Inflação de custos, o que é? Definição, causas, indicadores e controle

21 de dezembro de 2020 - por Jaíne Jehniffer


A inflação de custos é o aumento dos preços de bens e serviços causada pela alta dos custos de produção. Portanto, a demanda permanece a mesma, o que muda são os custos de produção que fazem com que o preço dos produtos subam. 

Além da inflação de custos, existem também outros tipos de inflação. Dessa maneira, o aumento de preços pode ser causado por excesso de demanda, por especulação ou por inércia.

Enfim, os motivos para a inflação podem até variar, no entanto, uma coisa sempre permanece a mesma: a perda do poder de compra do consumidor. 

O que é inflação de custos

A inflação por si só é o aumento dos preços de bens e serviços. Sendo assim, existem tipos de inflação diferentes causadas por motivos diversos.

Desse modo, a inflação faz com que o poder de compra da população seja reduzido. Afinal, com o aumento dos preços, o consumidor precisa de mais dinheiro para comprar os mesmos produtos de antes. 

Inflação de custos, o que é? Definição, causas, indicadores e controle

Móveis de valor

Por outro lado, a inflação de custos, também chamada de inflação de oferta, ocorre quando existe uma pressão para o aumento dos preços, devido ao aumento dos custos de produção. Ou seja, em um cenário com inflação de custos, a demanda pelos bens e serviços permanece a mesma, enquanto os custos de produção sobem. 

O que causa a inflação de custos

A inflação de custos é causada pelo aumento dos custos de produção. Sendo assim, este aumento pode ser na:

  • Mão-de-obra;
  • Matéria prima;
  • Tributos;
  • Taxas de juros;
  • Fontes de energia.
Inflação de custos, o que é? Definição, causas, indicadores e controle

E-konomista

O aumento dos itens acima ocasiona uma redução nos níveis de produção. Consequentemente, a oferta se torna reduzida frente à demanda e os preços sobem.

Portanto, a demanda em si não aumenta, mas, com a redução do incentivo à produção, a procura se torna inferior à oferta. De acordo com estas características, podemos dividir a inflação de oferta em dois tipos:

Induzida: Ocorre quando o incentivo da produção diminui, o que faz com que a oferta seja inferior à demanda, levando ao aumento de preços. 

Autônoma: Neste caso, o aumento de preços não é ocasionado exatamente pelo aumento de custos de produção. Na verdade, ela ocorre quando existe um monopólio ou oligopólio em determinados mercados. Em síntese: as empresas dominantes conseguem controlar a oferta e os preços dos produtos. 

Tipos de inflação

Além da inflação de custos, existem também alguns outros tipos de ações. Dessa forma, de acordo com as suas causas, podemos dividir a inflação em:

1- Demanda

A inflação de demanda é causada pelo excesso de procura por bens e serviços, em comparação com a quantidade disponível no mercado. Em outras palavras, a demanda supera a oferta o que faz com que os preços aumentem. 

Space money

Em resumo, a diferença entre este tipo e a inflação de custos é justamente a demanda. Na inflação de oferta, a procura continua a mesma, o que muda é o preço de produção. Em contrapartida, na inflação de demanda, somente a demanda aumenta. 

2- Estrutural

A inflação estrutural é parecida com a inflação de custos. Porém, ela está ligada a ineficiência da estrutura produtiva da economia da nação.

Por exemplo, um produto pode estar em falta no mercado, mesmo que ele não seja muito procurado. Neste caso, a falta pode ter sido resultado da falha na produção, por parte dos órgãos envolvidos, que produziram menos do que o necessário para atender à demanda. 

3- Inercial

Por fim, temos ainda a inflação inercial. Diferente dos outros tipos de inflação, a inercial não é causada pelo excesso de oferta ou demanda.

Desse modo, ela surge em um cenário especulativo, ou têm-se a perspectiva de inflação. O seu funcionamento se dá por meio do aumento crescente dos preços, mas não de forma explosiva. Ou seja, ela apresenta um aumento constante dos preços, de forma moderada. 

Inflação de custos, o que é? Definição, causas, indicadores e controle

Bremenkam

Causas da inflação

Existem três fatores principais que podem ocasionar o aumento de preços:

1- Gastos públicos: Quando o governo gasta mais do que consegue arrecadar com impostos, ele pode ocasionar o aumento dos preços de duas formas diferentes. Primeiramente, através do aumento dos impostos. Dessa forma, quando os impostos das empresas aumentam, este valor é repassado aos consumidores.

Inflação de custos, o que é? Definição, causas, indicadores e controle

Trademap

A segunda forma é por meio da emissão de papel-moeda. Quando o volume de dinheiro em circulação é alto, a tendência é que os preços subam. Isso porque a quantidade de dinheiro em circulação se torna maior do que a oferta de produtos. 

2- Custos de produção: O aumento dos custos de produção gera a inflação de custos. 

3- Oferta e demanda: A lei da oferta e demanda determina que, quando um produto não é muito procurado, a tendência é que seu preço caia. Em contrapartida, se a demanda for maior do que a oferta, os preços sobem. 

Indicadores de inflação

No Brasil, existem diversos tipos diferentes de indicadores de inflação. Cada um deles se difere em relação à região estudada, renda analisada e grau de abrangência. São eles:

Azulis

  • IPCA: Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo;
  • IGP-M: Índice Geral de Preços;
  • INPC: Índice Nacional de Preços ao Consumidor;
  • IGP-DI: Índice Geral de Preços;
  • INCC: Índice Nacional da Construção Civil;
  • IPC-S: Índice de Preços ao Consumidor Semanal;
  • IPC-Fipe: Índice de Preços do Consumidor.

Controle da inflação de custos

Alguns dos fatores que influenciam diretamente a inflação de custos são os preços de commodities, taxas de juros, salários e taxa de câmbio.

Todos estes elementos estão diretamente relacionados às políticas econômicas adotadas pelo Estado. Sendo assim, o Estado tem influência direta na inflação de custos. 

Econsult

Um exemplo do poder do Estado no controle ou aumento da inflação se refere à taxa Selic. Como a taxa Selic é a taxa base de juros da economia brasileira, ela determina o aumento ou a baixa das demais taxas.

Dessa maneira, o seu aumento faz com que os financiamentos e empréstimos fiquem mais caros, desestimulando o consumo. Quando ela baixa, ocorre o incentivo ao consumo, e consequentemente o aumento da demanda no mercado. Em resumo, cabe ao Estado encontrar um ponto de equilíbrio. 

Enfim, agora que você conhece os diversos tipos de inflação, aproveite para descobrir como Economizar dinheiro – Dicas para poupar e onde investir seu dinheiro

Fontes: Mais retorno, Capital research, Prepara enem, Mais retorno e Barkus

Imagens: E-konomista, Móveis de valor, Azulis, Bremenkam, Trademap, Econsult, Space money e Picpedia

10 dicas de como melhorar a sua relação com o dinheiro

Mitos e verdades sobre empreendedorismo que devemos conhecer

8 dicas do que fazer com a restituição do IR

Como comprar euro mais barato