Oportunidade? 4 fundos imobiliários pagando mais de 1% ao mês


Os Fundos Imobiliários são ativos geradores de renda visados por muitos investidores que procuram rendimento mensal na Bolsa de Valores. Com a taxa Selic podendo chegar a 14% ao ano, o mercado de FIIs vem enfrentando uma forte queda. E isso pode representar boas oportunidades de encontrar fundos que estão pagando mais de 1% ao mês.

Neste artigo, vou te mostrar 4 fundos imobiliários de “papel” que estão com rendimento bem acima da média de mercado.

Antes de tudo, porém, é importante entender como funciona este tipo de ativo.

O que são fundos imobiliários

Os Fundos Imobiliários, ou simplesmente FIIs, são fundos listados na Bolsa de Valores (B3).

Estes ativos, portanto, funcionam como um grande condomínio fechado de investidores, que se juntam para formar o patrimônio do fundo.

Diferentemente de outros fundos de investimentos, no entanto, onde os valores podem ser investidos em diversos ativos de renda fixa ou variável, os FIIs sempre estarão relacionados ao mercado imobiliário.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Dessa forma, os investimentos podem ser feitos de forma direta ou indireta, a depender do tipo de fundo.

Tipos de fundos imobiliários

Existem, basicamente, três tipos de FIIs: os de “tijolo”, os de “papel” e os fundos de fundos – que, como o nome já sugere, diversifica o capital em vários FIIs.

Os chamados fundos de tijolo são focados na construção e manutenção de edifícios, como lajes corporativas, shoppings, galpões, hotéis e hospitais.

Assim, os cotistas desses fundos recebem, mensalmente, parte do valor do aluguel pago pelos inquilinos.

Ou seja, o investidor passa a receber aluguel mensal, mesmo sem ter comprado os imóveis.

Os fundos de papel, por sua vez, são aqueles que não mantém os bens imóveis, em si, mas apenas negociam títulos do mercado imobiliário, como os CRIs/CRAs e as LCIs/LCAs.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Dessa forma, estes fundos se lucram, principalmente, por meio da negociação de empréstimos e outros produtos financeiros do mercado imobiliário.

Oportunidade? 4 fundos imobiliários pagando mais de 1% ao mês

4 FIIs que estão pagando mais de 1% ao mês

Agora que você já conhece um pouco mais sobre os FIIs, vamos saber quais são os 4 fundos imobiliários que estão pagando mais de 1% ao mês.

É bom lembrar que, quando você compra uma casa para alugar, o preço do aluguel mensal costuma representar 0,5% do valor total do imóvel.

Então, em tese, 1% ao mês já seria o dobro do que, normalmente, é pago no mercado tradicional. E o melhor: sem ter que lidar com nenhum inquilino nem ter que fazer manutenções no imóvel.

Destaco, no entanto, que este artigo não é, em hipótese alguma, uma recomendação de investimento.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A ideia é, simplesmente, mostrar algumas opções que, aparentemente, estão sendo negociadas com um bom desconto.

No fim das contas, é você quem deve, de forma individual, avaliar os fundos e tomar suas próprias decisões de investimento.

Conheça, então, os 4 fundos imobiliários que estão pagando mais de 1% ao mês.

HSI Ativos Financeiros – HSAF11

Todos os fundos da nossa lista são total ou majoritariamente de “papel”. E isso se deve, essencialmente, ao aumento da rentabilidade dos investimentos de renda fixa nos últimos meses.

Pra começar, vamos observar o HSI Ativos Financeiros (HSAF11), cotado a R$ 95,68.

O fundo é que apresenta menos liquidez (6,9 mil negociações diárias) e menor patrimônio líquido (R$ 167 milhões) entre os quatro da nossa lista. Mas apresenta, atualmente, um dividend yield de 1,20% ao mês.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O HSI é administrado pela BRL Trust e tem a Hemisfério Sul Investimentos como responsável por sua gestão.

