Selic em 13,25% – hora do “burro” ganhar dinheiro


Na semana passada, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central aumentou, mais uma vez, a taxa básica de juros. Com a Selic em 13,25% ao ano, o mercado segue em polvorosa. E, claro, é hora do “burro” aproveitar e ganhar dinheiro.

Parece uma dicotomia, não é mesmo? Mas, é exatamente isso o que acontece. O burro, o jumentinho mesmo, é quem mais se dá bem em momentos como este.

Na prática, o que acontece é que a alta de juros acaba atraindo os investidores para a renda fixa. Com isso, ativos de renda variável tendem a sangrar ainda mais.

Logo, o que temos é um cenário maravilhoso para os investidores de longo prazo.

Rendimentos da Selic em 13,25%

O que motiva o movimento de manada para a renda fixa é a velha continha básica. Em momento de baixa na Bolsa de Valores, o investidor acaba trocando o risco das ações e fundos imobiliários pela tranquilidade da renda fixa.

Assim, o investidor que tem R$ 100 mil na Bolsa vai ter a certeza de ganhar, num investimento atrelado à Selic, R$ 13.250,00 em um ano. Isso sem fazer nadinha e, melhor, praticamente sem riscos.

Ou seja, quem parte pra renda fixa acaba tendo a ilusão de que está ganhando muito mais e sendo bem mais esperto que um gestorzão de qualquer fundo famoso.

Mas, será que é assim mesmo?

O conselho de 1 milhão de dólares

Antes de pensar que está sendo o espertão, partindo só pra renda fixa no momento de alta da inflação e dos juros, quero te contar uma coisinha.

Na verdade, vou te dar, de graça, o conselho de 1 milhão de dólares. A melhor hora de comprar Bolsa de Valores é quando ela cai!

Sim, nobre gafanhoto. É a boa e velha máxima atribuída ao banqueiro inglês Nathan Rothschild:

“Compre ao som de canhões; venda ao som de trombetas”. Na verdade, como um bom holder, eu até arrancaria da frase a parte da venda.

O fato é que o mercado é feito de ciclos. Então, por que motivo maluco você deixaria de comprar, justamente na hora em que as ações e fundos imobiliários estão em promoção?

Selic em 13,25% - hora do “burro” ganhar dinheiro

Basta olhar o gráfico do Ibovespa para compreender que quem comprar ações, agora, estará levando o mesmo produto de 1 ano atrás, mas com 22% de desconto. E, se cair, advinha… a gente compra mais!

Selic em 13,25% e o balanceamento da carteira

Outra coisa importantíssima de ter em mente, em qualquer ocasião, é que você sempre deve ter renda fixa e renda variável na carteira.

Logo, o que eu chamo de método burro é, simplesmente, o método mais básico de ganhar dinheiro com os investimentos.

Funciona assim: você determina o percentual de ambas as modalidade (fixa e variável) na sua carteira de investimentos. Pode ser 70/30, 80/20, 90/10… você decide a proporção.

Assim, você sempre vai saber a hora certa de aportar, em uma ou outra modalidade.

Seja um “burro” feliz

Suponhamos que seu modelo seja 70% de renda fixa e 30% de renda variável. Ocorre que, quando as ações ou fundos imobiliários (ambos variável) caírem demais, automaticamente sua carteira vai ficar desbalanceada.

Ou seja, nesta hipótese os 30% de renda variável vão subir pra 40, 50% ou mais. Aí, naturalmente, vai ser a hora de comprar mais renda variável – pra forçar a carteira a voltar pros 70/30.

Percebeu a mágica? Sendo um “burro”, sem se dar o luxo de pensar demais ou fazer 10 mil projeções de mercado, você sempre estará fazendo a coisa certa.

E a coisa certa, no mundo dos investimentos, é comprar na baixa. Sempre!

Então, em momentos como este em que estamos, quando todos correm pra renda fixa, você vai às compras, também, na renda variável (Bolsa de Valores).

Assim, você não precisou pensar demais, não perdeu o sono, não enlouqueceu. Pelo contrário, você foi bem “burrinho”, mas um “asno” lucrativo e feliz!

Evite o medo de fazer o certo

É claro que eu não estou dizendo que você deve abandonar a renda fixa.

O bom investidor sempre aporta em ambas as modalidades. E, convenhamos, também estamos diante de ótimas opções de títulos prefixados no mercado.

O que quero dizer é que correr pra renda fixa, agora, e abandonar as ações e fundos imobiliários, não é uma decisão inteligente.

Na verdade, a maioria dos investidores acaba ficando com medo de aportar na baixa. Mas, é exatamente isto o que vai te enriquecer.

Quer entender toda essa lógica com mais clareza? Assista ao vídeo abaixo, que publiquei no canal Investidor Sardinha. Eu te mostro, em detalhes, por que é importante sempre andar na contramão do mercado, mesmo com a Selic em 13,25% ao ano.

Gostou das dicas? Então, aproveite e faça parte da nossa comunidade no Instagram (@oraulsena) pra ficar sempre por dentro dos investimentos e da Bolsa de Valores.

E não deixe de conferir, também: Segredo dos milionários: tenha várias fontes de renda.

Conte-nos a sua opinião...