Como saber a hora certa de comprar Bitcoin? [Tutorial]


O Bitcoin é a criptomoeda mais conhecida do mercado. Por isso, os novos investidores de criptos costumam começar comprando Bitcoins. Mas você sabe quando comprar Bitcoin?

O que você precisa levar em conta ao comprar Bitcoins?

Antes de te contar qual a hora certa de comprar Bitcoins, é essencial que você compreenda alguns pontos importantes sobre essa cripto:

1- Análise

O Bitcoin é uma cripto que passa por constantes oscilações. Sendo assim, existem momentos que são mais interessantes de se comprar Bitcoins do que em outros.

O investidor tradicional costuma ter dificuldades em saber se ele está comprando Bitcoin na hora certa. O Bitcoin é diferente de outros ativos tais como ações e fundos imobiliários.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Isso porque, o Bitcoin não tem indicadores claros. Algumas pessoas tomam como indicador o fato do Bitcoin estar sendo proibido ou aceito em certos locais.

Mas esse tipo de pensamento é muito raso e não serve como base para decidir entre comprar ou não Bitcoin. Por exemplo, a China é o país com o maior número de habitantes do mundo.

Logo, ela tem o maior impacto quando falamos em números de cidadãos no mundo. Acontece que no final de setembro de 2021, a China proibiu o Bitcoin.

Com a proibição do Bitcoin para uma quantidade tão grande de pessoas, você pode pensar que o mercado ficou receoso em relação as criptos.

No entanto, quando um país proíbe o Bitcoin, não necessariamente ele consegue impedir o uso de criptos. Ou seja, na prática, essa proibição não significa tanto.

Na época, muitas pessoas ficaram com medo de ser o fim do Bitcoin. Contudo, o fato é que a criptomoeda passou por uma alta.

Portanto, podemos concluir que a aceitação ou proibição de Bitcoin em um país não serve como um indicador da cripto. Em outras palavras, não é uma boa comprar ou vender cripto com base nisso.

2- Quando comprar Bitcoins: o que define o preço do Bitcoin

Se não é a aceitação ou proibição do Bitcoin que controla o seu preço, você deve estar perguntando o que controla. É simples: a lei da oferta e demanda.

O Bitcoin é descentralizado. Isso significa que não existe nenhuma instituição fazendo o seu controle. É por isso que o seu preço é definido pela lei da oferta e demanda.

Caso você não saiba o que é essa lei, eu vou te explicar de uma forma bem simples. Em resumo, a lei da oferta e demanda é a relação proporcionalmente inversa entre o preço e a procura.

A lógica é que quando a demanda de determinado produto ou serviço aumenta, sem que a oferta sofra alteração, os preços sejam elevados.

Da mesma forma, se a oferta for maior que a demanda, a tendência é que os preços sejam reduzidos. Para você entender a relação entre a hora certa de comprar Bitcoin e a lei da oferta e demanda, vamos usar um exemplo.

Exemplo

Vamos supor que em uma cidadezinha existam apenas 3 padarias. Vamos imaginar ainda que essa cidade cresceu bastante e o número de padarias continuou sendo o mesmo.

Neste caso, os estabelecimentos passaram a ter mais clientes do que eles conseguiam atender e puderam aumentar os preços.

Ou seja, neste caso, a demanda subiu ao passo em que a oferta continuou a mesma. Por isso, as padarias puderam aumentar os preços.

Agora vamos imaginar que o cenário contrário aconteceu: a cidade continuou pequena, mas foram abertas mais 15 padarias.

Neste exemplo, a demanda continuou a mesma, mas a oferta subiu muito. Logo, a tendência é que os preços sejam reduzidos com o intuito de atrair clientes, já que a demanda é menor do que a oferta.

Aqui eu usei o exemplo da padaria para ficar mais fácil de entender. Mas a mesma lógica se aplica em relação a comprar Bitcoin.

De fato, todos os preços sem interferência são formados pela lei da oferta e demanda. Só não são formados deste modo os preços que passam por interferências e controle.

3- Por que o Bitcoin custa caro?

No total vão existir apenas 21 milhões de Bitcoins no mundo. Essa é uma quantidade pequena, que faz com que ele seja um ativo escasso, o que contribui para o seu preço.

Uma curiosidade é que a Nigéria é o país que mais usa Bitcoins no mundo. Dessa forma, 32% dos nigerianos têm Bitcoins.

Outro fator que pode aumentar ainda mais essa tendência de valorização do Bitcoin é a inflação das moedas.

Todas as moedas do mundo são inflacionadas. Isso porque o governo imprime dinheiro aumentando a oferta de moedas, sem que haja alta na demanda. Isso faz com que a moeda perca valor.

Nesse cenário, a tendência é que cada vez mais pessoas comprem Bitcoins para fugir da desvalorização do dinheiro.

Em outras palavras, como o Bitcoin tem uma quantidade limitada, ele não sofre com a inflação como ocorre com as moedas fiduciárias. Logo, ele é visto como uma alternativa para manter o valor do dinheiro.

Quando comprar Bitcoin?

Por fim, depois de entender os pontos acima, que são muito importantes ao optar por comprar Bitcoins, eu vou te contar quando comprar Bitcoins, que é o tema central deste texto.

Quando o Bitcoin está em alta, aparecem muitas pessoas querendo comprar criptos. Apesar de neste cenário o Bitcoin estar mais caro, muitas pessoas passam a querer comprar criptos.

Por outro lado, quando o preço começa a cair, as pessoas ficam com medo e querem vender. Ou seja, as pessoas compram na alta e vendem na baixa.

No entanto, se a intenção é ter lucros, você deve fazer o movimento contrário. Isto é, comprar na baixa manter/vender na alta.

Inclusive, manter o Bitcoin pode ser mais vantajoso do que vender. Afinal de contas, não tem como você saber até onde será a sua alta.

Para entender melhor sobre o momento certo de comprar Bitcoin, assista ao vídeo de Raul Sena, o Investidor Sardinha:

Enfim, gostou de descobrir a hora certa para comprar Bitcoins? Então leia também sobre o Halving do Bitcoin, o que é? Como funciona e valorização da criptomoeda

Fonte: Roteiro de Raul Sena


Conte-nos a sua opinião...