Tesouro Selic 2025 e 2027 – qual é melhor?


Comprar títulos do Tesouro Direto é a forma mais segura de investir, no Brasil. E uma das modalidades disponíveis, hoje, é o Tesouro Selic. Mas, entre as duas opções oferecidas pelo governo – com vencimento em 2025 e em 2027 –, qual seria a melhor?

Primeiramente, é importante entender por que é tão seguro investir em títulos públicos. O motivo é bem lógico:

O governo, emissor do título, é, também, o responsável por imprimir dinheiro. Logo, caso dê tudo errado e o Estado não consiga te pagar, basta criar dinheiro novo e… está tudo “certo”.

Na prática, isso significa que, ao investir num título público (Tesouro Selic, Tesouro IPCA+ ou Tesouro Prefixado), você empresta dinheiro pro melhor credor do mercado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O que é o Tesouro Selic

O Tesouro Selic é uma modalidade de título público emitido pela Secretaria do Tesouro Nacional, órgão vinculado ao Ministério da Economia.

Este tipo de título tem rentabilidade atrelada à taxa básica de juros. Atualmente, a Selic está em 13,25% ao ano.

Ou seja, quem compra um Tesouro Selic está emprestando dinheiro para o governo. Dessa forma, o investidor vai receber, na data de vencimento do título, o prêmio correspondente à variação da taxa básica de juros.

O investidor pode, também, fazer o resgate dos valores antes do vencimento, recebendo os juros que são atualizados diariamente.

IR do Tesouro Selic

Sobre os rendimentos do Tesouro Selic, tanto o 2025 quanto o 2027, incide a tabela regressiva do Imposto de Renda. Ou seja, quanto mais tempo segurar o título, menos o investidor vai pagar de IR:

  • Até 180 dias (6 meses): IR de 22,5% 
  • De 181 a 360 dias (6 meses a 1 ano): IR de 20% 
  • De 361 a 720 dias (1 a 2 anos): IR de 17,5% 
  • Acima de 720 dias (+2 anos): IR de 15% 

Além do IR, os rendimentos dos títulos públicos estão sujeitos a outro imposto. A tabela regressiva do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) também é aplicável aos títulos, mas apenas para quem fizer o resgate nos primeiros 30 dias.

Pra quem o Tesouro Selic é indicado?

Por ter rendimento e liquidez diária, com resgate simples e rápido, o Tesouro Selic é muito indicado para a reserva de emergência. Ou seja, para aquele dinheiro usado em situações inesperadas e, portanto, excepcionais.

Pelos mesmos motivos, o Tesouro Selic também é recomendado para quem gosta de manter a chamada reserva de oportunidade. Este dinheiro serve pra comprar ativos em “promoção”, em momentos de queda do mercado financeiro.

Um terceiro público muito comum do Tesouro Selic são os investidores iniciantes. Para estes, que ainda não têm certeza de onde investir, um título mais líquido é uma alternativa rentável e segura.

Por fim, o Tesouro Selic também é indicado para quem tem um objetivo específico, no curto ou médio prazo. Vai começar uma obra, se casar ou fazer uma viagem? Até lá, você já sabe onde deixar a grana.

Tesouro Selic 2025 e 2027 - qual é melhor?

Ágio e deságio no Tesouro Selic

Um ponto a considerar com relação ao Tesouro Selic é que os títulos podem oferecer um ágio ou deságio no momento da compra.

O ágio significa que o governo não está tendo problemas para vender os títulos. Por isso, ele decide cobrar esse pequeno ágio, representado por uma leve redução na rentabilidade.

Do contrário, quando o governo precisa vender mais títulos do que o mercado está disposto a comprar, ele acaba oferecendo um deságio.

Ou seja, nesta segunda hipótese, o investidor consegue uma rentabilidade acima da taxa Selic. Este incentivo é dado pelo sinal positivo descrito no título:

  • SELIC + 0,10 = deságio (melhor pro investidor)
  • SELIC – 0,10 = ágio (pior pro investidor)

Qual o melhor: Selic 2025 ou 2027?

O Tesouro Selic 2025 está oferecendo, hoje, um deságio de 0,11 ponto percentual (Selic + 0,11). Já o título com vencimento em 2027, está com deságio de 0,17 (Selic + 0,17).

Então, para saber qual título é mais vantajoso, vamos montar dois cenários. No primeiro, vamos considerar o investimento no Tesouro Selic 2025.

Aí, quando chegar no vencimento deste título, em 2025, a gente reinveste o valor acumulado – usando a mesma rentabilidade – num novo título, com vencimento em 2027.

Para tanto, vamos considerar um aporte inicial de R$ 117,40. Hoje, este é o valor mínimo para a compra do Selic 2025.

No segundo cenário, vamos investir os mesmos R$ 117,40. Mas, desta vez, o aporte será no Tesouro Selic 2027.

Ao fim do período, em 2027, o resultado seria o seguinte:

  • Tesouro Selic 2025: R$ 198,53 = 69,11% de ganho
  • Tesouro Selic 2027: R$ 200,33 = 70,64% de ganho

Ou seja, o Tesouro Selic 2027 garante uma rentabilidade 1,53% acima do Selic 2025.

Logo, financeiramente falando, o 2027 é mais vantajoso pro investidor.

Marcação à mercado

Outra vantagem do título com prazo mais longo é a maior exposição à chamada marcação à mercado. Ou seja, o investidor corre um “risco” maior de lucrar, caso decida vender o título antes do vencimento.

Você não conhece a marcação à mercado? Clique aqui e saiba mais sobre este mecanismo que causa oscilação no preço dos títulos públicos.

E, para mais detalhes sobre as diferenças entre o Tesouro Selic 2025 e o 2027, assista ao vídeo abaixo, que publiquei no canal Investidor Sardinha.

Gostou do conteúdo? Então, dá um confere no nosso Instagram (@oraulsena), pra ficar sempre por dentro do mundo dos investimentos e da Bolsa de Valores.

E não deixe de conferir, também: 22 fundos imobiliários com dividendos acima da Selic.


Conte-nos a sua opinião...