Volume financeiro: o que é e como fazer a análise correta


O volume financeiro é uma ferramenta de análise técnica. Em resumo, ele indica qual o número de ações negociadas durante certo período e serve para verificar a liquidez de certo papel.

Entenda o volume financeiro

Primeiramente, a análise técnica é uma forma de analisar ações por meio de gráficos em busca de tendências. Sendo que o cálculo do volume financeiro multiplica o número de ativos negociados pelo valor dos ativos.

Os traders, pessoas que compram e vendem ações no mesmo dia, costumam usar muito esse tipo de análise. No entanto, operações de day trade não são recomendadas para quem deseja construir um patrimônio.

Sendo assim, se você quer construir um patrimônio no longo prazo, é melhor você usar outras abordagens como, por exemplo, a análise fundamentalista e o Buy and Hold.

Enfim, o volume financeiro é uma ferramenta de análise técnica. Por meio dele, é possível analisar o número de ações negociadas em certo período e a liquidez do ativo.

Desse modo, quanto maior for o volume, maior é a atividade do papel e o interesse do mercado nesse ativo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Por outro lado, quando existem poucas movimentações envolvendo o ativo, significa que o mercado não está tão interessado nele.

Na prática, os traders usam esses dados para confirmar padrões gráficos e tendências.

Usos do volume financeiro

Alguns dos possíveis usos do volume financeiro são:

1- Padrões gráficos

Um dos principais usos do volume financeiro é para confirmar padrões gráficos. Isso porque, os traders usam os padrões em busca de tendências no mercado para que possam fazer suas operações.

2- O volume precede o preço

Os traders acompanham de perto o volume financeiro pois se o volume está diminuindo em uma tendência de alta, isso pode indicar que o movimento altista está chegando ao fim.

3- Tendência

O volume financeiro acompanha a tendência. Sendo assim, os traders usam o volume para confirmar as tendências e como alerta para uma possível mudança de curso.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

4- Histórico de volume

Por fim, os traders podem usar ainda o volume financeiro em comparação com informações de anos atrás como parte da sua estratégia de escolha de ativos para operar.

Quais são os indicadores de volume financeiro

Em resumo, os indicadores de volume financeiro são fórmulas matemáticas representadas visualmente nas plataformas de gráficos.

Desse modo, cada indicador usa uma fórmula diferente e os traders escolhem o que melhor se encaixa com a sua estratégia. Enfim, alguns indicadores do volume financeiro são:

1- Volume de balanço (OBV)

No OBV, o volume é adicionado quando o mercado termina em alta ou subtraído quando o mercado termina em baixa. Na prática, o OBV pode indicar quais ações estão sendo acumuladas e possíveis divergências.

2- Fluxo de dinheiro de Chaikin (CMF)

Este indicador tem como foco a expansão do volume quando os preços terminam na parte superior ou inferior da sua faixa diária.

Geralmente este indicador é útil para checar divergências, mas também pode ser útil como um indicador de curto prazo porque oscila.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

3- Klinger Volume Oscillator (KVO)

Em síntese, o oscilador Klinger soma os Volumes de acumulação (compra) e distribuição (venda) para um respectivo período. Sendo que ele é útil para estudar tendências.

Enfim, como você conferiu no texto, o volume financeiro é uma ferramenta dos traders. No entanto, fazer day trade envolve um grande risco. Não é atoa que muitas pessoas perdem dinheiro.

Por isso, se você quer construir um patrimônio, é melhor focar no longo prazo. Confira agora mesmo algumas opções de investimentos com foco no longo prazo.

Fontes: Toro e Nelogica.


Conte-nos a sua opinião...