Como escolher e abrir conta em uma corretora?


Meus caros sardinhas, se você é novo no mundo dos investimentos ou conhece apenas o básico, não se desespere. Fizemos este artigo para te ajudar a começar no mundo dos investimentos e nada melhor do que te ensinar a escolher uma corretora e começar a investir com ela.

Então, bora lá?

O que é uma corretora de investimentos?

A Comissão de Valores Mobiliários caracteriza corretora como um intermediário na negociação desses “valores mobiliários”. Você entendeu? Calma, você não é o único. Mas vamos com calma.

O que é a CVM?

Comissão da CVM em reunião.

Contudo para entender o que é uma corretora você precisa compreender o que é a Comissão de Valores Mobiliários. Antes de mais nada ao pesquisar sobre ela você provavelmente vai ler algo como:

É uma autarquia vinculada ao Ministério da Economia do Brasil, instituída pela Lei 6.385 de 1976.

Para que fique mais simples e menos jurídico que nos realmente interessa é o seguinte: A CVM é responsável por disciplinar e fiscalizar o mercado da bolsa de valores. Para tanto a autarquia faz uso de punições àqueles que descumprem as regras estabelecidas na sua normativa. Além disso a CVM é responsável por “manter a ordem” do mercado, por meio de fiscalização para garantir antes de mais nada um mercado limpo e competitivo.

Como funciona a CVM?

A autarquia funciona por meio de um colegiado. Isso significa uma banca constituida de um presidente e quatro diretores com mandatos de 5 anos.

Aliás se você quer conhecer mais sobre a CVM não deixe de conferir o seu site oficial, nele você encontra uma descrição completa do papel da autarquia além de artigos que falam da função social da CVM e do seu caráter administrativo. Não deixe de acessar para saber um pouco mais sobre o seu surgimento e constituição.

O que é uma corretora?

O termo corretora é bastante familiar para muitos. Mediadora, agenciadora, intermediária de todos os sinônimos nenhum nos da uma visão clara do que a Corretora de Investimentos realmente é. Rico, Clear, XP, Easynvest e a lista não acaba por aí. De maneira sintética corretora é apenas uma instituição financeira intermediária na compra de “valores mobiliários”, sejam eles qualquer um das diversas opções.

O que faz uma corretora?

É a corretora quem liga o investidor aos milhares de investimentos disponíveis no mercado. Uma corretora deve seguir uma série de regulamentações, dentre elas: Código de ética dos participantes da B3, Regras e parâmetros de atuação no mercado CETIP, Instrumentações da CVM e a lista segue. Para verificar quais regulamentos envolvem uma corretora de investimentos clique aqui.

Como criar uma corretora?

Para operar as corretoras recebem uma espécie de permissão ou autorização do Banco Central e são fiscalizadas durante o processo. Contudo o papel das corretoras não para aí, além de fornecer os serviços relacionados às operações as corretoras contam com profissionais responsáveis por análises de ativos, empresas, índices entre milhares de produto. As instituições são fonte de conhecimento, tecnologia e inovação no mercado financeiro e no cenário econômico em geral, contribuindo cotidianamente pelo crescimento e desenvolvimento de milhares pessoas em busca da liberdade financeira.

Primeiros passos para escolher uma corretora

O processo decisório na escolha de uma corretora nem sempre recebe a devida atenção. Afinal na maioria dos casos escolher uma corretora é algo simples, leva-se menos de 20 minutos para se criar uma conta e começar a operar. Entretanto, não é apenas por este motivo que a maioria não busca conhecer tudo que envolve a relação entre você e sua corretora de investimentos. Antes de se escolher a empresa que irá cuidar, executar e guardar  seus investimentos é preciso saber o que significa isso.

Foto de criança dando os primeiros passos

O que significa cuidar dos seus investimentos?

Cuidar dos seus investimentos significa ter eles sob custódia. Basicamente sua carteira de investimentos, no momento da liquidação, quando a operação é consolidada, fica em algum lugar certo?! Este lugar é na sua corretora, ficando o investimento sob custódia. Cuidar deles possui uma palavra chave: Segurança.

