T-Bonds: saiba o que é e aprenda como funciona


T-Bonds é a abreviação de Treasury Bonds. Em resumo, os T-Bonds são títulos emitidos pelo governo dos EUA como uma forma de captar recursos com os investidores. Em troca, o governo paga uma taxa de juros. Enfim, neste texto você vai conferir:

  • O que são T-Bonds?
  • Qual a diferença entre T-Bonds, T-Notes e T-Bills?
  • Brasileiros podem investir nesses ativos?
  • Os T-Bonds são úteis apenas em casos específicos?

O que são T-Bonds?

T-Bonds é a abreviação de Treasury Bonds. Em resumo, este é um tipo de investimento de renda fixa norte-americana.

Além dos T-Bonds, nos EUA também existem os T-Notes e os T-Bills. Sendo que esses ativos em conjunto são chamados de Treasury Securities.

Ao investir em Treasury Securities, a pessoa está comprando títulos de dívida pública dos EUA. Ou seja, na prática, o investidor está emprestando o seu dinheiro para o governo em troca de uma taxa de juros.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
convite
Aprenda a investir gratuitamente com Raul Sena

Como você já deve ter percebido, os Treasury Securities são bem parecidos com os títulos do Tesouro Direto do Brasil. De fato, os Treasury Securities são como o Tesouro Direto do governo dos EUA.

Talvez você esteja se perguntando o motivo pelo qual os EUA emitem Treasury Securities. É simples: o governo usa o Treasury Securities como uma forma de captar recursos para financiar as suas obrigações.

Como esses títulos contam com a garantia do governo norte-americano e o valor dos títulos não oscila, eles são tidos como os ativos mais seguros do mundo.

Qual é a diferença entre T-Bonds, T-Notes e T-Bills?

T-Bonds, T-Notes e T-Bills são os três tipos de Treasury Securities. Contudo, os três se diferenciam em relação ao tempo de maturação da aplicação.

Ou seja, cada um deles tem um prazo de vencimento, que pode ser de longo, médio e curto prazo. Desse modo, o resgate dos T-Bonds pode ser feito apenas depois de, no mínimo, 10 anos.

Por outro lado, o resgate dos T-Notes varia entre 1 a 10 anos. Por fim, os T-Bills permitem o resgate do dinheiro depois de um período máximo de 12 meses. Em resumo, os prazos são:

  • T-Bonds: maturação acima de 10 anos;
  • T-Notes: maturação entre 1 e 10 anos;
  • T-Bills: maturação em até 12 meses.

Vale destacar que, assim como ocorre com os títulos do Tesouro Direto brasileiro, os títulos com prazo de vencimento mais longo tendem a oferecer um retorno maior.

É por isso que, dentre as 3 modalidades, os T-Bons se destacam entre a escolha dos cidadãos norte-americanos!

Brasileiros podem investir nesses ativos?

Sim, os brasileiros podem investir em T-Bonds. Inclusive, os brasileiros podem investir também em vários outros tipos de ativos do mercado norte-americano!

No entanto, no caso dos T-Bonds, o cadastro físico dos brasileiros pode ser um pouco complicado.

Isso porque os EUA exige que o cidadão apresente o Security Number (SSN) – número de identificação pessoal parecido com o CPF aqui no Brasil.

Desse modo, se você quiser investir em T-Bonds, uma opção é recorrer a uma corretora de valores norte-americana autorizada a trabalhar com traders estrangeiros.

Além disso, o investimento e o resgate da aplicação é feito em dólar. Portanto, você terá que converter o seu dinheiro antes de investir e converter novamente quando resgatar a aplicação.

Os T-Bonds são úteis apenas em casos específicos?

Não, os T-Bons são uma alternativa de investimento como todas as outras do mercado. Sendo assim, não existe uma recomendação específica para investir neles.

Portanto, assim como os demais investimentos disponíveis no mercado, o importante é que você leve em conta aspectos como: objetivos com a aplicação, estratégia de investimento e o seu perfil de investidor.

Por fim, depois de investir, é importante que você fique atento para as variações econômicas que podem ocorrer nos EUA, tais como: valorização da moeda, queda da taxa de juros, taxa de inflação e etc.

Enfim, gostou de aprender o que são T-Bonds? Então aproveite para conferir algumas outras formas de investir no exterior e fazer o seu dinheiro render mais.

Fonte: Mais retorno.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Nos dias 19 e 20 de julho vamos mostrar as ações mais baratas do mercado. Cadastre-se grátis!


Conte-nos a sua opinião...