Call spread: o que é e como funciona a estratégia

Call spread é uma ferramenta que permite que o investidor limite perdas e lucre com riscos mínimos. Saiba mais na matéria.

26 de setembro de 2023 - por Sidemar Castro


Call spread é uma estratégia com opções de compra (call) conhecida como “trava de alta”. Ela é composta por duas operações simultâneas: compra de call, com determinado preço de exercício, e venda de outra call, com quantidade e vencimento idênticos, porém com preço de exercício superior.

Quer saber mais sobre call spread? Então, continue a leitura!

O que é o call spread?

O call spread, também conhecido como “trava de alta”, é uma estratégia empregada no mercado de opções. O objetivo dessa estratégia é delimitar os ganhos e perdas quando o mercado está em ascensão.

No mercado de opções, o investidor negocia o direito de comprar (call) ou vender (put) um determinado ativo em uma data futura, por um preço previamente estabelecido entre as partes interessadas.

Aqui está um exemplo prático da estratégia call spread:

Suponha que você, enquanto investidor, tenha adquirido uma call (direito de compra por um preço previamente estabelecido com o vendedor) referente ao dólar, num valor de R$3,00. Sua especulação é de que ele seja valorizado futuramente, chegando a R$5,00. A base da call spread será vender essa call justamente por R$5,00 – valorização máxima que você acredita que o dólar alcançará. Logo, o seu lucro será “travado” em R$2,00.

Portanto, a call spread é considerada uma estratégia de delimitação de lucros e perdas, porque o investidor – com base em suas próprias especulações – consegue prever sua lucratividade ou possível neutralidade.

Como funciona

A estratégia de call spread, também conhecida como “trava de alta”, é uma estratégia de opções que permite ao investidor limitar tanto o potencial de lucro quanto a perda máxima em uma operação. Ela é usada quando o investidor tem uma visão moderadamente otimista sobre o mercado.

Aqui está um exemplo simplificado de como funciona a estratégia call spread:

  • Compra de uma opção call: O investidor compra uma opção call com um preço de exercício mais baixo. Isso dá ao investidor o direito de comprar o ativo subjacente a um preço específico (o preço de exercício) em ou antes de uma data específica.
  • Venda de uma opção call: Ao mesmo tempo, o investidor vende outra opção call com um preço de exercício mais alto no mesmo ativo subjacente e na mesma data de vencimento. Isso obriga o investidor a vender o ativo subjacente ao comprador da opção call, se essa opção for exercida.

O lucro máximo que pode ser obtido com essa estratégia é a diferença entre os preços de exercício das duas calls, menos o custo líquido para estabelecer a posição (ou seja, o prêmio pago pela call comprada menos o prêmio recebido pela call vendida).

A perda máxima é limitada ao custo líquido da posição. Isso ocorre se o preço do ativo subjacente no vencimento for menor que o preço de exercício da opção call comprada. Nesse caso, ambas as opções expirariam sem valor.

Por fim, vale lembrar que a estratégia de call spread envolve riscos significativos e complexidades, e geralmente é recomendada para investidores mais experientes.

Quais são as vantagens?

As vantagens da estratégia de call spread incluem:

  • Benefício da alta do mercado: A estratégia de call spread permite que o investidor se beneficie da alta do mercado.
  • Operação de baixo custo: A call spread é uma operação de baixo custo em comparação com a compra direta do ativo subjacente.
  • Perda limitada: A perda máxima é limitada ao valor investido na operação. Isso significa que o investidor sabe desde o início qual será sua perda máxima.
  • Ganho alavancado: A estratégia permite um ganho alavancado, o que significa que o investidor pode obter um retorno significativo com um pequeno investimento inicial.
  • Sem exigência de garantias: A operação não exige garantias, pois a opção comprada cobre ou assegura a opção vendida.
  • Sem chamada de margem: Não há chamada de margem na estratégia de Call Spread, uma vez que a opção comprada cobre ou assegura a opção vendida.

No entanto, é importante lembrar que, como qualquer estratégia de investimento, a call spread também envolve riscos. Portanto, é recomendado que os investidores tenham uma compreensão completa da estratégia antes de implementá-la.

E a desvantagens?

As desvantagens da estratégia de call spread incluem:

  • Lucro limitado: A principal desvantagem da estratégia de call spread é que o lucro é limitado. Se o ativo subjacente aumentar significativamente de valor, o investidor não se beneficiará além do lucro máximo estabelecido pela estratégia.
  • Experiência necessária: A estratégia de call spread pode ser complexa e requer uma certa experiência com operações desse tipo para evitar erros de negociação.
  • Perda do capital investido: Embora a perda seja limitada ao valor investido na operação, ainda há o risco de perder todo o capital investido se o preço do ativo subjacente no vencimento for menor que o preço de exercício da opção call comprada.
  • Custos de transação: Como a estratégia envolve a compra e venda de opções, os custos de transação podem ser significativos, especialmente se a estratégia for ajustada frequentemente.

Leia mais: Call e put: o que são, como funcionam, mercado de opções

Fontes: Itaú Corretora, Atrio Invest, Mais retorno, Mundo Invest

8 dicas do que fazer com a restituição do IR

Como comprar euro mais barato

As dívidas mais comuns entre os brasileiros e como evitá-las

Programa de fidelidade: o que é, como funciona e exemplos