Sergio Zimerman: conheça a carreira do fundador da Petz

10 de agosto de 2023, por Cesar Fontenele

Tempo de leitura médio: 4 min, 43 seg


Sergio Zimerman é o CEO e criador da Petz, a maior rede de pet shops presente hoje no Brasil. Além disso, a partir desse ano, ele se junta ao seleto grupo de empresários e empreendedores do Shark Tank.

Neste texto, você terá mais detalhes da vida e carreira deste empresários de muito sucesso.

Quem é Sergio Zimerman?

Sergio Zimerman é o idealizador, criador e CEO da Petz, marca que fundou em 2002, anteriormente conhecida como Pet Center Marginal. Após identificar um mercado de alto potencial e carente de concorrentes, o empreendedor decidiu arriscar nesse ramo. E deu muito certo!

Desde cedo, ele colocou em prática a sua veia empreendedora, abrindo diversos negócios próprios em diferente setores, de confecção de roupas, buffet a atacado de bebidas.

Nascido em 1966 na cidade de São Paulo, Sergio é um empreendedor nato. Ele cresceu na rua Miller, no Brás, bairro comercial do centro de São Paulo em uma casa de um quarto, cozinha e um comercio no lugar da sala.

Ele conta que sua família o incentivou a lidar com negócios desde a infância. Por isso, ele costumava brincar de vender algumas mercadorias em frente à loja de roupas infantis do pai. Deste modo, foi pegando ainda mais gosto para o comércio.

Carreira de Sergio Zimerman

Formação

Sergio Zimerman é graduado em Administração pela UNIP (Universidade Paulista). Além da graduação, ele fez cursos de extensão na Europa e nos Estados Unidos, e MBA em Varejo pela FIA-USP.

Primeiros empreendimentos

O primeiro negócio formalizado foi no ramo de festas infantis. Aos 18 anos, ele fazia bicos de palhaço em festas e, então, resolveu criar sua própria empresa de animação e eventos. Mais tarde, Sergio montou um buffet, que depois virou um mercadinho e, por fim, uma grande loja de atacado. Infelizmente, o negócio não vingou.

Nos anos 2000, Sergio comandou o Super Brasil, que era uma rede atacadista de alimentos e produtos de beleza com cerca de 600 funcionários. No entanto, a empresa operou no prejuízo entre 2000 e 2002 e sofreu muito com a alta da taxa Selic, que a fez ficar sem crédito e quebrar.

Como você deve ter notado, a trajetória dele como empreendedor não foi nem um pouco uma linha ascendente, sem tombos e falências. Sergio, ao longo desses anos, abriu e quebrou algumas empresas até chegar onde está hoje com a bem sucedida Petz.

Petz

A Petz é a maior rede de pet shops no Brasil. Inaugurada em 17 de agosto de 2002, sob o nome de Pet Center Marginal, hoje a rede opera em 13 estados e conta com mais 190 lojas. Um ano após a abertura, a Petz inovou ao ser a primeira pet shop do mundo com atendimento 24 horas.

O negócio foi idealizado depois da falência da Super Brasil, em uma conversa com o cunhado, que produzia xampu para cachorros. A partir daí, Sergio foi em busca de informações sobre o mundo pet e identificou um mercado de alto potencial, carente de concorrentes.

Foi quando ele começou a visitar lojas do ramo pet e fazer pesquisa de mercado. Não deu outra, Sergio Zimerman decidiu abrir a primeira unidade da Pet Center Marginal, na movimentada marginal Tietê, em São Paulo. Ele reaproveitou o local da falida Super Brasil e inaugurou o seu maior empreendimento, que em menos de duas décadas o faria um bilionário.

A empresa alcançou o break-even em apenas nove meses e, em 2018, teve um lucro líquido de R$ 30,9 milhões. Além disso, em setembro de 2020, abriu seu IPO na B3. Hoje, a Petz conta com 100 mil investidores e está entre as 50 que mais movimentam na bolsa de valores brasileira.

Atualmente, a Petz é a maior plataforma Pet do país não só em termos de faturamento, mas também em número de unidades e abrangência geográfica, com mais de 190 lojas – todas elas gigantescas. Além disso, ela é também uma marca de serviços veterinários (Seres) e conta com outras marcas importantes, como Cansei de Ser Gato, Zee.Dog, Cão Cidadão e Petix.

Shark Tank

Observe que Sergio não para de se reinventar! O empresário aceitou o convite para ser um dos tubarões da edição brasileira do Shark Tank. Em entrevista para o Valor Econômico, ele explicou que aceitou o convite porque acredita muito no empreendedorismo e acha interessante apoiar empreendedores com boas ideias.

Quando Sergio começou a empreender as oportunidades eram bastante escassas, e não havia programa de TV para orientá-lo e alguém que pudessem investir em seus projeto. Na época, o máximo que ele pôde fazer foi usar o dinheiro do seguro do fusca que havia sido roubado para comprar roupas de palhaço e trabalhar como animador de festa infantil.

Para Sergio Zimerman, o ponto que mais valoriza em quem que se aventura a empreender é a garra para tentar. Portanto, vamos acompanhar se ele identificará essa característica nos participantes da 8ª temporada de Shark Tank que estreia em setembro.

E aí, gostou de ler a biografia do Sergio Zimerman e aprender com ele? Então, leia também a biografia de outra pessoa inspiradora como essa aqui: Joel Jota: biografia, carreira e a história que você não conhecia.

Fontes: Eu quero investir, Petz, Valor Econômico, Veja e Uol.