagar um salário.

É óbvio que você tem os custos das comissões. Mas esse é um custo que existe apenas em cima de negócios fechados. Em outras palavras, você recebe primeiro e depois faz o repasse de parte do dinheiro.

Por outro lado, para quem faz as divulgações, o revenue share pode ser uma forma de ganhar uma renda extra ao divulgar produtos e serviços.

Desvantagens do revenue share

A primeira desvantagem do revenue share é a falta de um contrato definindo como a divulgação será feita.

Com isso, a pessoa pode acabar usando técnicas de divulgação que não são agradáveis para o cliente e pode manchar a imagem da empresa.

Outra desvantagem é que, dependendo do desempenho dos participantes do revenue share, o criador pode acabar gastando muito no pagamento de taxas.

As vendas geram lucro, mas se as comissões forem muito altas, a margem de lucro será menor.

Por fim, temos ainda a desvantagem de que o revenue share oferece participação eterna nos resultados do negócio. Isso vale para o cliente trazido para o negócio.

Desse modo, no longo prazo, isso pode ser ruim para o caixa da empresa.

LEIA MAIS

O que é due diligence? Entenda o conceito e sua aplicação em empresas

Maiores empresas do mundo – Critérios isolados e em conjunto

Empresas unicórnio, o que são e exemplos

O que é Kaizen? Veja como aplicar o método na sua empresa

Borderô, o que é? Como funciona, tipos, vantagens e desvantagens

Breakeven, saiba o que é e por que é importante

O que é a Participação nos Lucros e Resultados (PLR)?

Fontes: Mais retorno, The cap e Digital manager.

Conte-nos a sua opinião...