Na reta: mais R$ 187 mil investidos na carteira do canal

Confira a evolução da carteira de investimentos do Canal. Entre abril e maio de 2022, fizemos um aporte total de R$ 187 mil.

6 de junho de 2022 - por Raul Sena (Investidor Sardinha)


Todos os meses, a gente mostra a evolução da carteira de investimentos do Canal Investidor Sardinha. Desta vez, vamos detalhar, no “Na Reta”, os investimentos feitos em abril e maio, que somaram R$ 187 mil.

Como você já deve saber, aqui a gente não fica só na lorotinha. Eu boto o meu na reta, literalmente – dinheiro, no caso –, e vou mostrando pra todo mundo o que acontece na carteira.

Já estamos, hoje, no episódio 36 do Na Reta. Ou seja, você pode conferir, detalhadamente, como o nosso dinheiro tem se comportado desde o início da série, em fevereiro de 2019.

Uma paulada aqui, outra ali…

É bem verdade que a Bolsa de Valores enfrentou um período nebuloso depois de namorar os 130 mil pontos, em junho de 2021.

Apesar disso, nossa carteira está bem consistente, muito em função das ótimas promoções que conseguimos aproveitar lá atrás.

Sendo assim, entre uma paulada e outra, podemos dizer que estamos indo bem, mantendo estratégia e lucratividade bastante sólidas.

Na reta: rentabilidade histórica da carteira do canal

Sem mais conversa, vamos ao que interessa. A carteira do canal atingiu R$ 2 milhões investidos, em abril, e fechou o mês de maio com rentabilidade histórica de 147,23%.

No mesmo período, o Ibovespa registrou alta de 14,73%.

Na reta: mais 187 mil investidos na carteira do canal

Detalhando um pouco mais, temos os seguintes dados históricos:

  • Carteira do Canal: +147,23%
  • Ações: +54,97%
  • Criptoativos: +1.029,28%

Depois de fechar 3 anos seguidos no azul, entretanto, nossa carteira vem sofrendo um pouco em 2022. Assim, no acumulado deste ano, temos uma rentabilidade negativa de R$ 280 mil. Nos anos anteriores, o resultado foi:

  • 2019: + R$ 51.037,53
  • 2020: + R$ 149.691,98
  • 2021: + R$ 170.602,00
  • 2022 (parcial): – R$ 280.038,48

É sempre bom lembrar que a gente investe do jeito certo, de forma consciente e, sempre, pro longo prazo.

Ou seja, períodos de oscilação são extremamente normais e, portanto, devem ser encarados com maturidade e naturalidade.

Logo, o mais importante é manter a cabeça no lugar e ser o mais fiel possível à nossa estratégia de investimento.

Na reta: diversificação dos investimentos

Seguindo a lógica de proteção e diversificação dos investimentos, nossa carteira chegou, no fim de maio, à seguinte posição:

  • 49% Renda Variável (ações, ETFs e FIIs)
  • 19% Renda Variável (Exterior)
  • 17% Renda Fixa
  • 15% Criptos
  • 1% Multimercado

Isso significa que estamos muito próximos da meta estipulada para a carteira. Na verdade, nunca estivemos tão perto da nossa “carteira ideal”, que, hoje, seria assim:

  • 45% Renda Variável (ações, ETFs e FIIs)
  • 20% Renda Variável (Exterior)
  • 20% Renda Fixa
  • 15% Criptos

Dividendos e rendimentos da carteira do canal

A carteira de investimentos do canal rendeu, em abril, o total de R$ 6.454,54, sendo R$ 2.975,03 em dividendos e R$ 3.479,51 em rendimentos de Fundos Imobiliários.

Já em maio, o total ficou em R$ 4.971,30 – até o dia 27/5 – com R$ 1.329,09 em dividendos e R$ 3.505,97 em FIIs.

Como investimos os R$ 187 mil?

Quase todos os aportes dos últimos 2 meses foram feitos em abril, à exceção da compra, no dia 10 de maio, de 0,3 bitcoins por R$ 47,7 mil.

Na verdade, ainda pretendo comprar mais BTC caso a moeda continue caindo, como tem acontecido nas últimas semanas.

Confira, então, todos os ativos em que entramos ou aumentamos nossa posição, em abril e maio:

Na reta: mais 187 mil investidos na carteira do canal

Aportes em Ações

  • Iochpe-Maxion (MYPK3): R$ 23.526,00
  • Itaúsa (ITSA4): R$ 26.376,00
  • Fleury (FLRY3): R$ 10.514,00
  • MAHLE-Metal Leve (LEVE3): R$ 11.715,00

Aportes em Renda Fixa

  • Tesouro IPCA: R$ 31.148,20
  • Tesouro Prefixado: R$ 51.375,10
  • CDB: R$ 10.000,00
  • CRA: R$ 22.415,52

Aporte em Criptos

  • Bitcoin: R$ 47.761,10

Vale dizer que isso não é, de forma alguma, uma recomendação de investimento!

Cabe a cada um traçar sua própria estratégia e fazer os aportes de forma consciente, sem jamais se deixar levar pela conversinha de quem quer que seja.

E aí? Gostou de ver o meu Na Reta? Então, assista ao vídeo acima, que publiquei no canal do Investidor Sardinha, com todos os detalhes sobre a evolução da carteira do canal.

Aproveite e faça parte da nossa comunidade no Instagram (@oraulsena) pra ficar sempre por dentro dos investimentos e da Bolsa de Valores.

E não deixe de conferir, também: 7 dicas pra atingir seu primeiro milhão.

O que acontece se não declarar o Imposto de Renda? Testei na PRÁTICA!

Fazer faculdade no Brasil vale a pena? A realidade é difícil de engolir

Ibovespa caindo! – Onde estou investindo para proteger o meu dinheiro?

A enorme BOMBA que pode enterrar de vez o Brasil