O que é executar seus investimentos?

Executar seus investimentos significa fazer a aquisição do ativo no mercado da B3 empresa responsável pela negociações dos ativos. Significa dizer que o intermediário, ou seja a corretora, possuí a certificação necessária para executar sua ordem de compra como também possui capacidade logística para fazer isto de forma segura e ágil.

O que quer dizer guardar os seus investimentos?

Guardar os seus investimentos está relacionado com a capacidade da corretora de manter os seus ativos. O termo “guardar” em si na Bolsa de valores possuí um sentido muito amplo e em cada um deles seus efeitos são diferentes, por exemplo: Em ativos de renda fixa como o tesouro direto este guardar está relacionado a uma taxa de custódia.

O que considerar na hora de escolher uma corretora.

Como escolher e abrir conta em uma corretora?

Sabendo o que significa ter uma corretora podemos passar para a parte de escolher de maneira literal a sua corretora. Para isso separamos 4 aspectos indispensáveis a serem considerados. Estes aspectos irão determinar a sua experiência como usuário dos serviços oferecidos pela corretora, sendo eles:

  • Ferramentas
  • Custos
  • Segurança
  • Atendimento ao cliente

Ferramentas.

Na hora de se fazer a escolha por uma corretora um dos vários aspectos a se considerar são as ferramentas disponibilizadas por ela. Considerar as ferramentas quer dizer verificar de que forma você poderá acessar uma plataforma e executar uma compra, por exemplo, pelo desktop (PC) ou pelo celular (Mobile).

As ferramentas podem ser também produção de conteúdo ou análises de ativos ou até mesmo a divulgação de fatos relevantes de suas empresas. As ferramentas significam o que você poderá usar na hora de tomar decisões, analisar opções, visualizar mais de um ativo, compara-los entre milhares de outras coisas.

Como escolher e abrir conta em uma corretora?

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

As ferramentas são aquelas que possibilitam o acesso a investimentos como os ETF’s, investimentos em índices como o IBOVESPA, entre outros produtos.

Uma corretora com uma variedade de ferramentas possibilita que o investidor tome, na maioria dos casos, melhores posições com relação aos seus investimentos.

Alguns exemplos de ferramentas oferecidas por corretoras ou de maneira autônoma como em aplicativos são: Histórico de rentabilidade, calculadora de juros compostos, relatórios semanais, plataforma de negociação de ativos no celular, entre outras ferramentas que podem ser tanto essenciais quanto acessórias para o investidor.

Custos e taxas

Como escolher e abrir conta em uma corretora?

Falar de preço é inevitável em qualquer prestação de serviço ou fornecimento de produto, agora imagine quando o assunto são investimentos. O preço, apesar de muitos considerar o aspecto mais relevante na hora de se escolher uma corretora, não está nem perto de ser o único quesito a ser analisado.

O valor a ser pago a uma corretora pode ser cobrado de várias formas, e isso acaba confundindo muitos investidores, porém iremos desmistificar as taxas  mais populares cobradas pelas corretoras.

Taxa de corretagem

A primeira que iremos tratar é a famosa taxa de corretagem. A taxa de corretagem nada mais é do que o valor cobrado por uma corretora por uma operação de compra ou venda. Afinal ao realizar uma operação a corretora esta prestando um serviço da qual ela é qualificada para exercer.

Ao proceder uma ordem de compra ou de venda de um lote de ações na Bolsa, a intermediária retira essa taxa de acordo com regras estipuladas. Estas regras são: Valor fixo, porcentagem de uma operação ou fixo mais porcentagem.