O fundo apresenta um preço sobre patrimônio líquido (P/VP) de 1,02. Tem taxa de administração de 1% e taxa de performance de 20 do que exceder seu benchmark (mais de 4% ao ano ou 110% do CDI).

O rendimento dos últimos 12 meses foi de 12,89%.

Kinea Índices de Preçoes – KNIP11

Mais famoso da nossa lista, o fundo Kinea Índices de Preços (KNIP11) tem patrimônio líquido de R$ 7 bilhões e é um dos queridinhos da Bolsa de Valores.

Criado pela gestora de recursos Kinea, o fundo tem dividend yield de 1,33%.

Além disso, tem boa liquidez diária (63 mil negociações) e P/VP de 1,02.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Está sendo negociado a R$ 102,00. Mas, aceita somente investidores qualificados.

Com relação às taxas, o KNIP11 é o melhor da lista, com apenas a cobrança, de administração, de 1% ao ano. Ou seja, o fundo não tem mais nenhuma outra taxa.

Nos últimos 12 meses, o Kinea rendeu 14,64%.

Valora Hedge – VGHF11

Outro fundo que está pagando mais de 1% ao mês e merece a atenção do investidor é o Valora Hedge (VGHF11).

Diferentemente dos demais, é um fundo misto, mas que concentra 81% do portfólio em “papel” e somente 11% em tijolo.

O VGHF11 tem patrimônio líquido de R$ 492 milhões e apresenta dividend yield de 1,36% ao mês, chegando a 15,99% nos últimos 12 meses.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O fundo tem P/VP de 1,08 e está sendo negociado a R$ 10,15.

Assim, devido ao baixo valor unitário, o Valora Hedge é que apresenta maior liquidez, com mais de 460 mil negociações diárias.

Por fim, o VGHF11 tem taxa de administração de 0,9% e taxa de performance de 20% do que exceder o IPCA + a média do yield do índice IMA-B5.

Urca Prime Renda – URPR11

O último fundo da nossa lista – e o mais rentável – é o Urca Prime Renda (URPR11).

Com patrimônio de R$ 541 milhões, o FII tem dividend yield de 1,41% ao mês.

O fundo, com cotas negociadas a R$ 106, é 100% focado na compra de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) ligados a imóveis residenciais, como loteamentos, casas e condomínios.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Diariamente, são registradas 44 mil negociações de URPR11, que tem a relação mais alta de preço/patrimônio líquido: P/VP de 1,10.

A taxa de administração é 0,25% e a taxa de gestão fica em 0,95% do patrimônio líquido. Por fim, a taxa performance é de 20% do que exceder IPCA + 7% ao ano.

Nos últimos 12 meses, o URPR11 rendeu 19,56%.

É hora de comprar fundos imobiliários?

É bom reforçar que os preços dos fundos imobiliários estão em baixa desde o início de 2020, embora tenham apresentado uma leve recuperação a partir da segunda quinzena de março deste ano.

O principal objetivo dos FIIs é o de gerar renda passiva. Então, pensando nisso, momentos de baixa podem representar boas oportunidades para o investidor melhorar seu yield on cost.

De qualquer forma, o mais importante é o investidor sempre fazer suas próprias comparações e análises.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Assim, cada um poderá escolher os melhores ativos, sempre respeitando sua estratégia de investimentos.

Com calma e sabedoria, será possível aproveitar as melhores oportunidades do mercado para, no futuro, poder viver de renda com os fundos imobiliários.

 Agora, que você conhece os 4 fundos imobiliários que estão pagando mais de 1% ao mês, não deixe de assistir ao vídeo acima, que publiquei no canal do Investidor Sardinha.

Se você gostou do conteúdo, aproveite e faça parte da nossa comunidade no Instagram (@oraulsena) pra ficar sempre ligado sobre o mundo das finanças e dos investimentos.

E não deixe de conferir, também: Como controlar uma carteira de fundos imobiliários.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE


Conte-nos a sua opinião...