Paridade euro-dólar

14 de julho de 2022 - por Jaíne Jehniffer


A paridade euro-dólar é a relação de poder de compra entre o euro e o dólar. No dia 12 de julho, o euro alcançou paridade com o dólar pela primeira vez desde 2002 (quando o euro entrou em circulação).

Uma das causas da desvalorização do euro são as preocupações em relação a uma possível crise de energia que pode levar a Europa à uma recessão. Isso porque existe o risco do corte no abastecimento de gás russo.

O que é paridade euro-dólar?

A paridade euro-dólar é a comparação do poder de compra entre as duas moedas.

Geralmente, o euro costuma ter um preço mais alto do que o dólar. Logo, por causa do cenário em que a Europa se encontra, o euro se desvalorizou.

Com isso, ele alcançou paridade com o dólar pela primeira vez desde 2002, quando o euro entrou em circulação. Isso de acordo com dados da Bloomberg.

No momento, existem grandes preocupações em relação a uma possível crise de energia que pode levar a Europa à recessão.

Isso porque existe o risco do corte de abastecimento de gás russo. É claro que a Europa está se preparando para a interrupção total do fornecimento de gás russo. 

Em contrapartida, o FED tem mais margem de manobra para subir suas taxas de juros, pois os números de emprego divulgados recentemente mostram que a economia do país está com uma maior resiliência no momento.

Nesse sentido, os operadores do mercado temem uma grande crise energética na Europa, por causa da interrupção do fluxo de gás russo que chega pelo gasoduto Nord Stream 1, atualmente em manutenção.

Portanto, todas essas preocupações impactaram no valor do euro. Além disso, existe o fato de que a moeda dos EUA está se valorizando.

Isso porque o FED – Federal Reserve (Banco Central dos EUA) está com expectativas de aumentar as taxas de juros mais rápido do que o esperado.

Quais são os efeitos da paridade euro-dólar

As consequências da paridade euro-dólar são:

1- Recessão

Uma crise energética pode resultar em uma recessão na Europa.

Vale destacar que um cenário de recessão na Europa pode atrapalhar os planos do Banco Central Europeu (BCE) caso ele queira acabar com a política de juros baixos e subir a taxa de juros para controlar a inflação.

Em outras palavras, uma desaceleração econômica acentuada pode atrapalhar o BCE a apertar a política monetária de uma forma mais agressiva para conter a inflação recorde, sem que a desaceleração econômica se aprofunde.

Sarah Hewin, economista sênior do Standard Chartered, disse à Reuters que “Não parece haver muito apoio ao euro neste momento.

Não se refere apenas aos preços do gás, mas ao que parece ser uma divisão dentro do BCE sobre até que ponto eles devem aumentar as taxas”.

2- Perda do poder de compra com a paridade euro-dólar

Outro efeito da desvalorização do euro é no preço dos produtos importados em dólar. Acontece que grande parte dos produtos importados na zona do euro é faturado em dólar.

Este é o caso de muitas commodities como o petróleo e o gás. Sendo que o preço dessas commodities já tinham sido elevados por causa da guerra na Ucrânia.

Portanto, com a desvalorização da moeda europeia, é preciso de mais euros para comprar produtos importados em dólar. Ou seja, os produtos importados em dólar ficam mais caros.

Isso contribui com o aumento da inflação e ameaça o poder de compra das famílias europeias. Além disso, o turismo europeu é afetado.

3- Empresas

As empresas são impactadas de acordo com a dependência que elas têm do comércio exterior e da energia. Por exemplo, as empresas que exportam para fora da zona do euro se beneficiam com este cenário.

Isso porque os preços dessas empresas se tornam mais competitivos. Por outro lado, as empresas importadoras são prejudicadas, já que o preço de importação sobe.

4- Crescimento da dívida

A desvalorização do euro tem um grande impacto nas dívidas dos países europeus.

Mas isso pode não ser um grande problema caso ocorra um grande crescimento por causa dos preços mais competitivos que estimulam as exportações.

Porém, para isso, as taxas de juros precisam continuar baixas e o mercado tem que continuar vendo a dívida europeia como suficientemente segura.

5- Bancos Centrais

Por fim, a desvalorização do euro pode acelerar a inflação. A inflação alta, por sua vez, pode fazer com que o Banco Central Europeu aumente de forma mais rápida as taxas de juros.

Por que o euro desvalorizou?

O euro se desvalorizou devido ao cenário em que a Europa se encontra no momento, com preocupações referentes à uma possível crise energética causada pela interrupção no abastecimento de gás russo.

Sendo que os temores de uma crise de energia aumentaram com o início da manutenção anual do Nord Stream 1, o maior gasoduto que transporta gás da Rússia para a Alemanha.

Essa suspensão está programada para 10 dias. Contudo, essa interrupção do gás russo levantou temores de um corte permanente no fluxo de gás russo, por causa da guerra na Ucrânia.

Portanto, o euro se desvalorizou por causa do risco da crise energética, que pode resultar em uma recessão na Europa.

Enfim, com o cenário complicado na Europa ao passo em que a moeda dos EUA se valoriza, os investidores estão dando preferência ao dólar.

A Levante Ideias de Investimentos afirmou que: “é bastante provável que os investidores sigam vendendo ativos financeiros denominados em euros e migrem para o dólar, considerado uma moeda de proteção.

A oscilação do câmbio é a melhor indicação do pessimismo do mercado com a economia europeia, algo que deve demorar para melhorar”.

Da mesma forma, Nicole Kretzmann, economista-chefe da Upon Global Capital explicou que a crise energética na Europa deve se manter por alguns trimestres. Com isso, o receio de recessão vai continuar.

Portanto, o mais provável é que o cenário de paridade euro-dólar se torne comum durante mais um tempo.

Enfim, gostou de aprender sobre a paridade euro-dólar? Então não deixe de conferir também quais são as principais bolsas europeias.

Fontes: G1, Infomoney, Uol e Investing.

Bibliografia

  • Euro alcança paridade com o dólar pela primeira vez desde 2002. G1. Acesso em 14 de julho de 2022.
  • Euro e dólar atingem paridade pela primeira vez em 20 anos: força da moeda americana continuará?. Infomoney. Acesso em 14 de julho de 2022.

10 livros essenciais para entender sobre economia comportamental

10 dicas de como melhorar a sua relação com o dinheiro

Mitos e verdades sobre empreendedorismo que devemos conhecer

8 dicas do que fazer com a restituição do IR