  1. Na primeira cobra-se o mesmo valor para uma compra de R$ 1.000,00 e para uma compra de R$ 10.000,00.
  2. Já na segunda é cobrado uma porcentagem em cima do montante para cada operação. Neste cenário as corretoras são livres para decidir se farão uma tabela (para operação de R$ 1 até R$ 10.000 custa 0,5%) ou se cobra uma porcentagem para qualquer operação independente do valor.
  3. Na terceira e última opção trata-se de um valor fixo para a operação e uma porcentagem pela quantidade da quantia da negociação.

É importante ressaltar que existe ainda o ISS (Imposto Sobre Serviços). Esse imposto é cobrado no valor da corretagem, normalmente tem um giro em torno de 6%, ou seja, se a corretora cobra R$1,00 de taxa de corretagem, o ISS será de R$0,06 centavos.

Taxa de custódia

Essa taxa é o valor cobrado pela corretora para “guardar” o seu dinheiro nela. Os valores no mercado variam bastante mas costumam ser maiores em instituições financeiras como os bancos, fujam deles por falar nisso.

Taxa para o Tesouro Direto

Algumas corretoras cobram a taxa de corretagem para títulos públicos que leva um nome diferente pois o valor é cobrado em cima co total investido nos títulos. Ainda assim grande maioria das corretoras cobra esta taxa, que pode  variar de 0% a 2% no período de 12 meses, sobre totalidade investida. O  Tesouro Direto em si publica periodicamente o comparativo das taxas cobradas pelas instituições financeiras.

Segurança

É impossível falar de investimentos e não esbarrar no tema segurança. Além disso quem não quer ter seus ativos protegidos? Contudo as corretoras vem prestando cada vez mais atenção neste ponto sensível que é a segurança, inclusive existem dezenas de empresas, algumas listadas em bolsas, que prestam serviços de tecnologia para corretoras e instituições financeiras que são intermediárias no processo de venda de ativos.

Antes de mais nada segurança quer dizer basicamente que você vai acordar, abrir sua carteira na corretora e encontrar todos ativos como você deixou antes de dormir. Querendo ou não é necessário concordar que a segurança é um dos aspectos primordiais no momento de se escolher a sua corretora.

Atendimento ao cliente

Imagine o seguinte cenário: você escolheu a sua corretora, fez seu primeiro aporte, ele foi executado totalmente porém no dia seguinte você tenta entrar no aplicativo ou em qualquer outro meio de acesso e acabou por esquecer a sua senha. Com isto, preocupado você entra em contato com a corretora, que não te atende de maneira adequada, demora duas horas para dar uma resposta e não fornece informações conclusivas.

Portanto de nada adianta ter um ótimo produto, um vasto portfólio de ativos, um sistema maravilhoso mas não prestar um serviço de qualidade.

É imprescindível que no momento que você precisar a corretora através de seu suporte, do seu reclame aqui ou de qualquer outro meio esteja la para te auxiliar a resolver um possível problema. Seja por meio de uma plataforma avulsa, seja por meio de contato direto, o atendimento ao cliente é indispensável em qualquer negócio. Tanto nas corretoras quanto nas instituições financeiras.

Aonde procurar uma corretora de confiança?

Homem com uma luneta procurando

Pensando no investidor mais leigo possível, com o propósito de ajudar aqueles que estão perdidos a B3, empresa responsável por regulamentar e fornecer ativos da bolsa de valores, fornece de maneira gratuita em seu portal uma espécie de catálogo seletivo aonde o usuário seleciona o que de mais relevante se espera de uma corretora. De produtos a serviços passando por diversos tipos de papeis, fundos, índices e quotas a B3 coloca sob a mesa nesta lista aquilo que o investidor procura e o que ele mais prioriza em uma corretora. Para acessar clique aqui.

É isso aí sardinhas, neste artigo vocês passaram a conhecer um pouco mais sobre a CVM, sobre corretoras e seu papel e consequentemente a Bolsa de Valores. Se você quer aprender mais ainda sobre como investir, passo a passo, a partir do zero não deixe de assistir este vídeo onde te ensinamos o começo da sua jornada como seus investimentos.

Abraços e bons investimentos. 🙂

Conte-nos a sua opinião...